RADIO WEB JUAZEIRO : EM MOMENTO RARO, FILHOS DE VANUSA SE REENCONTRAM NOS OITO MESES DE MORTE DA CANTORA
sexta-feira, 9 de julho de 2021

EM MOMENTO RARO, FILHOS DE VANUSA SE REENCONTRAM NOS OITO MESES DE MORTE DA CANTORA

Os filhos de Vanusa; Aretha, Rafael Vanucci e AmandaFoto: fotos dessa galeria: reprodução/ instagram1 / 12

Carol Marques

Quando eram crianças, fotos como esta acima não eram raras. Amanda Marcos, Aretha Marcos e Rafael Vanucci estavam sempre sob as asas da mãe. Vanusa fazia questão de estar com eles, mesmo que precisasse levá-los para os bastidores de shows e gravações. Oito meses após a morte da cantora, os filhos se reencontraram e registraram o momento após um almoço em família e uma reunião com advogados que cuidam do iventário de Vanusa.

"Eu estava em São Paulo essa semana, e jantei com parte da minha família para jantar e matar um pouco da saudade, e hoje foi o dia de sair com minhas irmãs. A gente precisava se ver, conversar, assinar uns documentos. Família é sempre bom estar perto. Ainda mais que era um dia superespecial, são oito meses de morte da minha mãe. Nesse tempo que a gente está passando de pandemia, a família é um grande alicerce. Faria muito bem a gente estar juntos. Não fizemos nada demais. Nos abraçamos, nos beijamos e isso aí", conta Rafael, que mora em Goiânia.

Vanusa e os três filhos Rafael, Amanda e Aretha

A última vez em que os três estiveram juntos foi no velório da mãe. Aretha e Amanda também estão fora de São paulo. A primeira mora sozinha em Piracaia, no interior do estado, e Amanda, em Itanhaém, com o marido. Na adolescência, Aretha saiu de casa aos 14 anos, ficando mais afastada da cantora. Amanda, que por muitas vezes foi vista como sucessora dos pais e começou ainda nova na TV, vive bastante reclusa. Hoj ela é evangélica e é vendedora de cosméticos.

Rafael tinha a guarda legal da mãe e é também responsável por todo o acervo deixado pela cantora. Foi ele que negociou há cerca de dois anos com a produção da série "Manhãs de setembro", do Amazon Prime, os direitos autorais das músicas de Vanusa, que é praticamente uma personagem da trama, que faz uma bela homenagem a ela.

"O legal dessa série é que seria uma homenagem para ela em vida. Negociamos tudo há quase dois anos, eu e minhas irmãs aprovamos tudo e o mais interessante é que além de ser uma homenagem para a minha mãe, a série também mostra como ela foi importante para o pessoal LGBTQIA+, numa época em que não se tinha qualquer representativiade", avalia Rafael.

Vanusa morreu há oito meses

O vasto material deixado por Vanusa ao longo da carreira também poderá servir de base para publicações póstumas. "A gente pensa em muita coisa. Livro, filme até série mesmo. Mas nada antes de acabar essa pandemia. Precisamos estar tranquilos para depois focar no que pode ser transformado tudo o que temos dela".

Em "Manhãs de setembro", Liniker vive a protagonista, uma cantora trans que é devota de Vanusa e praticamente tem em casa um altar dedicado a ela. "Assisti numa tarde e me emocionei demais", conta Rafael.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE