RADIO WEB JUAZEIRO : Esclarecimento de Wagner não teria convencido moradores de ribeirinhos do São Francisco
quinta-feira, 17 de junho de 2021

Esclarecimento de Wagner não teria convencido moradores de ribeirinhos do São Francisco

Foto: Divulgação / Câmara dos Deputados

Depois da crítica lançada por deputados ligados ao governo federal e da tentativa de esclarecimento do senador Jaques Wagner (PT), a polêmica parece não ter fim.

Isso porque os ribeirinhos do Rio São Francisco reagiram ao vídeo publicado pelo senador petista em suas redes sociais, acusando de fake news as críticas nas quais parte dos parlamentares baianos vem recebendo por terem votado contra a Medida Provisória que aumenta o capital da Eletrobras e que prevê a aplicação de R$ 3 bilhões na recuperação e revitalização do Rio São Francisco, além do prosseguimento dessas intervenções após 2031, com recursos assegurados pela venda de energia oriunda da hidrelétrica de Itaipu.

No vídeo, o senador tergiversa ao fizer que na verdade está votando apenas contra a privatização da Eletrobras, mas não afirma que, após o aumento de capital, a parte estatal ainda continuará com 45% das ações com direito a voto e que a União receberá uma ação denominada “ação ouro”, que dá superpoderes ao governo para evitar o esquartejamento do patrimônio da empresa, além de participação quase igualitária no Conselho de Administração e na Diretoria Executiva da Eletrobras desestatizada.

Definitivamente, caso a MP não seja aprovada, a Bahia perde a grande oportunidade de recuperar, de uma vez por todas, o Rio São Francisco e suas cidades ribeirinhas.

CRÍTICAS

O vereador Alexandre Aleluia (DEM) atacou a posição de Wagner e também fez críticas a Otto Alencar (PSD).

“É inegável que alguns parlamentares da Bahia são a favor de um Estado gigante, de estatais, de manter privilégios. É notório. Agora, seria surpresa que esses mesmos parlamentares são contra destinar R$ 3 bilhões para revitalizar o São Francisco. Não é apenas ideologia arcaica. É também ser contra uma fonte vital para a economia da Bahia, de renda, inclusive para pequenos produtores. Votar contra a MP da Eletrobras é privilegiar poucos que têm muitas benesses em detrimento de muitos que ganham pouco”, disse, em entrevista ao Bahia Notícias.

“Eu tenho uma relação muito forte com Bom Jesus da Lapa. Eu sei que é um pedido muito crucial para a região e para os pequenos produtores por conta de problemas do próprio rio, como assoreamento, tomada ilegal de água. Estamos falando em R$ 3 bilhões para o rio. Estamos falando de coisas que beneficiarão os pequenos produtores”, acrescentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE