RADIO WEB JUAZEIRO : Justiça nega recurso de Olavo de Carvalho para não pagar R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso
sexta-feira, 13 de novembro de 2020

Justiça nega recurso de Olavo de Carvalho para não pagar R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso

Por: Reprodução / Instagram - Por: Redação BNews

No início do mês, Olavo de Carvalho entrou com um recurso na Justiça no Rio de Janeiro para suspender o pagamento de uma indenização a Caetano Veloso, de R$ 2,9 milhões. O valor se deve ao não cumprimento de uma ordem para que Olavo removesse as acusações de pedofilia postadas em suas redes sociais, em 2017, contra o cantor.

No entanto, o recurso foi negado. Segundo informações do colunista Ancelmo Góis, do jornal O Globo, o pedido de liminar foi negado pelo desembargador José Acir Lessa Giordani, da 12ª Câmara Cível do Rio. Um novo prazo para pagamento não foi informado.

Olavo foi processado por Caetano ainda em 2017. O músico baiano pediu indenização por danos morais por publicações feitas nas redes sociais em que o escritor acusava Caetano de pedofilia pelo seu romance com a produtora Paula Lavigne. O relacionamento entre os dois começou quando Paula tinha 13 anos e Caetano 40. O casal chegou a se separar em 2004, mas reatou e permanece junto até hoje.

O escritor chegou a pagar R$ 65.966,78 a Caetano por danos morais em agosto, mas se recusou a apagar as publicações questionadas pelo músico. A ordem foi dada pela Justiça sob a pena de multa diária de R$ 10 mil, e por isso Olavo acumulou a multa milionária. À época da decisão, em 2017, o escritor foi intimado em sua casa nos Estados Unidos, mas preferiu manter as publicações no ar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE