RADIO WEB JUAZEIRO : Advogado é flagrado fazendo sexo durante audiência pelo Zoom
terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Advogado é flagrado fazendo sexo durante audiência pelo Zoom

Por: Fernando Moreira 

Advogado é flagrado fazendo sexo durante audiência pelo Zoom
 Foto: Reprodução


Um advogado está enfrentando investigação depois de fazer sexo durante uma audiência pelo Zoom., aparentemente sem perceber que estava sendo observado.

O peruano Hector Paredes Robles foi considerado uma "desgraça para a sua profissão" pelo juiz que presidiu a audiência virtual, após por sua "atuação pornográfica" enquanto sua câmera estava ligada.

Imagens mostraram Hector se despindo e sentando em sua cadeira para que uma mulher nua pudesse ficar em cima dele enquanto os funcionários do tribunal e outros advogados observavam surpresos.

O juiz John Chahua Torres chamou um policial quando uma assessora tentou alertar Hector de que sua sessão de sexo estava sendo observada e gravada em uma transmissão ao vivo.

Advogado é flagrado fazendo sexo durante audiência pelo Zoom
 Foto: Reprodução

Flagra de sexo pelo Zoom no Peru Foto: Reprodução

A surreal sequência de eventos ocorreu na última terça-feira (26/1) durante uma audiência virtual de prisão preventiva em tribunal de Pichanaki, na região central do Peru, de acordo com o site "Peru 21".

O advogado flagrado pela tecnologia defendia um dos presos depois de uma operação contra uma quadrilha do crime organizado conhecida como Los Z de Chanchamayo.

O juiz afirmou:

"Estamos testemunhando atos obscenos que representam uma violação da decência pública e são agravados pelo fato de serem registrados nacionalmente."

Depois, uma funcionária do tribunal confirmou:

"É a câmera de Hector Paredes Robles."

O magistrado, então, acrescentou:

"Instruo o Ministério Público Estadual a iniciar uma investigação imediata."


O advogado está proibido preventivamente de atuar em casos de tráfico de terras, fraude e extorsão.

Ele também foi informado de que enfrentaria duas investigações separadas, uma por promotores estaduais e outra por sua ordem de advogados local. Hector pode perder o registro para advogar.

Alguns relatos da imprensa local descreveram a mulher na sessão de sexo como cliente de Hector, embora ela ainda não tenha sido identificada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE