RADIO WEB JUAZEIRO : Fortuna de ganhador da Mega-Sena assassinado será dividida entre filha e irmãos da vítima
segunda-feira, 31 de maio de 2021

Fortuna de ganhador da Mega-Sena assassinado será dividida entre filha e irmãos da vítima

 Por: Reprodução/ TV Globo Por: Redação BNews

A disputa judicial pela fortuna do ex-lavrador Renê Senna, assassinado em 2007, após ganhar na Mega-Sena, chegou ao fim após 14 anos.

De acordo com informações do jornal Extra, a justiça autorizou a filha de Senna, Renata Senna, a receber metade do prêmio conquistado pelo pai - atualmente avaliado em aproximadamente R$ 120 milhões.

Já a outra metade ficará com os irmãos de Senna. Segundo a publicação, no último dia 11, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou um recurso da viúva do milionário, Adriana Ferreira Almeida.

Ela, que ficou conhecida como "Viúva da Mega-Sena", foi condenada em dezembro de 2016 a 20 anos de prisão pelo homicídio, cujo objetivo era validar o testamento que a beneficiava.

Assim, a Corte confirmou o entendimento da 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, que, em 2018, anulou o testamento que dava à viúva direito à metade da fortuna.

Na ocasião, a Justiça considerou que Senna foi manipulado por Adriana, que já teria um plano para matá-lo. O acórdão, assim, reconheceu um testamento anterior, que dava a nove irmãos de Renê o direito à metade de seus bens.

O ex-lavrador foi executado a tiros em 7 de janeiro de 2007 no município de Rio Bonito, na Região Metropolitana fluminense. De acordo com a sentença que condenou Adriana, ela encomendou a morte do marido após ele ter dito que iria excluí-la do testamento, pois sabia que estava sendo traído.

Agora, a defesa dos irmãos de Senna aguarda o retorno do processo ao Rio para solicitar a retirada da metade da herança. O periódico destaca ainda que, por decisão da Justiça, com o intuito de viabilizar a partilha da fortuna, os imóveis de Senna já começaram a ser leiloados.

Em meados de março, por exemplo, a Fazenda Nossa Senhora da Conceição, em Rio Bonito, onde o milionário viveu seus últimos meses de vida, foi vendida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE