RADIO WEB JUAZEIRO : Santos perde patrocinador após contratação de Robinho

#2ECCFA - #87CEFA

 


quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Santos perde patrocinador após contratação de Robinho

Robinho assinando contrato em seu retorno ao Santos 
 Foto: Divulgação | Santos FC

O time do Santos tem colhido as consequências por conta da contratação do atacante Robinho. A rede estética de ortodontia, Orthopride, decidiu na tarde desta quarta-feira, 14, romper o acordo de patrocínio que tinha com a equipe da Vila Belmiro.

A empresa anunciava na camisa do Peixe desde maio de 2018 e possuía contrato até 2021. O diretor de operações da Orthopride, Richard Adam, justificou o fim da parceria em respeita as mulheres, por conta de seu público ser majoritariamente feminino. Além disso, a rede afirmou que não sabia previamente da contratação de Robinho e que foram pegos de surpresa.

"Nós temos enorme respeito pela história do Santos. Mas neste momento decidimos pelo rompimento do contrato de patrocínio. Nosso público é majoritariamente feminino e, em respeito às mulheres que consomem nossos produtos, tivemos que tomar essa decisão. Queremos deixar claro que não fomos informados previamente sobre a contratação do Robinho, fomos pegos de surpresa pela imprensa no fim de semana", disse Adam.

Entenda o caso

Em 2014, quando ainda defendia o Milan, Robinho foi acusado de ter estuprado, em conjunto com cinco homens, uma jovem albanesa de 22 anos em uma boate, na cidade de Milão. Julgado em 2017, o atacante foi sentenciado, em primeira instância, a nove anos de prisão. No entanto, como a decisão ainda cabe dois recursos e o jogador está recorrendo, a condenação não é definitiva e ele segue livre para jogar futebol.

Anunciado o retorno ao Santos no dia 09 de outubro, a contratação do camisa 7 gerou muitas críticas nas redes sociais, principalmente por parte da torcida do Alvinegro praiano. O atual presidente do Peixe, Orlando Rollo, saiu em defesa do jogador de 36 anos e pediu "prudência" para as pessoas que estão proferindo ataques.

"Quero fazer uma lembrança, recentemente vimos que uma acusação contra o jogador Neymar na realidade era uma grande armação para tirar proveito do atleta. Por isso devemos ser prudentes e esperar a decisão da Justiça Italiana", destacou o dirigente santista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE