RADIO WEB JUAZEIRO : Prefeitura de Juazeiro se une aos mototaxistas e devolve direitos que foram retirados da categoria
quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Prefeitura de Juazeiro se une aos mototaxistas e devolve direitos que foram retirados da categoria


Um novo tempo de trabalho também chegou para os mototaxistas de Juazeiro. A Prefeitura Municipal, através da Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT), atenta às reivindicações antigas da categoria, tem buscado garantir os direitos desses trabalhadores, como a autorização para o retorno do condutor auxiliar, suspenso desde 2017.

Agora, como compromisso da gestão Suzana Ramos, a categoria volta a ter direito ao condutor auxiliar que substituirá o titular quando ele estiver impedido de realizar sua função. Para isso o condutor auxiliar deverá possuir, entre outras exigências, o curso de capacitação para trabalhar na área e ser cadastrado na CSTT. O auxiliar também deverá utilizar a mesma motocicleta que o titular legalizado e ter a identificação de “condutor auxiliar” no colete.

Outra grande conquista proporcionada pelo novo governo aos mototaxistas estende, excepcionalmente por um ano, o prazo para circulação de motocicletas fabricadas em 2014, apenas para o serviço de mototáxi e motoentrega. A medida levou em consideração a crise econômica gerada pela atual situação do país com a pandemia. Mas para usufruir dessas novidades, o profissional precisa estar legalizado e assim, desfrutar do serviço de transporte alternativo de passageiros de Juazeiro.

Mototaxistas clandestinos

Para o diretor-presidente da CSTT, Tenório Filho, é preciso combater os mototaxistas clandestinos para dar mais segurança aos usuários. Ele esclarece que a companhia tem adotado todos os procedimentos necessários na fiscalização dessa prática no município, como também na apreensão dos veículos utilizados.

Para retirada das motocicletas apreendidas do pátio da CSTT, existem duas formas: com a apresentação de recurso através de processo administrativo com parecer favorável ao requerente ou mediante pagamento de multa, em que é gerado o termo de liberação do veículo. Ambas devem ser feitas na sede da companhia.

As fiscalizações aos mototaxistas irregulares ocorrem diariamente no município, para coibir tal prática.

“Todas essas ações são apenas o início do que foi planejado para Juazeiro. Estamos caminhando a passos largos, mostrando nosso trabalho e comprometimento com toda a população e principalmente com a categoria dos mototaxistas. Queremos devolver a esses profissionais o sentimento de pertencimento e orgulho desta terra”, enfatizou o diretor-presidente da CSTT.

Thamires Santos - Assessora de Imprensa da CSTT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE