RADIO WEB JUAZEIRO : Brasil tem queda recorde de mortes por coronavírus; Óbitos na Bahia também caem
quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Brasil tem queda recorde de mortes por coronavírus; Óbitos na Bahia também caem

 Por: Arquivo BNews Por: Redação BNews

A média móvel de mortes por coronavírus no Brasil registrou queda de 26% na noite desta terça-feira (8), conforme dados do consórcio de veículos de imprensa brasileira. O país chegou a 127.517 mortes e 4.165.124 casos confirmados da Covid-19. Esta é a terceira vez que a média móvel de mortes aparece com tendência de queda desde 5 de junho, e a primeira em que a queda supera os 20%. 

Ainda de acordo com o consórcio, o Brasil registrou 516 mortes pela Covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas. Com isso, a média móvel de novas mortes nos últimos 7 dias foi de 691 óbitos, uma variação de -26% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Outra notícia boa é que 19 estados apresentaram queda, dentre eles, a Bahia. Estão em queda: RS, SC, ES, RJ, SP, DF, GO, AP, RO, RR, TO, AL, BA, MA, PB, PE, PI, RN e SE.

Sete estados estão em estabilidade, ou seja, o número de mortes não caiu nem subiu significativamente, são eles: PR, MG, MS, MT, AC, PA e CE. O Amapá é o único que os números cresceram. 

Segundo a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), nas últimas 24 horas, foram registrados 851 casos de Covid-19 e 1.448 curados. Dos 272.814 casos confirmados desde o início da pandemia, 259.239 já são considerados curados e 7.841 encontram-se ativos. Os casos confirmados ocorreram em 416 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (29,32%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Ibirataia (6.054,08), Almadina (5.893,12), Itabuna (5.221,29), Dário Meira (4.957,98), Salinas da Margarida (4.793,52).

O último boletim epidemiológico divulgados na terça (8) contabiliza 41 óbitos que ocorreram em diversas datas. No total, a Bahia tem 5.734 óbitos confirmados por Covid-19 desde o início da pandemia, representando uma letalidade de 2,10%. Dentre os óbitos, 55,79% ocorreram no sexo masculino e 44,21% no sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 52,39% corresponderam a parda, seguidos por branca com 16,55%, preta com 15,45%, amarela com 0,82%, indígena com 0,10% e não há informação em 14,68% dos óbitos. O percentual de casos com comorbidade foi de 75,04%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (76,25%).

O boletim contabiliza ainda 512.440 casos descartados e 84.124 em investigação. Estes dados representam notificações oficiais compiladas pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde da Bahia (Cievs-BA), em conjunto com os Cievs municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17 horas desta terça-feira (8).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE