RADIO WEB JUAZEIRO : HOMENAGEM À NETO
domingo, 28 de julho de 2019

HOMENAGEM À NETO

O "cigano" se foi.


"Tudo acaba sendo como era de se esperar ".

Nós últimos tempos eu andava angustiado com Neto, "pré- meditando o bregue" do inevitável fim.

Me sentia impotente, inútil, por vê-lo daquele jeito; às vezes tão solitário, sobre os trilhos do trem de nunca mais na travessia da banca de "piranga" para o centro .Me lembrava o andarilho de "Paris-Texas".

Nós últimos tempos, em muitos encontros, nas "canjas" eternas, sempre com Paulo César Andrade, Mundinho, João Ribeiro, Manoel"cambota", Brandão..no divã da psicóloga "Margarida" (que fechou bem antes de Neto partir) eu me angustiava com Neto e também festejava quando o via "translúcido " ser o bom músico que ele era, sem "firulas" exageradas na hora errada.Sua voz com àquele "vibrato" que imprimia um exato sentimento de "senzala"- eu pensava que Neto era Irmão de João "perfumado" Sereno. 

Eu já tocava com Mundinho e Benito muito antes de "Neto & Mundinho"..Quando voltei de "Sampa" soube da "dupla de três " porque Paulo César era o canjeiro mor sem "cachê ".

Costumo dizer que não sei de absolutamente nada sobre depois da morte e neste tempo difícil de amar, com os meus olhos ateus, vivo perguntando , procurando por Deus entre bilhões de estrelas, entorpecido de tanta humanidade. 

Lembrei da morte de Edésio Santos e Juazeiro "madrasta " ,distante e impotente chorando sua morte depois.

Não quero medir Juazeiro pela "língua de trapo " de certos raivosos obscuros nas redes sociais. Pela omissão, indiferença e desprezo por si mesma, oprimindo artistas. O erro é nosso, de quem fica na trincheira inútil da resistência solitária.

Fico aqui mais triste por Paulo César Andrade e os verdadeiros amigos de Neto. Acho que ele não queria mais ficar aqui daquele jeito e eu não conseguir fazer nada por ele.

Eu achava Neto parecido com Anthony Quinn.

"Nada será como antes "

Maurício Dias Cordeiro- compositor

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE