RADIO WEB JUAZEIRO : Moradores buscam explicação sobre água barrenta em lagoa do Alphaville
terça-feira, 22 de setembro de 2020

Moradores buscam explicação sobre água barrenta em lagoa do Alphaville

Gabriel Andrade

Fotos mostram o antes e depois da lagoa | Foto: Cidadão Repórter | A TARDE

A atual situação das águas da Lagoa de Alphaville tem assustado moradores. A lagoa, que antes era cheia e cristalina, agora tem cor de barro e está cada dia mais vazia. De acordo com Nivaldo Lopes, morador da região, ainda não se sabe o motivo da mudança na qualidade da água.
"Aos poucos, a medida que foi baixando a quantidade de água ela foi ficando barrenta. Ela perdeu quatro metros de profundada e perde cerca de 12 centímetros por dia”, explicou Lopes.

Outra moradora, que não quis se identificar, também se assustou com a situação das águas. “A lagoa sempre foi bem cheia, chovendo ou não. Agora, de um mês pra cá, a lagoa está secando. Agora tem partes que não tem nem mais água direito, é só uma lama”, explica.

Para tentar resolver a situação e buscar por respostas, os moradores criaram o grupo “SOS Lagoa do Alphaville”. Os denunciantes procuraram órgãos públicos, prefeitura, Inema, Ministério Público e Polícia Ambiental para uma avaliação.

Lagoa faz parte da bacia hidrográfica do Passa Vaca, que nasce no bairro de São Rafael | Foto: Cidadão Repórter | A TARDE

O Portal A TARDE entrou em contato com os órgãos para saber a situação das análises, entretanto, até o momento, não obteve retorno. A última coleta de dados da algoa pelo Inema, em 2015, e foi constatado uma profundidade de 4,5 metros.

A lagoa faz parte da bacia hidrográfica do Passa Vaca, que nasce no bairro de São Rafael, corta a Avenida Paralela, atravessa toda Patamares e deságua no Rio Jaguaribe.

Se antes, o local mais profundo tinha oito metros, de acordo com moradores, o mais profundo atualmente está com quatro metros.

"Queremos pressionar os órgãos públicos para tentar descobrir o que realmente aconteceu. Porque, se continuar do jeito que está, ela vai secar em toda sua totalidade” salientou Nivaldo, que além de morador, é voluntário na manutenção da lagoa.

Outra preocupação é com a saúde dos animais que vivem no local, que é lar de espécies de peixes como Traíra, Tilapias, Tucunarés, Tambaquis e Tamvacus. “Se não houver uma solução para essa perda de agua, dentro de 30 dias a lagoa vai estar seca, e os apartamentos vão se tornar inabitáveis devido ao mau cheiro”, finalizou.

Lagoa é lar de diversas espécies de animais 
 Foto: Cidadão Repórter | A TARDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE