RADIO WEB JUAZEIRO : MAIS UM PROTESTO EM FRENTE AO PAÇO MUNICIPAL

#2ECCFA - #87CEFA


 

sexta-feira, 18 de setembro de 2020

MAIS UM PROTESTO EM FRENTE AO PAÇO MUNICIPAL

FAMILIARES DA BEBÊ QUE MORREU CINCO DIAS APÓS NASCER NO CHÃO DA MATERNIDADE DO HOSPITAL DA MULHER, EM JUAZEIRO, NO NORTE DA BAHIA FAZEM PROTESTO EM FRENTE AO PAÇO MUNICIPAL NESSA SEXTA-FEIRA(18)

Taciano G. M. Sobrinho


Fotos reprodução via Whats app

Familiares da bebê que morreu cinco dias após nascer no chão da maternidade do Hospital da Mulher, em Juazeiro, no norte da Bahia fazem na manha dessa sexta-feira (18) manifestação de protesto contra a atual gestão de saúde do município á frente do paço municipal .

A recém-nascida teve uma parada cardiorrespiratória. Conforme os familiares, a mãe da criança, Jessica Ferreira Santos, de 27 anos, teve eclâmpsia (aumento da pressão arterial e convulsão) e esteve internada na UTI de uma outra unidade de saúde mas não resistiu e veio a óbito. 

Na ocasião em nota, a Secretaria de Saúde de Juazeiro (Sesau) lamentou a morte da recém-nascida e informou que a regulação para uma UTI neonatal foi autorizada na segunda-feira, para a cidade de Irecê, com UTI aérea solicitada.

"Infelizmente, nesta segunda-feira, ela teve uma parada [cardiorrespiratória], as manobras de reanimação foram feitas, mas a bebê não reagiu. A secretaria lamenta o ocorrido, e neste momento, se solidariza com a família da criança", disse na nota.

A secretária de saúde da cidade, Fabíola Ribeiro, afirmou que houve atendimento e suporte para a mulher.

"O correu assistência na recepção da unidade por a paciente ter entrado na unidade em período expulsivo. Ela já estava em trabalho de parto avançado e terminou recebendo essa assistência na nossa recepção. Ficou na nossa unidade por cinco dias. Tentamos regulação por todos os dias para que fosse direcionada para uma unidade de alta complexidade. Infelizmente, a gente não conseguiu ter acesso a vaga", falou a secretária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE