RADIO WEB JUAZEIRO : Personal trainer morta por casal de vizinhos levou mais de 30 facadas

#2ECCFA - #87CEFA

sexta-feira, 14 de agosto de 2020

Personal trainer morta por casal de vizinhos levou mais de 30 facadas

Andressa Serantoni, de 28 anos, foi assassinada no bairro Vila Anchieta, em São José do Rio Preto (SP), na frente da casa da mãe dela. Homem e mulher tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Por G1 Rio Preto e Araçatuba

Andressa Serantoni foi morta a facadas em bairro de Rio Preto 
 Foto: Reprodução/Facebook

A personal trainer Andressa Serantoni, de 28 anos, morta a facadas em uma briga com vizinhos, foi golpeada mais de 30 vezes pelo casal, segundo informações obtidas pela TV TEM. O crime foi registrado na tarde de quarta-feira (12), no bairro Vila Anchieta, em São José do Rio Preto (SP).

Joel Fernandes Santos e Sidileide Normanha da Paixão Santos foram presos em flagrante. Os dois passaram por audiência de custódia e tiveram a prisão convertida em preventiva.

Segundo o relato de uma das testemunhas que presenciou o crime, Sidileide tinha o costume de filmar as pessoas que passavam pela rua, o que gerava incômodo entre a vizinhança. No dia do assassinato, Andressa foi até a casa da mãe para alimentar seu cachorro de estimação.

Ao ver que estava sendo filmada, a jovem foi até a mulher reclamar. Em certo momento, a criminosa segurou a vítima pelo braço e disse para o marido, que acompanhava a discussão: “vai lá, pega lá para a gente resolver”. Joel foi até o carro, pegou duas facas, entregou uma para a mulher e os dois começaram a atacar a vítima ao mesmo tempo.

Os golpes se concentraram na região do pescoço e tórax. Contudo, também foram identificadas lesões de defesa nas mãos e nos braços da vítima.

Andressa não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo dela foi velado e enterrado no cemitério Jardim da Paz, em Rio Preto.

Crime
Andressa morreu após ser esfaqueada em bairro de Rio Preto 
 Foto: Reprodução/Instagram

Após cometer o crime, o casal se escondeu dentro de casa. Os policiais precisaram pular o muro para localizar os assassinos.

“Foi necessário que arrombássemos a porta e começássemos a negociação para que eles pudessem sair. Depois de algum tempo conversando, eles saíram, se apresentaram e fizemos a busca pessoal, e a prisão dos autores”, afirma o comandante do pelotão do 9º Batalhão de Ações Especiais da Polícia (BAEP), Felipe Guimarães Juvino.

Joel e Sidileide saíram do imóvel acompanhados pelos quatro filhos, com idades entre 4 e 12 anos, e foram presos em flagrante. O G1 tenta localizar os advogados do casal.

“Nós perguntamos a eles o motivo, mas não quiseram falar. Apenas disseram que era uma briga entre vizinhos”, informou o comandante.

Revoltados com o crime, moradores depredaram o carro do casal.

Personal trainer morre após ser esfaqueada em briga de vizinhos em Rio Preto

Prisão

Joel e Sidileide foram levados à delegacia e autuados por homicídio qualificado por motivo fútil. Eles passaram por audiência de custódia e tiveram a prisão convertida em preventiva.

O homem foi levado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Rio Preto. A mulher permanece à disposição da Justiça na cadeia feminina de Nhandeara (SP). Os filhos do casal foram levados ao Conselho Tutelar e encaminhados para um abrigo do município.

Casal foi preso em flagrante pela morte da personal Andressa Serantoni 
 Foto: Reprodução/TV TEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE