RADIO WEB JUAZEIRO : “Doleiro dos doleiros” diz à Justiça que entregou milhões de dólares a donos da Globo, informa a TV Record
segunda-feira, 21 de setembro de 2020

“Doleiro dos doleiros” diz à Justiça que entregou milhões de dólares a donos da Globo, informa a TV Record

Irmãos Marinho (Foto: Brasil 247/dvulgação)

O programa ‘Domingo Espetacular’ da Record TV teve acesso a delação de Dario Messer, doleiro dos doleiros, e Cláudio Barbosa, o Toni. A reportagem conta que entre milhares de clientes do doleiro dos doleiros, encontram-se dois herdeiros da Rede Globo. Messer e Claudio Barbosa foram contratados para facilitar milionárias transações financeiras clandestinas em dinheiro vivo e em dólar da família Marinho

Segundo a TV Record, os doleiros Dario Messer e Cláudio Barbosa teriam sido contratados pela família Marinho para facilitar transações financeiras clandestinas a donos da Rede Globo, informa o DCM.

A reportagem da TV Record conta que entre milhares de clientes do doleiro dos doleiros, encontram-se dois herdeiros da Rede Globo. Messer e Claudio Barbosa foram contratados para facilitar transações financeiras clandestinas da família Marinho. 

De acordo com a reportagem, Dario Messer confessou ao Ministério Público Federal que prestou serviços aos irmãos Marinho em operações ilegais de câmbio de moeda, um esquema criminoso que consistia em facilitar o envio de dólares ao exterior. Esses milhões de dólares passavam pela portaria da TV Globo três vezes ao mês e eram entregues aos donos da emissora. De acordo com a delação, o esquema começou há 30 anos. 

A família Marinho nunca explicou por que Dario Messer entregou essas quantias milionárias em dinheiro vivo e em moeda estrangeira na sede da TV Globo e não conta à nação por que o doleiro dos doleiros entregava de duas a três vezes por mês quantias que oscilavam entre 50.000 e 300.000 dólares em espécie para os Marinho. 

Segundo Messer, “a entrega dos pacotes de dinheiro acontecia dentro da sede da Rede Globo, no Jardim Botânico”, e “os destinatários do dinheiro seriam os irmãos Roberto Irineu (Presidente do Conselho de Administração do Grupo Globo) e João Roberto Marinho (vice-presidente do Grupo Globo)”.

Na delação, Messer também detalhou que “a pessoa que recebia o dinheiro na Globo era um funcionário identificado por ele como José Aleixo”.

Vídeo abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE