RADIO WEB JUAZEIRO : Navio com carros de luxo pega fogo, é abandonado por tripulação e fica à deriva
sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

Navio com carros de luxo pega fogo, é abandonado por tripulação e fica à deriva

Embarcação carregada de carros Porsche e Volkswagen ia da Alemanha aos EUA

Um navio carregado com carros de luxo ficou à deriva no oceano Atlântico, a sudoeste do arquipélago dos Açores, território português a 2h30 de voo de Lisboa. A embarcação pegou fogo e foi abandonada pela tripulação, composta por 22 pessoas.

Registrada no Panamá e operada por uma empresa japonesa, a Felicity Ace, embarcação de cerca de 200 metros de comprimento, levava quase 4.000 automóveis da Porsche e de outras marcas do Grupo Volkswagen da cidade de Emden, na Alemanha, a Davisville, no estado americano de Rhode Island.

Navio Felicity Ace pega fogo próximo ao arquipélago de Açores, é abandonado pela tripulação e fica à deriva - Marinha Portuguesa

O incêndio, de causas ainda desconhecidas, se alastrou pelo navio, chegando à área de carga.

A Marinha Portuguesa recebeu alertas e informou, em comunicado, que resgatou toda a tripulação, levada antes a um navio petroleiro que desviou seu trajeto para ajudar na operação e, depois, a um hotel local. A nota também diz que o incêndio a bordo continua e que uma patrulha monitora o navio abandonado, enquanto não se desenha um plano para levá-lo a um porto.

A Porsche confirmou que carros da marca estavam na embarcação e disse que clientes que já haviam comprado os automóveis transportados seriam contatados pelos vendedores. "Nós estamos em contato com a empresa de navegação e os detalhes dos carros a bordo já são conhecidos", afirmou Angus Fitton, vice-presidente de relações públicas da Porsche na América do Norte.

"Nós estamos cientes do incidente envolvendo o navio de transporte de carga de terceiros transportando veículos do Grupo Volkswagen no Atlântico. Neste momento, não temos notícias de feridos e já estamos em contato com a empresa de navegação para obter mais informações", disse um porta-voz do Grupo Volkswagen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE