RADIO WEB JUAZEIRO : Presidente de TSE diz que Justiça eleitoral vai combater as fakes news
segunda-feira, 28 de setembro de 2020

Presidente de TSE diz que Justiça eleitoral vai combater as fakes news

Barroso disse que a Justiça vai combater ‘milícias’ que disseminam mentiras na internet

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, afirmou em entrevista ao jornal O Globo que a Justiça deve combater ‘milícias’ que disseminam mentiras na internet. Para o ministro, como princípio não haver controle de conteúdo das redes sociais. Mas, alertou ele na entrevista, “deve haver o cuidadoso controle do que se tem chamado de comportamentos coordenados inautênticos”.
De acordo com Barroso, o TSE já formalizou parceria com todas as principais mídias sociais (WhatsApp, Facebook, Instagrame e Google) para a utilização de ferramentas, algumas especialmente desenvolvidas para detectar comportamentos, que incluem uso de robôs, o uso de perfis falsos e impulsionamentos ilegais.

O ministro disse que há um compromisso dessas plataformas de, por meios tecnológicos, enfrentarem a fake news e a propagação do ódio na internet. “É impossível eliminar o risco de fake news, mas estamos tratando essa questão com grande empenho e profissionalismo. Por parceria com as empresas de telefonia, todos os eleitores por dois meses terão acesso gratuito via internet à página do TSE para obter informações confiáveis”, observou.

O magistrado explicou ainda que, uma vez detectados comportamentos inautênticos na internet, a conta será removida. E acrescentou que, para isso, não será necessário medida judicial. “Você pode até ter remoção de conteúdos por determinação judicial. Mas a parceria que nós fizemos é para a remoção pelas próprias plataformas assim que detectado o problema”, explicou

De acordo com ele, será criado um canal direto com o TSE ara denúncias de conteúdos falsos. “Qualquer pessoa que esteja recebendo impulsionamento que considere inautêntico (poderá denunciar), e nós, automaticamente, comunicamos à mídia social; ela retira, se achar que é o caso”, afirmou.

A TARDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE