RADIO WEB JUAZEIRO : Mãe acusa ex-marido de sumir com filho; pai nega que criança esteja desaparecida
quarta-feira, 22 de dezembro de 2021

Mãe acusa ex-marido de sumir com filho; pai nega que criança esteja desaparecida

Foto: Reprodução

A comerciante Larissa Pina, de 37 anos, acusa o ex-marido, o empresário Fábio Roberto Pinto, 47, de sumir com o filho do casal, uma criança de 4 anos. A mãe diz que está sem ver o menino há mais de um mês, após uma visita dele ao pai.

“No dia 19, a irmã dele [Fábio] veio buscar o meu filho aqui em casa e na segunda, que era para trazê-lo de volta, ele não trouxe. Ela me falou que Fábio disse que ia passar mais uns dias com ele. Ele sempre entrega fora do horário, paga a pensão quando quer, mas nunca tinha sumido assim. Quando foi na quarta, eu tornei a perguntar a ela sobre meu filho. Ela disse que ele não ia devolver, que eu procurasse a Justiça”, relatou Larissa para o site Metro 1.

A mãe entrou com uma petição na Justiça e conseguiu uma liminar, com dois mandados de busca e apreensão. O primeiro foi cumprido e ela conseguiu de volta a filha mais velha, de 12 anos, mas o mais novo ainda não foi encontrado.

A comerciante acredita que o motivo do sumiço seja ciúmes do seu atual companheiro, que cuidou do caçula desde o nascimento. Segundo ela, após 17 anos em uma relação abusiva, o relacionamento com o pai do menino terminou quando estava grávida do segundo filho. Então, a criança foi criada pelo seu atual marido, com quem ela firmou fortes laços afetivos.

Em sua defesa, o empresário negou que a criança esteja desaparecida e afirmou que estaria protegendo o menino de supostos maus tratos cometidos pela mãe. Segundo ele, os funcionário de Larissa registraram uma ata notarial com os relatos de maus tratos supostamente realizados por ela.

Em resposta, Larissa afirma que as acusações “são infundadas” e fruto de ciúmes da sua relação com o seu atual marido. “Eu sempre fui uma boa mãe, aí depois que separei não sou mais? Ele está me acusando agora de maus tratos porque eu estou com outra pessoa”.

BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE