RADIO WEB JUAZEIRO : Vídeos mostram reações nas ruas após Guaidó anunciar 'fim da usurpação' de Maduro na Venezuela
terça-feira, 30 de abril de 2019

Vídeos mostram reações nas ruas após Guaidó anunciar 'fim da usurpação' de Maduro na Venezuela

Bombas de gás lacrimogêneo são jogadas contra manifestantes na base militar de La Carlota, na Venezuela Foto: CARLOS GARCIA RAWLINS / REUTERS

Extra

Imagens que circulam pelas redes sociais mostram a movimentação devenezuelanos pelas ruas de Caracas após o líder opositor Juan Guaidó — que em janeiro se proclamou presidente interino com o apoio da Assembleia Nacional de maioria opositora — publicar em suas redes sociais nesta manhã um vídeo, gravado próximo à base militarde La Carlota, no bairro de Altamira, no qual anuncia "o fim definitivo da usurpação" do poder pelo presidente Nicolás Maduro.

Para além de gritos de apoio a Guaidó, as imagens registram grupos de manifestantes buscando se proteger de bombas de gás lacrimogêneo lançadas no local. Militares armados e carros blindados se juntam aos civis nas ruas, enquanto motoristas fazem "buzinaços" na cidade.


São poucos os registros online do que ocorre nesta terça-feira no país, já que o acesso à internet está muito restrito. A deputada opositora Gaby Arellano denunciou que o regime chavista derrubou a rede em todo o país. Segundo o portal "NetBlocks.org", que rastreia o funcionamento de internet pelo mundo, sites como YouTube, Bing, Google e até o sistema operacional Android estão fora do ar ou funcionando precariamente no país.

No vídeo publicado nesta manhã, Guaidó aparece cercado de militares e afirma que "hoje valentes soldados acudiram a nosso chamado" e conclama a população a ir às ruas. "Povo da Venezuela, começou o fim da usurpação. Neste momento, me encontro com as principais unidades militares da nossa Força Armada, dando início à fase final da Operação Liberdade", escreveu o líder opositor em sua conta no Twitter.

O governo, que garante não haver mobilização militar em favor da oposição além de um "reduzido grupo de traidores", denunciou uma tentativa de golpe de Estado e convocou cidadãos ao Palácio de Miraflores para a defesa do regime. Interlocutores da oposição disseram ao GLOBO que "está em marcha um golpe de Estado e a fase final da Operação Liberdade".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.