RADIO WEB JUAZEIRO : MURIÇOCAS - O QUE ERA RUIM ESTÁ FICANDO PIOR
terça-feira, 28 de setembro de 2021

MURIÇOCAS - O QUE ERA RUIM ESTÁ FICANDO PIOR


“Prazo mais que vencido”: SAAE de Juazeiro prometeu amenizar infestação das muriçocas, em 15 dias, mas população ainda não sentiu nenhuma mudança e reclama; SAAE se manifesta


Yonara Santos - Preto no Braco

Em entrevista ao programa Preto no Branco na rádio Transrio 99 FM, no dia 31 de agosto, o Engenheiro de obras do Serviço de Água e Saneamento Ambiental (SAAE) de Juazeiro, Técio Faustino, garantiu que a gestão havia voltado a realizar a aplicação do Cálcio de óxido nos canais que cortam a cidade, como medida de controle a infestação das muriçocas, e que o resultado deveria aparecer nos “próximos quinze dias”.

Ainda de acordo com ele, o produto teria a mesma qualidade do que foi usado nos primeiros meses do ano e que amenizou, por um breve período, a infestação dos indesejáveis mosquitos.

“A gente já conseguiu adquirir com o primeiro fornecedor a carga eficaz que já está sendo aplicada nos canais. Recebemos 8 mil kg de cal e já aplicamos 3mil kg. Então, possivelmente, daqui a um prazo de dez a 15 dias, é provável que tenhamos um bom resultado nos locais que o produto já foi aplicado”, prometeu Técio na ocasião.

Porém, quase um mês após a promessa, a população continua reclamando dos transtornos causados pelas muriçocas e afirmam que a situação só piora.

“Até agora o SAAE só promete e não faz nenhuma ação concreta, que acabe com esse problema. Alegaram que o problema era a utilização de um produto de baixa qualidade, mas já tinham resolvido e que a situação seria amenizada. Propaganda enganosa. A situação está cada vez pior. O prazo que deram de 15 dias para a população sentir os efeitos da aplicação do produto venceu faz tempo e nada de solução. Prazo mais que vencido. Não temos um mínimo de sossego, uma noite confortável. Aliás, até durante o dia os mosquitos estão aparecendo. Apesar do assunto já ter virado piada, a situação é grave e desesperadora, principalmente para as pessoas que assim como eu, são alérgicas as picadas”, desabafou a moradora do bairro Dom Tomaz, Alice Ferreira.

O morador do bairro Sol Levante, Alexandre Santos, alertou ainda que muitas pessoas estão colocando em risco a saúde e a integridade física para tentar se livrar das muriçocas.

“Durante a campanha, a prefeita falou tanto que ia acabar com as muriçocas, atacou tanto a gestão passada por conta do problema e até agora nada. É uma vergonha. Enquanto isso, a população está inalando fumaça, se intoxicando com o pau da muriçoca. Alguns que não tem dinheiro nem para isso, queimam papelão, caixa de ovo, e até pedaços de papel e colchão, correndo o risco de um incêndio, como já aconteceu. É uma situação lamentável”, criticou.

O PNB procurou novamente o SAAE para pedir esclarecimentos sobre a situação. O Engenheiro de Obras e Saneamento do SAAE Técio Faustino reafirmou que o trabalho de combate está sendo intensificado.

“Estamos mantendo a limpeza dos canais para avançar com os trabalhos. Lançamos mais 5000 kg de cal nessas últimas semanas, a aplicação avançou inclusive em trechos dos canais semi limpos, para que a ação de aplicação e combate não fosse prejudicada. Recebemos uma nova escavadeira Hidráulica dia 20/09 para reforçar a limpeza nos trechos mais largos dos canais para garantir um melhor resultado é avanço. Estamos empenhado em trazer o bom resultado”, disse o engenheiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE