RADIO WEB JUAZEIRO : Escalada da inadimplência: Valdemiro Santiago atrasa “aluguel de TV”

#2ECCFA - #87CEFA


 

sexta-feira, 5 de junho de 2020

Escalada da inadimplência: Valdemiro Santiago atrasa “aluguel de TV”

Líder religioso deveria pagar 8 milhões de reais por mês pelo direito de ocupar 20 horas diárias da TV Ideal

Por João Batista Jr.

Valdemiro Santiago: inadimplência Reprodução/VEJA

Fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus, o autodenominado apóstolo Valdemiro Santiago deixou de pagar o aluguel da locação de horário da TV Ideal, ex-MTV. O religioso aluga há mais de três anos 20 horas diárias da emissora por valor mensal estimado de 8 milhões de reais. No mercado, o comentário é o de que ele não paga a locação desde o começo da pandemia, já tendo atrasado três meses de prestações. Ou seja, a dívida acumulada já ultrapassaria a casa dos 20 milhões de reais. Procurado por VEJA, Paulo Garcia, dono da TV Ideal, falou que não ia comentar o caso.

Valdemiro tem reclamado durante seus cultos que, durante a pandemia, vários donos de imóveis locados pela Mundial estão entrando com ação de despejo por falta de pagamento. Mas o problema dele é anterior à crise. A Mundial de Valdemiro já acumulava dezenas de processos antes do início da pandemia por não honrar os valores dos aluguéis. Na crise, os atrasos ficaram maiores. “Entrei com um processo porque ele não paga o aluguel do imóvel locado em Monte Mor, interior de São Paulo, há vários meses”, diz o advogado Diego Toloto. “Na verdade, a Mundial deu um caução inicial. Depois de poucos meses de locação, deixou de honrar com o aluguel.”

Para reverter os tempos de vacas magras, um retorno às suas raízes rurais: Valdemiro oferece semente de feijão por 1.000 reais para manter a prosperidade e livrar o fiel do coronavírus. “Vou plantar em cada um para meus filhos, netos… façam o mesmo”, recomendou ele em um culto acompanhado pela reportagem de VEJA. O MP entrou com uma investigação por prática de estelionato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE