RADIO WEB JUAZEIRO : Tesla Cybertruck promete robustez e alto desempenho, mas falha em teste ao vivo
sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Tesla Cybertruck promete robustez e alto desempenho, mas falha em teste ao vivo

Apresentação da picape elétrica causou constrangimento por falha em teste de impacto nos vidros.

Por G1
Tesla Cybertruck — Foto: Divulgação/Tesla

A Tesla revelou seu primeiro veículo utilitário 100% elétrico, a picape Cybertruck, que promete ter "a utilidade de um caminhão e o desempenho de um carro esportivo". Durante a apresentação do modelo, porém, um teste de resistência dos vidros não saiu como planejado.

Os detalhes divulgados sobre o Cybertruck ainda são poucos. O modelo tem autonomia de até 805 km e vai de 0 a 100 km/h em cerca de 3 segundos. A suspensão é adaptativa.

Entre as prometidas utilidades de um caminhão estão capacidade de reboque de mais de 6,3 toneladas, carga útil de até 3,5 toneladas e possibilidade de levar até 6 pessoas. A carroceria é feita de liga de aço inox, resistente a amassados, arranhões e até a balas de 9 mm.
Tesla Cybertruck é feita com liga de aço inox e tem visual anguloso —
 Foto: Divulgação/Tesla

Serão oferecidas 3 configurações diferentes: tração traseira com um motor, tração integral com dois motores e tração integral com três motores. Seus preços iniciais deverão ficar perto dos US$ 50 mil.

Fiasco na apresentação

O Cybertruck foi revelado em Los Angeles, nos Estados Unidos, na noite da última quinta-feira (21). De acordo com a Tesla, a picape teria janelas resistentes a impactos. Porém, durante a demonstração feita com o arremesso de uma bola de aço, os vidros se quebraram.

De acordo com a agência AFP, Elon Musk brincou que o golpe tenha sido "um pouco forte demais".

"Jogamos chaves inglesas, jogamos todo tipo de coisa, jogamos uma máquina de lavar e não quebrou. Por algum motivo, um pouco estranho, quebrou esta noite, não sei por quê", disse Musk, visivelmente desconfortável, segundo a agência.
Vidros da picape se quebraram durante a apresentação, em Los Angeles — Foto: AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE