RADIO WEB JUAZEIRO : Maia é expulso do DEM e compara ACM Neto a “inquisidor”
terça-feira, 15 de junho de 2021

Maia é expulso do DEM e compara ACM Neto a “inquisidor”

Deputado Rodrigo Maia em Brasília 
 Foto: Sérgio Lima/Poder 360

Do UOL — Expulso do Democratas sob a justificativa de ter cometido “infração disciplinar”, o ex-presidente da Câmara, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que o partido “diminuiu” e comparou o presidente nacional da legenda, ACM Neto (BA), a Tomás Torquemada, um inquisidor-geral do final do século 15.

“O DEM decidiu me expulsar de seus quadros. O presidente Torquemada Neto, usando o seu poder para tentar calar as merecidas críticas à sua gestão, tomou essa decisão. É lamentável o caminho imposto pelo Torquemada para o partido”, escreveu ele, na publicação.

O partido considerou que Maia cometeu uma “infração disciplinar” ao ofender ACM Neto, em meados de maio, quando publicou uma série de ataques ao ex-prefeito de Salvador, a quem chamou de “oportunista” e “sem caráter”.

Tomás de Torquemada ou O Grande Inquisidor —a quem Maia se refere para atacar ACM Neto nos posts— foi o inquisidor-geral espanhol. Torquemada —que era frade dominicano— queria livrar o reino de heresias religiosas, segundo registros históricos. Desde que fora nomeado inquisidor-geral pelo papa Inocêncio VIII, perseguiu judeus, agiotas, bígamos, homossexuais e bruxas.

Maia estava no DEM desde 2007, ano em que a sigla adotou o nome no lugar de PFL (Partido da Frente Liberal). Ele foi presidente do partido entre 2007 e 2011, além de presidente da Câmara de 2016 até o início deste ano, quando não conseguiu emplacar seu preferido à sucessão no posto, Baleia Rossi (MDB-SP).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE