RADIO WEB JUAZEIRO : Rui Costa diz que governo "pisou no freio" após aumento de casos de Covid-19
quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Rui Costa diz que governo "pisou no freio" após aumento de casos de Covid-19

Luiz Felipe Fernandez

O governo ficou ainda mais em estado de alerta após a Sesab detectar mais 58 novos casos da variante Delta na Bahia, o que gerou ainda mais preocupação por ser mais transmissível e menos suscetível ao efeito da vacina

Uma semana após anunciar a liberação de eventos para até 1100 pessoas e com bilheteria, o governador Rui Costa (PT) afirmou nesta terça-feira, 28, no Papo Correria, que o governo precisou pisar "no freio" após detectar o aumento no número de casos ativos de Covid-19 e com o espalhamento da variante Delta. Para dar novos passos, lembra o petista, é preciso que o estado avance ainda mais na vacinação, com a colaboração daqueles que estão com a imunidade em atraso, e avisou que para evitar qualquer tipo de "constrangimento", só vai implantar a cobrança de carteira de vacinação quando mais cidades já tiverem descido para a faixa etária de "30 e poucos anos".

Há duas semanas, a Bahia chegou a registrar cerca de 2000 casos ativos da doença, mas nos últimos 10 dias houve um aumento de 700 casos, representando cerca de 35% de acréscimo. De acordo com boletim divulgado nesta terça-feira pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), já houve uma redução de 200 casos, mas ainda insuficiente para dar tranquilidade ao governador, e menos ainda para que adote medidas de flexibilização das atividades, como o retorno do público aos estádios.

O governador sinalizou que o panorama pode mudar e que se na próxima semana continuar a cair o número de casos ativos do novo coronavírus, ele poderá anunciar a liberação da torcida de futebol e o aumento do limite de pessoas nos eventos.

"Estamos aguardando o avanço da segunda dose, não queremos fazer exigência com pessoas ainda com a 1ª dose. Como nem todos acima de 30 anos puderam ser vacinados, vamos aguardar entrar nessa faixa para fazer a exigência e não ter constrangimento em local público", explicou.

"Espero, na próxima semana, se falar que o número caiu, aí a gente pode marcar a data de retorno ao estádio, aumentar o público dos eventos. E, para isso, vamos tomar a vacina. Já aviso ao torcedor do Vitória e do Bahia, que querem voltar ao estádio, que vão ter que tomar as duas doses da vacina. Você, que está ansioso, tome a vacina pois vamos exigir a vacinação", acrescentou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE