RADIO WEB JUAZEIRO : Pai denuncia Hospital Regional de Juazeiro por péssimo atendimento ao filho; veja vídeo
segunda-feira, 28 de junho de 2021

Pai denuncia Hospital Regional de Juazeiro por péssimo atendimento ao filho; veja vídeo

AÇÃO POPULAR


Um cidadão do município de Sento Sé, de pré-nome Edcarlos, gravou um vídeo fazendo um apelo dramático sobre o estado critico que se encontra o seu filho internado no Hospital Regional de Juazeiro. Segundo o denunciante, o seu filho deu entrada na unidade de emergência na última terça-feira (22) sentindo fortes dores, sendo que dois dias seguintes, segundo o o pai, o dermatologista não compareceu ao hospital para atender o paciente.

“Trouxe meu filho para o Hospital Regional na terça-feira, dando entrada por volta das 9 horas da noite. Ele foi para a emergência, e continua sofrendo fortes dores. Na quarta e quinta, o dermatologista não foi ver meu filho para fazer uma avaliação. Na sexta-feira compareceu, pois ele já estava com as plaquetas baixas. Ontem estava em 25, hoje em 11, e agora a noite está abaixo de 10. Não solicitaram sangue, não conversamos com o médico responsável da área. Não se consegue falar com ninguém, com assistente social, não dão informações precisas, e agora por volta das 9 horas da noite o menino continua sofrendo fortes dores”, relatou a situação.


“Eu como pai não posso entrar para ver meu filho, fazer nada, me sinto impotente diante de um quadro terrível. (…) É um descaso que estão fazendo com meu filho. Peço ajuda da imprensa para que chegue ao conhecimento das autoridades. Isto aqui é uma humilhação”, relatou mostrando imagens da recepção do hospital abandonada, totalmente vazia. “Estou vendo com advogado para tentar conseguir uma liminar para conseguir uma bolsa de sangue porque o menino está aos gritos querendo ir para a sala vermelha”.

Ele informou que pessoas conhecidas estão passando pela mesma situação. “Tenho amigos que estão enfrentando problemas sérios dentro do hospital e estão com medo de falar (…) Isto aqui é desumano (…). Se alguém tiver outra opção, não venha para este lugar, aqui é cruel”, concluiu.

Na denúncia, ele não citou o nome e a idade do filho.

A reportagem do AP tentou contato com a direção do Hospital e não conseguiu.

Há poucos dias a vereadora Neguinha da Santa Casa (MDB) usou espaço da Câmara de Juazeiro para denunciar o péssimo atendimento na unidade de saúde. Parentes de pacientes estão procurando a imprensa para denunciar os descasos.


Problemas com a justiça

Em novembro de 2020 os MPs estadual e Federal pediram intervenção judicial no Hospital Regional de Juazeiro. Na época foi solicitado o afastamento definitivo da diretoria da Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Castro Alves (Apmica) da gestão administrativa e hospitalar da unidade, com nomeação de junta interventora. Segundo a ação, a intervenção teria o objetivo de reorganizar a prestação dos serviços de saúde até que fosse possível a reformulação do funcionamento do Hospital, seja por seleção de nova administradora ou por retomada direta dos serviços pelo Estado da Bahia ou pela União. Conforme o pedido, a intervenção duraria 180 dias, prorrogável por igual período.

Diante do atual quadro, pode ocorrer a qualquer momento mais outra intervenção judicial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE