RADIO WEB JUAZEIRO : Acusado de assédio moral, Sérgio Camargo reage com palavra obscena em rede social

terça-feira, 31 de agosto de 2021

Acusado de assédio moral, Sérgio Camargo reage com palavra obscena em rede social


Denunciado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) por assédio moral, perseguição ideológica e discriminação, o presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, reagiu com um xingamento em rede social.

"Assédio moral é o brioco de quem me acusa!", escreveu Camargo.

Pouco tempo depois, ele continuou a série de postagens controversas. Primeiro, abriu "promoção" para que "esquerdistas" comentassem na publicação sem correr o risco de serem bloqueados por ele.

Em seguida, diz que a liberdade de um preto "causa mais espanto que a aparição de um ET".

Sérgio Camargo é acusado por funcionários de criar um clima de perseguição na instituição contra aqueles que tem um viés ideológico diferente do seu, definido por ele como de "esquerdistas".

Além do afastamento imediato, o MPT pede que seja paga a indenização de R$ 200 mil por danos morais.

A TARDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE