RADIO WEB JUAZEIRO : Gripe: Petrolina continua vacinando apenas grupos prioritários

#2ECCFA - #87CEFA

quinta-feira, 9 de julho de 2020

Gripe: Petrolina continua vacinando apenas grupos prioritários

Por Assessoria

A Prefeitura de Petrolina reforça que a vacinação contra a gripe no município não está disponível para toda a população, como vem acontecendo em algumas cidades do país. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a imunização está mantida apenas para o público-alvo previamente definido na campanha pelo Ministério da Saúde, porque apesar de o município ter batido a meta e vacinar 100% do público geral, três grupos – crianças, gestantes e mulheres no pós-parto até 45 dias – ainda não alcançaram o percentual estipulado pelo Ministério da Saúde, que é de 90%.

A campanha encerrou no final de junho e o prazo para continuar registrando esse público no sistema do governo federal é até 24 de julho. Até essa data, o público-alvo da campanha pode procurar os postos de saúde e se imunizar.

Fazem parte do público-alvo da campanha de vacinação as pessoas acima de 60 anos, trabalhadores da saúde, portadores de doenças crônicas, trabalhadores de transporte coletivo, profissionais das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, funcionários do sistema prisional, população indígena, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, portuários, população privada de liberdade, crianças de 6 meses a 5 anos, pessoas com deficiência, gestantes, puérperas, professores das escolas públicas e privadas e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Vacinação

A vacina está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Considerando a situação de pandemia, os horários estão organizados da seguinte forma: criança pela manhã na zona urbana, das 7h30 às 12h45. Os demais públicos prioritários devem ser vacinados no período da tarde, das 13h45 às 16h45. Na zona rural a vacinação ocorre das 7h30 às 12h45 (para todos os públicos). Para a imunização é necessário levar o cartão de vacina (se tiver) e também o cartão do SUS. Lembrando que a vacina não imuniza contra o novo coronavírus, porém, auxilia na exclusão do diagnóstico para a covid-19, já que os sintomas são parecidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE