RADIO WEB JUAZEIRO : Com mais de mil casos da covid-19, Juazeiro tem toque de recolher prorrogado até dia 19 de julho
quinta-feira, 9 de julho de 2020

Com mais de mil casos da covid-19, Juazeiro tem toque de recolher prorrogado até dia 19 de julho

(Foto: Divulgação/Prefeitura de Juazeiro)

A restrição vai das 18h às 5h, quando ficam proibidos a circulação em vias, equipamentos, locais e praças públicas

A circulação noturna de pessoas em Juazeiro, no norte da Bahia, segue restrita até o dia 19 de julho. A medida de enfrentamento ao novo coronavírus, que terminaria nesta quarta-feira (8), foi prorrogada mais uma vez. Há dois decretos que estabelecem a restrição de circulação: um municipal, que se estende até o dia 19 de julho e um estadual que vai até o dia 15 de julho. A restrição compreende o período das 18h às 5h, quando ficam proibidos a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas, com exceção de deslocamento para serviços de saúde ou farmácias.

A suspensão do funcionamento dos serviços não essenciais e de todas as atividades que geram aglomeração de pessoas se dá pelo crescente número de pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. Juazeiro já contabiliza mais de mil casos confirmados e 34 mortes.

De acordo com o boletim diário da Secretária da Saúde do Município, divulgado na tarde da última terça-feira, foram realizados 8.495 testes, sendo 8.090 por testagem rápida e 405 por laboratório. Internados são 23 pacientes, sendo 14 na UTI e 09 em leitos intermediários. Enquanto 664 pessoas cumprem isolamento domiciliar com monitoramento da SESAU.

O prefeito Paulo Bomfim acompanha todos os indicadores da pandemia e se reúne constantemente com o Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento da covid-19. Nas reuniões é avaliada a evolução da doença em Juazeiro e, mediante embasamento científico e dos dados passados pela equipe médica, são definidas as medidas necessárias para conter a propagação do novo coronavírus.

“Infelizmente ainda não podemos abaixar a guarda relaxando o distanciamento social, pois os números de novos casos são frequentes e já passamos de 30 mortes. Precisamos manter a rede hospitalar sob controle para que a mesma não entre em colapso e assim garantirmos o atendimento dos casos graves. Estamos trabalhando incansavelmente conseguindo ampliar os leitos, porém é muito importante a colaboração de todos no cumprimento dos protocolos sanitários e das medidas restritivas”, externa Paulo Bomfim.

Além dos serviços comerciais não essenciais, continuam suspensas até 19 de julho as atividades em shoppings e galerias, as Feiras e Mercados, as academias, os parques, equipamentos (esportivos e de lazer) públicos e privados, os cultos, missas e outras celebrações religiosas presenciais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE