RADIO WEB JUAZEIRO : 6,3% da população brasileira realizou algum teste para Covid-19 até julho, aponta IBGE

#2ECCFA - #87CEFA

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

6,3% da população brasileira realizou algum teste para Covid-19 até julho, aponta IBGE

 Roque de Sá/Agência Senado Por: Redação BNews 

Do início da pandemia do novo coronavírus até o último mês de julho, 6,3% da população brasileira - ou aproximadamente 13,3 milhões de pessoas - realizaram algum teste para diagnóstico da Covid -19. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD Covid-19), realizada pelo Instituto de Geografia e Estatísticas (IBGE).

O levantamento divulgado nesta quinta-feira (20) também revela que cerca de 20,4% dos testados tiveram resultado positivo, enquanto outros 79,6% não tiveram resultado positivo no teste - ou nos testes - que realizaram. Em julho, na população brasileira, havia 47,2 milhões de pessoas (22,4% da população) com alguma das comorbidades pesquisadas, sendo a hipertensão a mais frequente (12,8%). 

As demais prevalências foram: asma ou bronquite ou enfisema (5,7%); diabetes (5,3%); depressão (3,0%); doenças do coração (2,7%) e câncer (1,1%). O percentual de pessoas com alguma doença crônica e que testou positivo para a Covid19 foi de 1,6%.

Desde o início da crise provocada pelo Sars-Cov-2, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom defende a testagem em massa da população, junto ao isolamento social, como a forma mais eficaz de alterar a trajetória da curva de contágio do coronavírus.

Também de acordo com a pesquisa, a a unidade da federação com o maior percentual de testes realizados foi o Distrito Federal (16,7%), seguida por Amapá (11,0%) e Piauí (10,5%). Por outro lado, Pernambuco registrou o menor percentual (4,1%), seguido por Minas Gerais, Paraná e Rio Grande do Sul (os três com 4,5%).

Considerando o tipo do teste, das 13,3 milhões de pessoas que fizeram algum teste, 4,7 milhões de pessoas fizeram o SWAB e 25,5% testou positivo; 6,4 milhões fizeram o teste rápido com coleta de sangue através do furo no dedo e 15,9% testou positivo; enquanto 4,0 milhões fizeram o teste de coleta de sangue através da veia no braço, sendo 24,6% com Covid confirmada.

O levantamento ainda revela que quanto maior o nível de escolaridade, maior o percentual de pessoas que realizou algum teste. Entre as pessoas sem instrução ao fundamental incompleto, 3,1% e, entre aqueles com superior completo ou pós-graduação, 14,2%. 

E quanto maior a classe de rendimento domiciliar per capita, maior o percentual de pessoas que realizaram algum teste para Covid19, chegando a 14,2% para as pessoas pertencentes ao décimo mais elevado, e abaixo de 4,0% nos dois primeiros décimos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE