RADIO WEB JUAZEIRO : EUA capturam mosquitos infectados com vírus raro e perigoso
sexta-feira, 8 de outubro de 2021

EUA capturam mosquitos infectados com vírus raro e perigoso

As autoridades de saúde do estado americano de Connecticut emitiram um relatório alertando para a presença na região de mosquitos infectados pelo vírus da encefalomielite equina oriental, doença considerada rara e perigosa.

© RolfAasa/istock A mosquito in close-up and backlit by a LED lamp

O estado pede que os residentes da região protejam-se de picadas, com medidas simples, como uso de repelente e roupas que cubram a pele, especialmente ao fim do dia e ao amanhecer, quando os mosquitos estão mais ativos.

Os testes realizados mostraram que os mosquitos infectados eram de espécie que picam pássaros e mamíferos.
Doença perigosa

A encefalomielite equina oriental é causada pela picada do mosquito do gênero Alphavirus infectado com o vírus. Embora seja uma doença rara, a taxa de mortalidade é alta, cerca de 30%, e muitos que se recuperam apresentam problemas neurológicos.

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), anualmente, são registrados cerca de cinco a 10 casos em humano. Neste ano, nenhum caso foi relatado ainda.

Em 2019, a região de Connecticut teve um surto da doença, com quatro pessoas infectadas, três delas acabaram morrendo. Além disso, seis cavalos testaram positivo para o vírus na época.
Sintomas em humanos

O período de incubação para a doença, ou seja, o tempo desde a picada do mosquito infectado até o início dos sintomas, varia de 4 a 10 dias.

A infecção pode causar febre alta, dor de cabeça e dores musculares, calafrios, rigidez da nuca. Porém, algumas pessoas podem ser assintomáticas, e portanto não apresentar quaisquer sintomas.

A infecção geralmente dura de 1 a 3 semanas, porém, a recuperação pode demorar mais tempo.
Tratamento

Não existe vacina humana aprovada ou tratamento antiviral específico para infecções por encefalomielite equina. O tratamento, nesses casos, é apenas de suporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE