RADIO WEB JUAZEIRO : Relacionamento desgastado
sábado, 5 de fevereiro de 2022

Relacionamento desgastado

Descubra agora se o seu ainda tem solução

No começo de um relacionamento amoroso, tudo parece muito lindo e mágico. O seu parceiro parece ser a pessoa que você sempre procurou e todas as coisas fluem entre vocês da melhor forma possível.

Mas, é só passar alguns dias, ou quem sabe, alguns meses ou anos, que tudo parece não fazer mais sentido. Chegou uma fase em que tudo que o seu parceiro faz parece te irritar, as brigas são constantes, a conexão não é a mesma, a frequência sexual também diminui e manter uma relação amorosa parece uma verdadeira tortura para vocês.

A verdade é que muitos casais passam muitos anos dessa forma, porque, simplesmente, se acomodam e não conseguem tirar forças para encerrar esse relacionamento.

Há mulheres que afirmam que homens são muito resistentes para acabar com uma relação, mesmo percebendo que as coisas não andam muito bem, eles não conseguem dar um ponto final para o relacionamento. Com isso, o resultado para essa relação é aquele que todo mundo já sabe: ir levando com a barriga até finalmente... a mulher cansar e tomar a decisão do término.

Alguns psicólogos justificam esse fato, pela questão de que, os homens, infelizmente, não foram educados para dizer a verdade para as suas esposas. Por causa disso, eles preferem viver um relacionamento falido (boa parte começa até a buscar relações extraconjugais) do que encarar a realidade e serem sinceros com as suas parceiras.

Essa é uma realidade pouco comum em uma relação com uma sugar momma, por exemplo. Visto que, nesse tipo de relacionamento, a verdade e o bem-estar de ambos são valores muito preservados para que a relação amorosa sempre flua bem, na base do respeito e da sinceridade.

Por isso, se você está percebendo que o seu relacionamento está falido e não tem mais solução para vocês, a única solução é chamar o seu parceiro para conversar e analisar se o término é a melhor saída.


Por Bruna

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por seu comentário.

COMPARTILHE