RADIO WEB JUAZEIRO : Depois de polêmica com Bolsonaro e Eduardo Costa, Globo bate o martelo e define volta de Fernanda Lima
quinta-feira, 9 de maio de 2019

Depois de polêmica com Bolsonaro e Eduardo Costa, Globo bate o martelo e define volta de Fernanda Lima

Mozuka Braga

A apresentadora Fernanda Lima no comando do Amor e Sexo
(Foto: Reprodução/Globo)

Parece que a Globo não está muito preocupada em atender as vontades do governo para volta dos “bons costumes” tão ressaltada no governo de Bolsonaro. Depois de várias polêmicas, inclusive com o cantor Eduardo Costa, a emissora esta decidida a retomar o programa Amor & Sexo com a apresentadora Fernanda Lima.

Segundo a colunista Fábia de Oliveira do jornal o Dia, a Globo está decidida à retomar os trabalhos de um de seus programas mais prafrentex de todos os tempos. Mesmo com os problemas de audiência e movimentos de boicote contra a atração, Amor & Sexo ainda é um programa revolucionário para a emissora.

A atração comandada por Fernanda Lima já mostrou nú frontal tanto feminino como masculino, beijos gays e vários discursos contra o ódio e o preconceito aos LGBTQ+. Além disso a atração ainda foi responsável por impulsionar a carreira da cantora Pabllo Vittar.

Resta saber se a nova temporada conseguirá trazer seu elenco original composto entre outros por: Alexandre Nero, Mariana Santos, Otaviano Costa e José Loreto. Lembrando que Fernanda Lima está grávida e até o segundo semestre sua barriga estará bem aparente.

Bolsonaro, Fernanda Lima e Eduardo Costa (Foto: Montagem/ TV Foco)

MAIS SOBRE A CONFUSÃO DE EDUARDO COSTA 

O sertanejo Eduardo Costa pode ser sentenciado a prestar mais de cinquenta horas de serviços comunitário como pena, por xingar a apresentadora da Globo, Fernanda Lima.

No final de 2018, o sertanejo simpatizante de Bolsonaro, no auge das polêmicas eleições usou suas redes sociais para publicar diversas ofensas à Fernanda Lima, depois da apresentadora fazer um discurso feminista em seu extinto programa Amor & Sexo na Globo. Eduardo Costa chegou a falar que a esposa de Rodrigo Hilbert: “só faz programa para “bandido, maconheiro, esquerdista derrotado”. As informações são da coluna de Ancelmo Gois, do jornal O Globo.

Eduardo Costa chegou a se desculpar e fazer uma retratação em suas redes sociais, mas o processo teve sequência. O MP do Rio de Janeiro sugeriu que o sertanejo cumpra 50 horas de serviços prestados a comunidade. O processo ainda não foi encerrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.