RADIO WEB JUAZEIRO : Coreia do Norte dispara 2 mísseis balísticos, diz Coreia do Sul

quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Coreia do Norte dispara 2 mísseis balísticos, diz Coreia do Sul

Poder360
Desfile para apresentação de mísseis na Coreia do Norte

A Coreia do Norte disparou 2 mísseis balísticos de curto alcance em sua costa leste nesta 4ª feira (15.set.2021), disseram autoridades da Coreia do Sul. No último fim de semana, o país também testou um novo míssil de cruzeiro de longo alcance, aumentando a tensão na região.

Segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap, os mísseis foram disparados do condado de Yangdok, a 113 km da capital Pyongyang, às 12h34 e e 12h39 no horário local. Os dispositivos voaram por cerca de 800 km, a uma altitude máxima de cerca de 60 km.

“Autoridades de inteligência da Coreia do Sul e dos EUA estão analisando detalhes para obter informações adicionais”, disse Seul em comunicado emitido à imprensa local. “Nossos militares estão mantendo uma postura de total prontidão em estreita cooperação com os EUA.”

O Ministério da Defesa do Japão informou que os 2 mísseis caíram fora da sua ZEE (zona econômica exclusiva). O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, classificou o lançamento como “ultrajante”.

Para militares norte-americanos, os lançamentos mostram o impacto desestabilizador do programa de armas ilícitas da Coreia do Norte.

“Estamos cientes do lançamento do míssil e estamos consultando nossos aliados e parceiros. Embora tenhamos avaliado que este evento não representa uma ameaça imediata ao povo ou território dos EUA, ou aos nossos aliados, o lançamento do míssil destaca o impacto desestabilizador do programa de armas ilícitas da Coreia do Norte”, disse o Comando Indo-Pacífico dos Estados Unidos em nota.

Se confirmado como um míssil balístico, o teste seria o 1º realizado pela Coreia do Norte desde março deste ano e mais uma violação das sanções da ONU. A atividade mostra que, apesar das negociações para se desnuclearizar em troca de abrandamento de sanções, a Coreia do Norte continua focada no desenvolvimento do seu programa militar.

Pyongyang está sob sanções da ONU desde 2006 por conta dos seus mísseis balísticos e programas nucleares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE