RADIO WEB JUAZEIRO : Ação conjunta garante o combate à hanseníase e à transmissão vertical do HIV

#2ECCFA - #87CEFA

sexta-feira, 29 de maio de 2020

Ação conjunta garante o combate à hanseníase e à transmissão vertical do HIV

Estudantes de Farmácia fracionam medicamentos e oportunizam continuidade de tratamento

 

Uma parceria entre a Faculdade UNINASSAU Petrolina e a Secretária Municipal de Saúde garante a continuidade das ações de tratamento da hanseníase e combate à transmissão do HIV em bebês. Estudantes do curso de Farmácia da Instituição realizaram o fracionamento de medicamentos, oportunizando e facilitando as atividades de controle e prevenção no município.

O farmacêutico e professor do curso de Farmácia da UNINASSAU Petrolina, David Souza, um dos coordenadores da ação, explica que “a ideia do fracionamento é permitir uma distribuição mais igualitária. Os pacientes com hanseníase que estão, exclusivamente, em tratamento prolongado e alternativo, terão mais um mês garantido”.

Em relação à prevenção da transmissão vertical do HIV, que acontece quando a mãe passa a doença para o feto ou recém-nascido, o fracionamento garante menos desperdício do medicamento, atendendo um número maior de pacientes. Os medicamentos foram colocados em frascos doados pela Meds Farmace.

A coordenadora do curso de Farmácia da Instituição, Victória Carvalho, destaca que “é uma inciativa maravilhosa do nosso docente David junto com a Instituição, pois possibilita novas experiências ao nosso aluno, além de trazer para perto deles a atuação do farmacêutico no serviço de infectologia e suas especificidades”.

Hanseníase

Petrolina é considerada hiperendêmica em relação à hanseníase, situação que acontece quando a cidade tem mais de 40 casos da doença por 100 mil habitantes. A hanseníase é uma doença infectocontagiosa transmitida através da secreção da pessoa doente que não fez o tratamento.

Entre os sintomas estão: manchas na pele, que podem ser esbranquiçadas, acastanhadas, avermelhadas ou amareladas, placas e nódulos pelo corpo e perda da sensibilidade no local que foi atingido.


Marcia Gabriella Dantas de Moura

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE