RADIO WEB JUAZEIRO : Brasil: As Desavenças do Palácio do Planalto contra à Suprema Corte, o Congresso Nacional e Governadores e Imprensa, mostra a Face da Crise!
quarta-feira, 27 de maio de 2020

Brasil: As Desavenças do Palácio do Planalto contra à Suprema Corte, o Congresso Nacional e Governadores e Imprensa, mostra a Face da Crise!


Nunca se viu tanta discórdia intrigante entre representantes das instituições, com piora entre as mais expressivas – a Presidência da República contra à Suprema Corte: STF – Superior Tribunal Federal é destaques dessa preocupante postura. A Câmara Federal dos Deputados e o Senado Federal da República já foram envolvidos, recebendo ataques do presidente da República, protegido por pequenos manifestos populares com faixas de ameaça de fechamento ao STF e o Congresso Nacional e ataques a Imprensa.

Ultimamente, o STF representado pelo ministro Celso de Melo decretou apreensão e investigação dos celulares do senhor presidente da República Jair Messias Bolsonaro e do seu filho senador Carlos Bolsonaro, depois do depoimento do empresário Paulo Marinho suplente do referido senador e também liberou-se o conteúdo da gravação da reunião do primeiro escalão do Governo Federal, objeto de denúncia de Sérgio Moro, então ministro da Justiça e Segurança Naciona l.

O presidente mostrou como é provocador e briguento: Já na campanha de 2018 levou uma metralhadora para cima do palanque em Rio Branco, capital do Estado do Acre e simulou o assassinato dos seus adversários ideológicos; depois brigou com o então seu partido o PSL e foi expulso do referido; em seguida se desentendeu feio com Joice Hasselman/PSL que fez denúncias graves no programa Roda Viva da TV Cultura; rachou com dois ministros da Saúde em mais ou menos um mês; desrespeitou seu superministério Sérgio Moro que se denunciaram gravemente; se desentendeu com governadores e xingou o de São Paulo e o do Rio de Janeiro.

Ele já alimentou briga com o “centro direita”, corrente ideológica mais próxima da sua “extrema deita”, por certa afinidade política, hora por outra, sentam-se, tentando evitar às sequências de ataques e contra-ataques, com: Governador de Goiás, Ronaldo Caiado/DEM; Governador de SP, João Dória/PSDB; presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia/DEM; Presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre/DEM.
Outros incidentes políticos, provocados pelo senhor Jair Messias Bolsonaro chegaram ao conhecimento público. As dezenas de pedidos de Impeachment têm contado com a “generosidade” do deputado Rodrigo Maia que não encaminhou um só se quer – a mesma coisa se pode dizer dos pedidos de afastamento do seu cargo enviado ao Procurador Geral da República, Augusto Aras, que parece mais defensor pessoal do presidente. Parece que Bolsonaro armou uma estratégia para “encontra motivo” pra fechar o Congresso e o STF e decretar a ocupação do poder pelas Foras Armadas; Exército; Marinha e Aeronáutica, porém, diante d e tamanh o desgaste, principalmente nas Redes Sociais, na Grande Mídia e nos Blogs tal ideia perdeu fora e a condição de continuidade da grave crise é uma incógnita.


Sento-Sé, 27 de maio de 2020.

Laurenço Aguiar.
Presidente do PT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE