RADIO WEB JUAZEIRO : De virada, PSG vence Lyon em jogo com gols de Neymar e Paquetá; veja os gols
segunda-feira, 20 de setembro de 2021

De virada, PSG vence Lyon em jogo com gols de Neymar e Paquetá; veja os gols

AFP

Atrás no marcador, o PSG contou com jogada individual de Neymar para empatar o jogo | Foto: Frankc Fife | AFP

Lionel Messi finalmente estreou como titular em um jogo do campeonato francês e como anfitrião no Parque dos Príncipes: o Paris Saint-Germain venceu o Lyon por 2 a 1 graças aos gols de Neymar e Icardi, que marcou nos últimos instantes, neste domingo, 19, pela sexta rodada.


Outro argentino 'roubou' assim um certo protagonismo de Messi com aquele gol decisivo nos acréscimos (90 + 3) quando desviou de cabeça um cruzamento de Kylian Mbappé, permitindo ao PSG se manter na liderança com uma campanha 100% (18 pontos).

O Lyon havia aberto o placar no início do segundo tempo (54), por meio do brasileiro Lucas Paquetá, e o PSG empatou aos 66 com um pênalti convertido pelo compatriota Neymar.

Os torcedores do Paris Saint-Germain ainda não conseguiram comemorar um gol do seu novo ídolo Messi, que antes deste jogo em sua nova casa havia disputado duas partidas pelo clube francês mas como visitante, com uma vitória por 2 a 0 fora de casa sobre o Reims na Ligue 1 e um empate 1-1 com o Brugge na Bélgica pela Liga dos Campeões.

Messi foi reserva em Reims, jogando durante meia hora. Ele atuou os noventa minutos em Bruges e neste domingo foi titular pela primeira vez no campeonato francês, e foi sustituído aos 76 minutos, sem poder soltar o grito de gol vestindo suas novas cores.

Na classificação, o Paris Saint-Germain continua emendando vitória após vitória. Agora são seis em seis rodadas. Também recupera o sorriso após a amarga estreia na Liga dos Campeões com o decepcionante empate com o Brugge.

O time parisiense tem 18 pontos na Ligue 1, cinco a mais que o novo vice-líder, o Olympique de Marselha (13 pontos), que venceu O Rennes neste domingo por 2 a 0 e tem um jogo a menos que o PSG.

No início do jogo, o goleiro italiano Gianluigi Donnarumma, que estreou neste domingo pelo PSG substituindo o costarriquenho Keylor Navas, fez uma defesa salvadora aos 19 minutos, em um chute do suíço Xherdan Shaqiri.

Messi: travessão e substituição

Messi teve suas melhores chances nos últimos 15 minutos do primeiro tempo.

Primeiro recebeu um toque de calcanhar de Neymar (31) mas não conseguiu superar o goleiro português Anthony Lopes.

Aos 37 minutos, Messi cobrou uma falta direta acertando a quinda do travessão em sua melhor chance da partida.

No segundo tempo, em que o argentino foi menos protagonista, vieram os dois gols da partida.

O Lyon abriu o placar com uma grande jogada coletiva, na qual o camaronês Karl Toko-Ekambi tocou para Lucas Paquetá, que superou Donnarumma com o pé esquerdo aos 54 minutos.

Aos 66, Neymar converteu com calma um pênalti sofrido por ele mesmo e empatou o jogo.

Messi foi substituído por Achraf Hakimi aos 76 minutos e pareceu irritado com a decisão do técnico Mauricio Pochettino, que tenou cumrpimentá-lo. O argentino saiu aplaudido pela torcida do PSG, que já havia vibrado antes do jogo quando aparecia nos telões ou quando seu nome era anunciado no sistema de som do estádio.

"Às vezes você pode gostar, às vezes não", disse o treinador argentino. "Todos sabem que temos grandes jogadores, um elenco de 35 jogadores. A decisão é minha, não podemos jogar com mais de onze", acrescentou.

O jogo parecia levar a um empate até que Mbappé alçou uma bola na pequena área, onde apareceu Icardi para desviar de cabeça (90 + 3) e garantir assim os três pontos para o PSG diante do Lyon, que permanece em nono com 8 pontos, a 10 de seu adversário deste domingo.

OM vence o Rennes

Mais cedo o Olympique de Marselha manteve seu bom início de temporada e subiu para o segundo lugar na classificação da Ligue 1 ao vencer o Rennes por 2 a 0.

A equipe comandada pelo técnico argentino Jorge Sampaoli soma 13 pontos (4 vitórias e 1 empate) nos cinco jogos do campeonato que disputou até o momento.

O Angers largou em segundo nesta rodada mas perdeu neste domingo por 4 a 1 em casa para o Nantes (10º), e caiu para a quarta posição, a dois pontos do segundo colocado Marselha.

Na vitória em casa no estádio Vélodrome, o OM venceu por 2 a 0 o Rennes (16º, com apenas 5 pontos), com gols do senegalês Bamba Dieng (48), uma das revelações no início da temporada na França e do marroquino Amine Harit (71).

É a terceira derrota consecutiva do Rennes na Ligue 1, sem ter marcado nenhum gol nessas partidas, o que já bastou para soar o alerta.

O Marselha também consegue aumentar para 3 pontos a vantagem sobre outro time da parte alta da tabela, o Nice (5º), que empatou em casa por 2 a 2 com o Monaco (14º).

O russo Aleksander Golovin colocou o time do Principado na frente na reta final do primeiro tempo (39), mas a equipe da casa virou o placar após o intervalo, com gols de Andy Delort (51) e do argelino Hicham Boudaoui (73).

Pouco depois, o atacante monegasco Wissam Ben Yedder empatou ao converter um pênalti (77).

O ponto permite que o Nice continue na perseguição ao PSG (4º com 10 pontos), enquanto o Monaco mantém sua sequência irregular de resultados, com uma única vitória em cinco jogos e apenas 5 pontos ganhos.

Os outros jogos deste domingo também terminaram empatados: Clermont (6º) e Brest (18º) ficaram no 1 a 1, mesmo resultado do duelo entre Troyes (13º) e Montpellier (8º), enquanto Reims (11º) e Lorient (7º) não saíram do 0 a 0.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE