RADIO WEB JUAZEIRO : JUAZEIRO 142 ANOS E MUITOS POSTES NO SEU CAMINHO.
quinta-feira, 16 de julho de 2020

JUAZEIRO 142 ANOS E MUITOS POSTES NO SEU CAMINHO.




Nesse último 15 de Julho a cidade acordou ainda mergulhada em quarentena pela pandemia para as comemorações de mais um aniversário de sua emancipação. 

A programação repetiu o modelo de décadas e o ponto alto foi a inauguração da repavimentação de uma avenida importante, com recursos do governo estadual e que se arrastou por meses até a sua conclusão. 

Em outras cidades do porte de Juazeiro, este tipo de obra faz parte do cotidiano de uma administração. Por ser uma cidade que pouco investe em infraestrutura uma obra dessas ganha destaque e revela a pequinês nos propósitos dos que governam e daqueles que os acompanham.

Dessa vez o entusiasmo exagerado literalmente se chocou com o ridículo inusitado e virou notícia nacional. O planejamento e a execução dessa grande conquista não foi competente para retirar das calçadas e ciclovia um conjunto de velhos postes de cimento que, além de tirar o propósito e funcionalidade dos equipamentos, enfeia e revela um sentimento de coisa mal feita e mal acabada.

Os "postes" viraram os personagens principais da festa de aniversário e daí, fazendo uma reflexão, não seria desproposital uma analogia para demonstrar que ELES não são os únicos nos caminhos de Juazeiro, vejamos;

Hoje, o POSTE MAIOR é o atual mandatário que dez anos após o seu desembarque, para ser promovido de garçom da capital a gerente de churrascaria de beira de estrada, virou prefeito de uma das maiores cidades em população e em economia do estado. Foi eleito democraticamente pela vontade minoritária do eleitorado, constitucionalmente podia ser mas não devia, se àqueles que o indicaram tivessem responsabilidades com a grandeza do que é fazer uma gestão de um município desse porte.

Outro POSTE, o antecessor ao atual prefeito, que nunca levantou da cadeira e desde os primeiros dias constrangeu o governo com a pecha de uma cidade governada por uma dupla de mandatários. Além da sua inconveniente presença, impôs a administração a nomeação de parentes, amigos e funcionários das suas empresas num verdadeiro aparelhamento para o seu projeto personalista que, dois anos depois, levou a prefeitura a investir milhões no maior estelionato eleitoral da história de Juazeiro com a impugnação da sua eleição a Câmara Federal. 

Mais um POSTE, o Legislativo Municipal onde, em algum momento, a totalidade dos seus componentes se curvavam às vontades do Executivo numa escancarada relação de troca de favores. Inusitada antecipação das eleições da mesa, nomeação de parentes de vereadores para cargos importantes da prefeitura e a prática do fisiologismo costumaz tiraram toda a autoridade de quem foi eleito com o dever de legislar e fiscalizar. A rebeldia tardia dos poucos que hoje se insurgem não ajudarão a salvar a legislatura. 

O POSTE seguinte é a política de saúde do município comandada por uma profissional que trazia de mais importante no currículo o parentesco direto com a atual vice-prefeita. Esses últimos três anos foram de muitas denúncias e de fatos concretos sobre o caos instalado na saúde pública de Juazeiro e nenhuma providência adotada. O que estava ruim, piorou e a pandemia provocada pelo vírus mortal apenas serviu para agravar a situação. Os números revelados pelas autoridades sanitárias, maquiados ou não, refletem a incontinência da administração do setor e somente ao final dessa crise é que contaremos com as mortes dos conterrâneos o tamanho da falta de responsabilidade. 

Os demais POSTES retratam a incompetência da administração e de forma emblemática podem ser dedicados às dezenas de ASPONES que povoam o gabinete do prefeito. Eles vão de presidentes de partidos desempregados, suplentes de qualquer eleição, lideranças derrotadas em outros municípios, parentes e aderentes. Os salários pagos a esses "come-e-dorme" seriam suficientes para financiar os projetos e a relocação dos inúmeros POSTES que enfeitam a nova avenida.

Em novembro próximo, vamos tirar ESSES e outros POSTES da estrada do futuro de Juazeiro e permitir que ELA reencontre o caminho do progresso pelas mãos de seus verdadeiros filhos.


CIDADÃO CORONA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE