RADIO WEB JUAZEIRO : Wesley Safadão fala sobre redução de salário da sua equipe

#2ECCFA - #87CEFA

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Wesley Safadão fala sobre redução de salário da sua equipe

 Por: Reprodução / Instagram Por: Folhapress


Durante live realizada no sábado (18), o cantor Wesley Safadão, 31, se pronunciou sobre a decisão que tomou de reduzir os salários de seus músicos durante o período da pandemia do novo coronavírus para evitar demissões.

"Se juntar todo o mundo da minha empresa tem mais de cem pessoas para a gente manter. Eu fui muito criticado esses dias porque eu reduzi o salário de quem trabalha comigo em 50%. Mas tem muita gente que mesmo ganhando 50%, está ganhando R$ 3.000, R$ 5.000, R$ 8.000", afirmou.

Safadão também afirmou que muitos artistas, diferentemente dele, só pagam os músicos e funcionários por show e, como apresentações não estão sendo realizadas, esses profissionais não estão ganhando nada. "É muito fácil falar que não vai despedir ninguém porque se não está fazendo show não tem obrigação de pagar nada."

No último dia 9, por meio de uma nota, a WS Shows informou que mantém todos os seus mais de 80 funcionários, e que estes foram consultados antes da medida de redução de salários ser tomada. A maioria informou o desejo de não terem seus contratos de trabalho extintos ou suspensos.

Caso haja alguma demanda de ajuda maior dos trabalhadores, será prestada esta ajuda, afirmou o departamento jurídico da WS Shows.

CONFIRA A NOTA DA WS SHOWS NA ÍNTEGRA: "Informamos que diante da suspensão de suas atividades pela pandemia do Coronavírus (Covid-19), se fez necessária a adoção de medidas que viabilizassem uma ajuda a todos os seus funcionários (mais de 80), considerando para isso fatores como o tempo em que deve estar com suas atividades suspensas e consequentemente sem faturamento, bem como prestar um auxílio que seja suficiente para que funcionários e prestadores de serviço enfrentem esta crise da forma mais branda possível.

Desta forma, diante das opções existentes na legislação trabalhista e aquelas advindas das recentes medidas provisórias, foram consultados funcionários que em sua maioria informavam o desejo de não terem seus contratos de trabalho extintos ou suspensos, diante disto, a empresa entendeu por adotar uma redução parcial do salário, que está prevista na convenção coletiva de trabalho, deixando claro que caso haja situação especifica de algum trabalhador demande uma ajuda maior, será prestada esta ajuda.

Registra-se que tal medida foi adotada em conjunto com os funcionários, visando a preservação de empregos. Lembrando que o setor do entretenimento foi um dos primeiros a parar, logo na primeira quinzena de março e será um dos últimos a voltar a funcionar, sem previsão de receita até meados de julho.

Por fim, importa destacar que a WS Shows é tida como referência em seu segmento, pois foi pioneira na formalização das relações com trabalhadores (CLT), valorizando salários, pagando corretamente todos os direitos e adotando medidas de segurança e prevenção de saúde aos trabalhadores, logo, possuindo funcionários satisfeitos com as condições laborais e recebendo em dia por todo o período de isolamento, até que possam retornar ao trabalho.

Nenhum funcionário da WS Shows perdeu seu emprego e seguirão com os valores acordados até puderem voltar as suas atividades e caso surjam eventuais necessidades serão acolhidos."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE