RADIO WEB JUAZEIRO : Secretaria da Educação inicia Jornada Pedagógica para preparação do ano letivo 2020/2021
terça-feira, 9 de março de 2021

Secretaria da Educação inicia Jornada Pedagógica para preparação do ano letivo 2020/2021




A partir desta segunda-feira (8), durante cinco dias, gestores, professores, coordenadores e demais funcionários da rede estadual de Educação estarão na reta final de preparação para o início do ano letivo 2020/2021, no próximo dia 15. A Jornada Pedagógica Paulo Freire foi aberta nesta manhã, nos canais TV Educa Bahia e Youtube Educação Bahia, com a participação do secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, e da educadora Fátima Freire, uma das filhas de Paulo Freire. A jornada segue até sexta-feira (12). A rede estadual conta com 60 mil funcionários, sendo de 30 mil professores, e são esperadas cerca de 800 mil matrículas para este ano.

Segundo Jerônimo Rodrigues, durante a semana inteira serão abordados temas como sistema de avaliação e monitoramento. “Nós temos o momento do planejamento concreto e de fato, como vai ser o uso do material, quais são os conteúdos curriculares essenciais. E temos, ainda, no último dia, o tratamento sobre a Covid-19. Nós acompanharemos e cuidaremos tanto de professores quanto dos estudantes, para que eles possam continuar atentos, em casa, com o cuidado do distanciamento, da higienização das mãos”.

Para Rodrigues, o maior desafio de 2021 é colocar em prática o ensino híbrido, uma vez que o ano letivo vai começar de forma totalmente remota e evoluir para o presencial, de acordo com as possibilidades indicadas pela Secretaria da Saúde e pelos índices de contaminação da Covid-19. “Em algumas áreas há uma exigência muito grande, da parte prática, de laboratório. Nós não seremos os mesmos profissionais, os mesmos educadores que fomos nos outros anos. As outras jornadas pedagógicas também nos deixaram marcas, mas esta tem um desafio maior”.



A educadora Fátima Freire ressaltou a importância dos professores estarem conscientes dos desafios do ensino remoto e abertos a conhecerem novas metodologias de aprendizado nesta pandemia. “A escola é fundamental e sagrada para todo professor e o grande desafio é estarmos com o corpo aberto para este momento que temos que driblar a pandemia. É saber falar e também escutar, para que, unidos, possamos deixar que a nossa vontade e curiosidade fortaleçam esses novos espaços de aprendizagem”, disse.

Com mediação da diretora geral do Instituto Anísio Teixeira (IAT), Cybele Amado, ainda estiveram presentes na live a superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Manuelita Brito; a secretária de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia, Julieta Palmeira (em vídeo); as estudantes indígenas Ana Beatriz Ká Arfer Jurum Tuxá, Maria Fernanda Ká Arfer Jurum Tuxá e Maria Antonia Ká Arfer Jurum Tuxá; as estudantes Júlia Fernanda e Gabriely Martins; e a cantora e educadora Juliana Ribeiro.

Programação

Como objetivo central da jornada, destaca-se a conclusão do planejamento pedagógico, iniciado a partir do Plano 21 e da pré-jornada. A programação para os cinco dias de Jornada Pedagógica Paulo Freire está dividida, diariamente, em duas partes. Na abertura de cada dia, a Secretaria da Educação do Estado promoverá uma webinar com convidados, apresentando os temas centrais que precisam ser observados e cuidados no início deste ano letivo, funcionando como fio condutor do planejamento das atividades pedagógicas.

>> Veja aqui a programação completa (https://bit.ly/30n2zSr)

Em seguida, as equipes escolares entram em prática, considerando as múltiplas demandas e temas a serem trabalhados neste momento de preparação. Sugere-se que estes momentos sejam organizados em oficinas, com os temas propostos pela Secretaria da Educação ou outros decididos pela equipe.

A professora do Ensino Fundamental Lucília Coimbra, do Colégio Estadual Deputado Henrique Brito, em Salvador, considera a Jornada Pedagógica Paulo Freire 2020/2021 um grande acontecimento no âmbito da educação pública da Bahia. “A minha expectativa é de que todos os temas da programação provoquem os profissionais da Educação a pensarem sobre novas formas de aprender e de ensinar, impostas pelas circunstâncias que afetam a todas e todos. Será uma oportunidade de ressignificar as práticas até recentemente possíveis. Estou muito animada para o trabalho em que o coletivo permitirá trocas muito positivas”.

Fotos: Divulgação
Assessoria de Comunicação
Secretaria da Educação do Estado da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE