RADIO WEB JUAZEIRO : Quem é Uili Bergammín Oz?
segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

Quem é Uili Bergammín Oz?


Sinto-me feliz quando maculo a pagina em branco falando da importância de alguém. Hoje com palavras simples, mas com muita autenticidade quero falar desse arguto escritor. Uili Bergammín Oz já traz em seu nome as características de quem escreve ou é autor de algum livro ou cineasta famoso, isso foi minha primeira análise superficial. Bom, ele foi criado em Cotiporã, uma pequena cidade sem muita expressividade, com uns quatro mil habitantes. Atualmente mora em Caxias do Sul há 20 anos, lá contém 500 mil habitantes. Desde cedo mergulhou de corpo e alma dentro do universo literário em busca de novos horizontes. Já leu diversos clássicos literários, muitos autores, aperfeiçoando assim sua escrita e tendo uma visão de mundo que lhe desse a capacidade de ter empatia com seus leitores.

Mas, quem é Uili? Ele vem de uma família humilde, natural de uma cidade conhecida por Bento Gonçalves, com mais de 100 mil habitantes, uma realidade que reflete a maioria dos brasileiros e escritores leigos. Esse jovem talentoso e entusiasta é apaixonado por leituras, livros e viagens e, acredite se quiser, mas em tão jovem idade já percorreu 25 países. Participou de vários concursos de poesias, logrou êxito em muitos deles, ganhou prêmios nacionais e internacionais. Em sua trajetória escreveu biografias de personalidades importantes em sua região, escreveu para revistas conceituadas, jornais e empresas de grupos importantes. É um exímio palestrante que sabe atender as expectativas de seus ouvintes e deixa seu público magnetizado com gostinho de quero mais e palestrou para um público de mais 250 mil pessoas. Temas como: Motivação e desenvolvimento pessoal, ética, filosofia, literatura, ação e proatividade, atendimento, vendas, trabalho em equipe, sonhos e propósitos de vida e por último, resiliência, fazem parte de seu repertório e profissionalismo. Sua busca incessante por sabedoria e idealismo o colocou em uma posição de destaque e prestígio. 

Todo aquele que escreve sente de alguma maneira uma influência de algum autor ou livro especificamente. Em 15 anos de estrada e aprendizado não foi diferente para esse conferencista e literato. Dentre suas admiráveis leituras, um clássico causou um impacto em sua vida grandemente, o livro de Dom Quixote de lá Mancha. Segundo ele, foi uma inspiração em sua carreira literária e que o levou a ir á Espanha conferir de perto essa história impactante e fenomenal. Depois de uma investigação dos fatos conseguiu traduzir e escrever uma adaptação do referido livro com uma contextualização contemporânea. Esse gaúcho sugestiona que todos deveriam ler essa obra e com certeza extrairia muitas informações e enriqueceria sua vida com uma leitura plausível e robusta. Outro autor erudito que exerceu um papel importante e significativo em seu início de caminhada foi Saramago. Este contribuiu significativamente para consolidar seu ofício de escrever. Ficava absorvido com a leitura das obras dele, de repente, imperceptivelmente, já estava imitando-o, querendo ser igual ao grande mestre da escrita, que por sinal recebeu o prêmio Nobel de literatura. Literalmente copiava sua maneira de escrever, foi quando percebeu que isso não poderia continuar, precisaria de identidade própria, ser realmente Uili Bergammín Oz e não SARAMAGO. Atualmente possui sua própria biblioteca, sempre aumentando seu acervo cultural, têm 17 livros publicados, com ênfase em contos, crônicas, poesias, novelas e romances. Verdade seja dita suas obras foram adaptadas para o cinema e alguns de seus livros se encontram na Amazon abrangendo um público infantil, adolescente e adulto. É autor independente beste seller, pois, vendeu 50 mil livros e suas obras alcançaram um grande sucesso e ele, projeção e visibilidade. Alguns o conhecem por Dom Quixote dos Pampas, por ter adaptado o engenhoso clássico espanhol e, outros o chamam de mago das palavras, por semelhança e parentesco distante do Mágico de Oz. Como empresário possui uma agência de viagem fruto do que já conquistou como escritor de livro, pois, com recursos que recebeu pelo um trabalho realizado conquistou essa empresa. Eu aconselho a conhecer Uili Bergammín Oz e suas obras. Seu maior sonho e acredito que seja o sonho da maioria de quem escreve é viver da arte da escrita. Infelizmente aqui no Brasil é muito complicado na atual conjuntura em que nos encontramos. 

No nosso país fecham-se livrarias e abrem-se farmácias em qualquer esquina da cidade. Contudo, por mais que seja espinhoso o ofício, pisando em cardos e enfrentando desilusões, escrever é sempre um protesto, é a nossa marca, é a nossa cosmovisão do mundo que nos cerca, é a nossa crítica pessoal como autor e leitor. Entretanto, é muito prazeroso entregar nas mãos das pessoas a nossa literatura, nossas palavras, nossa escrita, o nosso livro e por que não dizer um novo filho. Cada gestor municipal deveria implantar em sua cidade um projeto literário, ou seja, plantar pés de livros nas praças, ao invés de frutos pendurados nos seus galhos, que fossem livros, sem dúvida causaria uma grande impressão na sociedade, principalmente em nossos jovens estudantes, bem como, nossas crianças. Seria uma revolução cultural e literária em prol dos livros.


Antonio Damião Oliveira da Silva 
Graduado em Matemática pela UPE-FFPP
Guarda Civil Municipal de Petrolina/PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE