RADIO WEB JUAZEIRO : Professores de escolas indígenas participam de formação em Paulo Afonso
quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Professores de escolas indígenas participam de formação em Paulo Afonso

O curso, que segue até sexta-feira (30), na Escola de Formação Técnica Josefa Gomes, é dirigido, também, a professores das redes estadual e municipais.


Em Paulo Afonso, 187 professores de escolas indígenas localizadas nos municípios de Rodelas, Paulo Afonso, Banzaê, Euclides da Cunha, Abaré, Curaçá e Glória estão participando de uma formação continuada. Promovida pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), a atividade contemplando as 16 etnias, dentre elas Tuxá Aldeia Mãe, Xucuru kariri e Kaimbé.

O curso, que segue até sexta-feira (30), na Escola de Formação Técnica Josefa Gomes, é dirigido, também, a professores das redes municipais por conta do regime de colaboração da SEC com os municípios. As aulas estão sendo administradas por nove educadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV), inclusive indígenas de etnias como Guarani, Tupinambá e Pataxó. Dividido em três módulos, o curso tem seus planos organizados por áreas de conhecimento da matriz diferenciada, considerando os conteúdos das áreas específicas e a metodologia de trabalho no contexto da Educação Escolar Indígena.

“A oferta desta atividade tem em vista uma formação fundamentada no fortalecimento do pertencimento étnico e na valorização dos conhecimentos tradicionais e suas visões de mundo. A prática pedagógica deve ser referenciada em princípios que permitam aos professores indígenas pensar o currículo a partir da lógica do diálogo entre os seus saberes e os saberes legitimados historicamente pela cultura escolar, na perspectiva de garantir o direito a uma escola específica e diferenciada, multicultural e comunitária”, analisou o coordenador estadual de Educação Escolar Indígena, José Carlos Magalhães.

A cacique e professora Antônia Tuxá, que ensina na Escola Estadual Indígena Capitão Francisco Rodelas, no município de Rodelas, opinou sobre a capacitação da qual está participando. “A formação consiste em momentos de troca de experiências com professores de diferentes etnias, na qual estamos discutindo metodologias e práticas pedagógicas, ou seja, a educação que queremos nas nossas aldeias”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.