RADIO WEB JUAZEIRO : Novo “Cabaré” divide opiniões e público pede a volta de Eduardo Costa
segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

Novo “Cabaré” divide opiniões e público pede a volta de Eduardo Costa

Notícias Sertanejas
Hedmilton Rodrigues 
Público rejeita "Cabaré" com Leonardo e Bruno e Marrone e pede volta de Eduardo Costa (Foto: Reprodução/YouTube)

Após a realização da live “Cerveja Cabaré”, internautas voltaram a criticar a presença da dupla Bruno e Marrone e pedem a volta de Eduardo Costa

Leonardo voltou a apresentar a sua live “Cabaré”na última quarta-feira (16), através do seu canal oficial do YouTube para o lançamento de uma nova cerveja que leva o nome da turnê que ficou famosa com a parceria de Eduardo Costa e já tem mais de 88 shows confirmados apenas este ano, mas dessa vez com Bruno e Marrone.

O Movimento Country comparou a audiência dos últimos dois anos do projeto e constatou que a última apresentação teve apenas 10% da sua audiência se comparado com a primeira exibição em 2020, que atingiu marca história de 2 milhões de espectadores simuntâneos. Dessa vez, “Cabaré” frustrou os fãs do projeto que criticaram o repertório e as brincadeiras de gosto duvidoso feito pelo cantor Bruno durante a apresentação.

De acordo com Hedmilton Rodrigues, especialista em música sertaneja, a queda na audiência das “Lives”é um processo natural, já que o público está a procura da experiência presencial: “As lives vão contunuar a existir, mas forte do que era antes da pandemia, mas o público está querendo ter a experiência presencial, e o avanço da vacinação está proporcionando isso”, comentou.

Nas redes sociais, o reflexo e rejeição da nova formação foram instantâneos, já que enquanto os artistas se apresentavam, os internautas pediam a volta de Eduardo Costa, que consagrou o projeto ao lado de Leonardo: “Estamos sentindo a falta do Eduardo Costa, ele é a cara do projeto”, “Cabaré sem Eduardo Costa não existe”, diziam alguns dos comentários.

Eduardo Costa foi afastado do projeto após a sua última participação no dia 1º de maio de 2020, depois de declarações polêmicas envolvendo a filha de Thaeme.

“Cabaré”é um dos shows sertanejos mais caros da atualidade
(Foto: divulgação)

Mesmo com a nova formação, “Cabaré”, projeto criado em 2014 por Eduardo Costa que contou com a parceria de Leonardo. Logo de início o projeto chamou a atenção do público e se tornou um dos shows mais procurados pelos contratantes.

Após o sucesso da primeira edição, Leonardo e Eduardo Costa produziram o segundo registro audiovisual do projeto que fez com que a turnê fosse prolongado até o final de 2018. Com a pandemia, eles voltaram aos palcos após a pressão de vários patrocinadores e após o afastamento de Eduardo Costa, Cabaré contou com participações de Jorge e Mateus, Gusttavo Lima e Marília Mendonça, a única mulher a participar do projeto.

Apesar de Gusttavo Lima ter o show mais caro de 2022, o Movimento Country teve acesso aos bastidores de outros 2 grandes shows que prometem movimentar o ano que vem: “Cabaré” e “Amigos”, que são movidos pelos opostos, já que enquanto um está nascendo o outro terminando. Segundo informações que correm entre os contratantes, os dois se juntam a Gusttavo Lima nos maiores cachês para 2022.

O “Cabaré” de Leonardo e Bruno e Marrone está com previsões de cachê de cerca de R$ 500 mil por apresentação, enquanto os “Amigos”, que conta com Leonardo, Zezé Di Camargo e Luciano e Chitãozinho e Xororó vai além: as datas podem variar de R$ 500 mil a R$ 800 mil.

Vale ressaltar que há apenas 4 shows dos “Amigos” em 2022, que estavam previstos para terem acontecido em 2020, mas a pandemia forçou a equipe a adiá-los. Essa será a despedida dos sertanejos, que estão unidos com o projeto desde quando Leandro, irmão de Leonardo, ainda era vivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE