RADIO WEB JUAZEIRO : Aviões do Forró nega acusações de tráfico contra Xand
sexta-feira, 7 de junho de 2019

Aviões do Forró nega acusações de tráfico contra Xand

Da Redação | Foto: Reprodução | Instagram
Reportagem veiculada em site diz que os cantores Solange Almeida e Xand Avião estariam sendo investigados

Em nota enviada à imprensa, a banda Aviões do Forró negou que os sócios da banda Xand Avião e Isaías Cds estariam sendo investigados por tráfico internacional de drogas.

"Em 2012 houve uma denúncia anônima, que já foi provada como absolutamente falsa e sem sentido. O processo aberto a partir dessa denúncia foi extinto e arquivado por absoluta ausência de provas", diz o comunicado.

Uma reportagem veiculada pelo site JC Online, na noite desta quinta-feira, 6, afirma que Xand e a ex-vocalista da banda, Solange Almeida, estariam sendo investigados por tráfico internacional de drogas, lavagem de dinheiro, ameaças, formação de quadrilha e homicídios. 

A publicação trazia ainda um documento que teria sido emitido pela 11ª vara do Ministério Público Federal (MPF), no Ceará. A investigação também envolveria Antonio Isaias Paiva Duarte, Zequinha Aristides Pereira, Carlos Aristides de Almeida Pereira e Francisco Claudio de Melo Lima, todos sócios da empresa A3 entretenimentos.

No entanto, a assessoria confirmou que há uma ação fiscal ajuizada contra a banda Aviões do Forró. "Esta é uma ação de 2016 e a banda já cumpre pontualmente, normalmente e legalmente com seus deveres fiscais", informava a nota.

A equipe de reportagem do Portal A TARDE tentou entrar em contato com o MPF, mas não obteve retorno.

Outras acusações

Ainda no comunicado, a banda fala de outras acusações que circulam na web e classifica como "fake news" a afirmação de que o sócio Isaías Cds teria estuprado a ex-vocalista Solange Almeida. A nota também diz que a informação de que Solange tenha pedido R$ 5 milhões como indenização por ter saído do Aviões do Forró é falsa.

"A ex-sócia pede uma prestação de contas. Tal pedido será julgado pela justiça, que vai decidir se ela receberá algum valor ou terá que pagar valores", afirma a publicação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.