RADIO WEB JUAZEIRO : André do Rap foi solto porque procurador não cumpriu a lei, diz Rodrigo Maia

#2ECCFA - #87CEFA

 


terça-feira, 13 de outubro de 2020

André do Rap foi solto porque procurador não cumpriu a lei, diz Rodrigo Maia

"Sempre se transfere para a política o desgaste e a polêmica", declarou Maia | Foto: Marcelo Camargo | Agência Brasil

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), defendeu o Congresso no caso envolvendo a soltura e o novo pedido de prisão para o traficante conhecido como André do Rap, apontado como líder do PCC. "Eu acho engraçado. Sempre se transfere para a política o desgaste e a polêmica. Por que a gente não cobra do procurador, independe que seja na primeira ou na segunda instância?" disparou Maia.

"Por que não cumpriu o papel dele? Ele é pago para isso, ele fez concurso para isso, jurou a Constituição para isso. Por que é sempre a política?", continuou o presidente da Câmara. André foi solto por decisão do ministro do Supremo tribunal Federal (STF) Marco Aurélio, alegando o estrito cumprimento da lei.

Mas no domingo à noite, o colega de tribunal e atual presidente da corte, Luiz Fux, mandou prender novamente o traficante, que agora é considerado foragido. Ainda de acordo com Maia , a atual polêmica é muito mais complexa do que apenas falar que a lei resultou em um caso simbólico, de libertação de um traficante.

A lei em questão, sancionada no final do ano passado, determina que a prisão preventiva dura por 90 dias, podendo, com ato fundamentado, ser renovada. Segundo Maia, a lei teve uma preocupação: “Não dá para uma pessoa ficar presa tantos meses, tanto tempo, por prisão preventiva, sem nem denúncia.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE