RADIO WEB JUAZEIRO : Coronavírus: condenado por matar Eliza Samudio vai para domiciliar
quinta-feira, 19 de março de 2020

Coronavírus: condenado por matar Eliza Samudio vai para domiciliar

Decisão segue orientação dos órgãos de Justiça de Minas Gerais para que detentos do semiaberto fiquem em casa para evitar contaminação

Pablo Nascimento, do R7

Bola cumpre pena no semiaberto em BH-Divulgação - TJMG / Renata Caldeira

O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, condenado pela morte da modelo Eliza Samudio, foi autorizado a ir para o regime domiciliar, nesta quarta-feira (18), devido ao risco de contaminação por coronavírus no sistema prisional. A medida vale por 90 dias.

O benefício foi concedido a partir de uma portaria conjunta dos órgãos de Justiça do Estado que recomenda que detentos que cumprem pena em regime semiaberto ou aberto sejam enviados para o sistema domiciliar. Presos do grupo de risco também devem ter a detenção revista.

Bola, que foi condenado a 22 anos de prisão no caso da morte da ex-namorada do goleiro Bruno, atualmente trabalha durante o dia e volta para a Casa de Custódia de Polícia Civil, em Belo Horizonte, para dormir. Na prática, o preso vai continuar com as atividades que já tem feito durante o dia e terá que se recolher em casa após às 19h30.


Ele também deverá seguir as seguintes determinações:

• Não frequentar bares, boates e locais semelhantes;
• Receber visitas do servidor responsável pela monitoração eletrônica, responder aos seus contatos e cumprir suas orientações;
• Não sair da região metropolitana de Belo Horizonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE