RADIO WEB JUAZEIRO : “A categoria está exausta, desvalorizada”, critica presidente do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia
terça-feira, 16 de março de 2021

“A categoria está exausta, desvalorizada”, critica presidente do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia

Raphael Santana

"A pandemia revelou a importância do trabalho dos enfermeiros, mas, também, as péssimas condições de trabalho que está submetida a enfermagem", afirmou o presidente do Coren-BA, Jimi MedeirosFoto: Mateus Pereira | GOVBA

Desde o início da pandemia da Covid-19, há um ano, pelo menos 30 enfermeiros morreram em função da doença na Bahia. A estimativa é do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA). Os profissionais que atuam na linha de frente do combate à pandemia se queixam, principalmente, de esgotamento físico e mental.

O presidente o Coren-Ba, Jimi Medeiros, foi o entrevistado do programa Isso é Bahia, na rádio A TARDE FM, na manhã desta terça-feira, 16, e falou do momento crítico da pandemia para estes profissionais da saúde.

“A pandemia revelou, de alguma forma, a importância do trabalho dos enfermeiros, técnicos e auxiliares, mas revelou, também, as péssimas condições de trabalho que está submetida a enfermagem. A falta de um conforto, falta de piso salarial e uma carga horária excessiva. Isso está impactando na saúde dos profissionais e no possível colapso do sistema de saúde, porque alguns profissionais estão se afastando por adoecimento e morte”, avaliou.

Jimi disse, ainda, que estas situações têm gerado a desmotivação dos trabalhadores em substituir os plantões. Ele aproveitou a oportunidade para abordar o subdimensionamento de pessoal.

“Estão abrindo Hospitais de Campanha e Unidades de Pronto Atendimento para Covid-19, mas não na quantidade de profissionais que deveria ser correto. A categoria está exausta, desvalorizada e o processo de trabalho é cansativo”, criticou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE