RADIO WEB JUAZEIRO : A OPINIÃO DO PROFESSOR TACIANO MEDRADO
quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

A OPINIÃO DO PROFESSOR TACIANO MEDRADO

JUAZEIRO - BAHIA : GOVERNO DAS CONTRADIÇÕES
Foto reprodução internet

O prefeito “comunista” de Juazeiro, o senhor Marcus Paulo Bomfim, publicou no dia 02 de janeiro, o Decreto Nº 002/2020 estabelecendo um novo horário de expediente para as atividades da administração pública municipal, das 8h às 14h.

Segundo o decreto o objetivo é: “a necessidade de promover a racionalização dos gastos, otimizando os recursos para o essencial funcionamento dos órgãos e entidades administrativas públicos municipal, objetivando a diminuição dos custos de manutenção dos serviços públicos “.

Caríssimos leitores, observa-se nitidamente de que o atual prefeito de Juazeiro, não entende nada de gestão pública e sequer financeira e o pior desconhece um dos princípios constitucionais em especial o “Princípio da Eficiência Administrativa “. 

O referido decreto cita que a redução do horário objetiva otimizar os recursos , mas esquece que essa mesma redução horários , trará sérios prejuízos para a população que já sofre com déficit no atendimento as demanda por parte das secretarias trabalhando as 8 horas , imaginem agora com redução de 2 horas , ferindo gravemente o princípio da Eficiência administrativa .

Penso se tratar de uma decisão contraditória, reduzir horário de expediente visando conter gastos, já que recentemente o prefeito nomeou mais 13 novos cargos comissionados com uma média salarial de mais de R$ 4.000,00 .

As perguntas que fazemos é:

1ª) Por que ao invés de reduzir expediente , o prefeito municipal não reduziu os altos salários dos seus cargos comissionados e secretários? Afinal que tipo de economia o senhor terá se a população será prejudicada? 

2ª) Como o prefeito fala em “otimizar” recursos, se ao invés de reduzir cargos comissionados, faz é aumentar?

3ª) O gestor fala em “racionalização dos gastos” , “queimando” todas as sextas-feiras , dezenas de milhares de reais em fogos de artifícios no tal programa, “Toda sexta-feira tem obra”?

4ª ) Como o gestor público fala em racionalização dos gastos , se gasta o dinheiro publico com contratações inexpressivas com cachês altos, como os que aconteceram na festa da “virada” ?

Por fim senhor prefeito , cuidado ao usar o palavra “gasto” em finanças , pois ele engloba todos o usos que se faz dos recursos financeiros , conforme explicita os mestres de Finanças e contabilidade de custos Idelcibius & Marion : “Os gastos são classificados como: Custos, despesas, perdas e investimentos. São exemplo de gastos os valores despendidos com compras (mercadorias, matérias-primas, combustíveis, eletricidade, material de escritório, utensílios, etc.), ou com serviços (comunicações, seguros, rendas e alugueres, honorários, etc.

Taciano Gustavo Medrado Sobrinho
Professor de Finanças corporativas, Analise de Investimentos e Engenharia Econômica

Vejam abaixo copia do decreto municipal


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE