RADIO WEB JUAZEIRO : QUAL O VERDADEIRO PAPEL DO SECRETARIO E DO ASSESSOR DO PREFEITO DE JUAZEIRO?

E N Q U E T E

quarta-feira, 26 de junho de 2019

QUAL O VERDADEIRO PAPEL DO SECRETARIO E DO ASSESSOR DO PREFEITO DE JUAZEIRO?

Resultado de imagem para prefeitura de juazeiro - ba


Essa é a pergunta que todo cidadão, imbuído das prerrogativas legais e constitucionais deveria se fazer antes de aceitar ser um secretário ou assessor de algum gestor público municipal.

Após um pleito eleitoral, onde a população escolhe em voto um prefeito, e que deposita também a sua confiança não apenas nos candidatos, mas em toda a equipe de secretários e assessores que esse prefeito ira formar. Espera-se que a escolha dessas pessoas denominadas de “cargos comissionados “ou “cargos de confiança”, seja feita de acordo com critérios técnicos . 

Evidentemente que no Brasil não há uma norma regulamentadora legal para que o prefeito nomeie quem ele quiser, porém, cabe a sociedade acompanhar se o perfil dos nomeados e a reputação seja compatível com a função.


O secretário municipal, é escolhido pelo prefeito para orientar, coordenar e executaras atividades dos órgãos administração municipal, na área de sua competência; referendar os atos e os decretos do Prefeito e expedir instruções para a execução das leis, dos decretos e dos regulamentos relativos as suas respectivas pastas.

Ao Assessor do prefeito, compete a função de conceder o seu conhecimento, orientando e esclarecendo o prefeito nas questões relativas a diversas áreas da administração pública. Dentre as atribuições do assessor está a ser o elo de ligação entre o povo e prefeito, ouvindo as suas demandas e buscando envidar esforços no sentido de resolver ou ameniza-los, utilizando sempre do espirito de servidor público.

Diante do exposto, a pergunta que se faz é: Estão os secretários e os assessores do prefeito Paulo Bonfim cumprindo fielmente com suas atribuições?

Pelo que se tem observado, a resposta é NÃO!

O Comportamento dos assessores e de alguns secretários municipais são totalmente diferentes do que lhes atribuem a função do cargo , limita-se apenas a defender o prefeito em redes sociais a todo custo, e ocultando as mazelas da sua administração, quando deveria auxilia-lo, orientando-o no caminho do acerto. E o mais grave, utilizam o expediente para tal fim. 

Agem como subservientes e na defesa dos seus empregos e salários fora do padrão normal do resto dos profissionais da cidade. Esquecem de quem paga seus salários é o povo e não o prefeito, esse apenas tem poderes outorgados para tal.

Pensam, tais “cargos comissionados “, que agindo dessa forma, estão ajudando a si e ao prefeito, pelo contrário, estão contribuindo para o fracasso da sua administração e abreviando a sua vida política . 


Prof. Taciano Gustavo Medrado Sobrinho
Professor e cidadão juazeirense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.