RADIO WEB JUAZEIRO : DENUNCIA!
quarta-feira, 22 de maio de 2019

DENUNCIA!

FILHA DO PROFESSOR TACIANO MEDRADO É CONSTRANGIDA NO JUA GARDEN APÓS SER OBRIGADA A PAGAR O ESTACIONAMENTO
Resultado de imagem para juá garden shopping

Pelo visto a autuação do PROCON contra o JUA GARDEN no que diz respeito a cobrança de taxa de estacionamento ficou só no papel, pois o referido shopping continua cobrando a referida taxa. Como sempre nesse país as leis não são levadas a sério e os mega empresário protegidos dos poderes públicos tripudiam e desrespeitam descaradamente. Vejam o que aconteceu com minha filha hoje e a mensagem de texto que ela enviou ao Dr. Ricardo Penalva do Procon. Foi um vacilo ela não ter pago e pego o comprovante pois entraríamos com um processo contra o proprietário do shopping .

=================================================

Ricardo Penalva, Boa noite 

Acabo de passar por uma situação extremamente constrangedora agora a noite no JUA GARDEN. Voltei ao shopping no início da noite para levar meu filho para cortar o cabelo, paguei 35,00 reais pelo corte + 36,90 em um lanche. Em nenhum dos locais de consumo peguei nota e nenhum outro tipo de comprovante de pagamento, pois não me atentei da necessidade de ter que provar consumo para poder validar o ticket de sai do estabelecimento. E pela urgência de me retirar do local para limpar o meu filho de 3 anos que havia evacuado na roupinha, não lembrei que estava cobrando.

Cheguei ir para a saída e lá fui barrada informando que eu deveria pagar para poder sair do local, estacionei o carro novamente tirei meu filho do carro e fui ao local de validação do ticket... informei que havia consumido, e que precisava sair para limpar meu filho, o rapaz arrogantemente me pediu para provar o consumo através através de nota, cupom ou no meu caso como foi débito que eu mostrasse o App do cel que comprovasse o pagamento. Eu informei que não o tinha e que precisava sair. Eu perguntei ironicamente se teria que ir aos locais que frequentei para pegar as notas, ele disse que sim... me senti constrangida pois haviam outras pessoas na fila, eu insisti em questionar a cobrança e o atendente me tratou de maneira arrogante dizendo que eu estava fazendo um papel ridículo. Foi vergonhoso... vendo a quantidade de pessoas em torno e a minha reação, ele pegou meu ticket e validou, me dizendo coisas de maneira desaforada para que eu fosse embora logo.

Se eu tivesse os dois reais em espécie como eles pedem eu teria pago so para poder sair e cuidar do meu filho. Mas eu só estava com cartão de crédito e débito (sem possibilidade de saque, pois o cartão não era meu, era do meu pai e os saques no cartão dele são mediante biometria).

 (Tacilla Medrado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.