RADIO WEB JUAZEIRO
quarta-feira, 20 de março de 2019

Trump promete facilitar entrada de brasileiros nos EUA

Presidente americano anunciou que tomará medidas necessárias para incluir o Brasil no programa Global Entry, o que poderá beneficiar viajantes frequentes

Fabiana Cambricoli, O Estado de S.Paulo

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta terça-feira, 9, que vai tomar as medidas necessárias para incluir o Brasil no programa Global Entry, iniciativa do governo americano que permite que viajantes frequentes de determinados países possam entrar nos EUA sem passar pelas filas de imigração. Hoje, são elegíveis ao programa cidadãos de 11 nações: Argentina, India, Colômbia, Reino Unido, Alemanha, Panamá, Cingapura, Coreia do Sul, Suíça, Taiwan e México.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, recebe o presidente da República Jair Bolsonaro e o filho, deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no Salão Oval da Casa Branca em Washington, em primeiro encontro oficial entre os dois Foto: Isac Nóbrega/PR

O programa, no entanto, não dispensa a exigência de visto e ainda impõe uma série de condições para que o viajante obtenha o benefício. Para ter acesso ao Global Entry, o viajante precisa, por exemplo, passar por entrevista e comprovar que não tem antecedentes criminais.

Não é a primeira vez que o governo americano faz acordo com o Brasil para incluir o País no Global Entry. Em junho de 2015, durante visita da então presidente Dilma Rousseff a Barack Obama, os dois anunciaram a mesma parceria, mas o projeto não saiu do papel. O Estado procurou o Itamaraty na noite desta terça para saber as razões pelas quais o acordo não foi implementado, mas não obteve resposta para a questão até as 21 horas desta terça.

O anúncio de Trump é uma contrapartida tímida à decisão de Bolsonaro, anunciada nesta semana, de extinguir de forma unilateral a exigência de visto para qualquer turista americano, assim como para cidadãos da Austrália, Canadá e Japão.

ACONTECEU NA CÂMARA DE VEREADORES DE JUAZEIRO


Opinião: “Canalha, canalha!”

Assim bradava Tancredo Neves no dia 2 de abril de 64, referindo-se ao presidente do Senado, Auro Moura, que dava um golpe, declarando vaga a presidência da República.



Esse fato histórico mostra que um político deve ser corajoso e nunca se calar diante da injustiça. Tancredo não se calou e se imortalizou, já Auro, caiu no esquecimento. Ele não era político, era um “CANALHA”, segundo Tancredo.

Lembro desse fato histórico ao ver uma matéria que relata uma suposta declaração do secretário de saúde da Bahia:
“VELHOS NÃO TEM QUE ESTAR NOS LEITOS DOS HOSPITAIS, TEM QUE MORRER EM CASA”

Tal frase, nojenta e cruel, teria sido dita aos lídere “politicos” de Juazeiro, dentre os quais, um conselheiro de saúde, vereadores, deputado e o prefeito da cidade, que para meu maior espanto, teriam se calado perante essa fala maligna.

E eu me pergunto: aqueles que são representantes de Juazeiro, os politicos eleitos, se calaram?
Segundo o conselheiro de saúde que relatou o caso, sim. Todos calaram. Inclusive, segundo conselheiro, somente ele teve coragem de trazer a tona o ocorrido.

Diante desse suposto fato ocorrido, eu me faço mais uma pergunta: o que diria o inesquecível Tancredo Neves?

TENÓRIO NETO.
PRES. ESTADUAL DO PRTB JOVEM BAHIA
AÇÃO POPULAR

Bolsonaro com “telefone pessoal” de Trump


Em seu último compromisso nos EUA, o jantar com o conselheiro de Segurança Nacional da Casa Branca, John Bolton, o presidente Jair Bolsonaro revelou aos convidados que ganhou um número de telefone especial na sua agenda.

O presidente Donald Trump lhe passou seu contato pessoal para que Bolsonaro “lhe ligue quando quiser”, segundo O Globo.

Logo depois do jantar, Bolsonaro embarcou de volta ao Brasil. (Estadão – BR 18)

PF encontra carro bunker no Condomínio GreenVille

Foto: Reprodução
por Lucas Salles 


A polícia Federal encontrou na manhã desta quarta-feira (20), um veículo do investigado estacionado na garagem abarrotado de dinheiro, o que chamaram de “carro bunker”. O veículo foi encontrada em um condomínio de luxo localizado no Greenville, em Salvador.

No momento da ação, o suspeito tentou se trancar no banheiro e fazer ligação mas os policiais arrombaram a porta e conseguiram frustar que o mesmo avisasse a terceiros sobre a ação.

Além de prenderem o suspeito, a PF levou computadores, 6 malotes e o “carro banker”.

Time titular da Seleção Brasileira já está definido para amistoso contra o Panamá

 Por: Pedro Martins / MoWa Press Por: Redação Galáticos Online

Neste sábado (23), a seleção brasileira enfrenta o Panamá, no Estádio do Dragão, casa do Porto FC, em Portugal, em amistoso marcado para acontecer às 14h. O técnico Tite já definiu a equipe que vai entrar em campo e terá time misto, com novidades.

O treinador da Seleção separou dez jogadores de linha e os orientou para o treino tático, sem goleiros. Os atletas foram: Fagner, Militão, Miranda e Alex Telles; Casemiro; Arthur, Lucas Paquetá, Coutinho e Richarlison; Roberto Firmino.

Se Tite não mudar de ideia, esses serão os titulares no amistoso contra o Panamá, tendo a estreia de Alex Telles com a "Amarelinha" e Richarlison na posição que será ocupada por Neymar.

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio acumulado de R$ 33 milhões

Por: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
 Por: Agência Brasil

O concurso 2.135 da Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (20) o prêmio acumulado de R$ 33 milhões.

O sorteio das seis dezenas será realizado, a partir das 20h, no Caminhão da Sorte, que está estacionado na cidade de Cravinhos, no estado de São Paulo.

De acordo com a Caixa, o valor do prêmio, caso aplicado na poupança, poderia render quase R$ 122 mil por mês.

As pessoas poderão fazer seus jogos até as 19h (horário de Brasília) de hoje, em qualquer uma das mais de 13 mil casas lotéricas credenciadas pela Caixa em todo o país. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 3,50.

Superlua poderá ser vista hoje nas américas do Sul e Norte

 Por: Marcello Casal Jr./Agência Brasil Por: Agência Brasil


A lua vai parecer maior nesta quarta-feira (20) na América do Sul e Norte, segundo a Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço (Nasa) dos Estados Unidos. É a chamada “superlua”. Será a terceira do ano, as anteriores puderam ser vistas em 19 de fevereiro e 21 de janeiro.

O fenômeno é possível porque a Terra e a Lua se alinham, criando um eclipse lunar total. A lua cheia estará no ponto mais próximo da Terra em sua órbita, chamada de perigeu.

No perigeu, a lua parece um pouco maior e mais brilhante da nossa perspectiva na Terra, daí a referência como "superlua", segundo a Nasa. O melhor horário para observar o fenômeno será a partir das 22h.

Kajuru diz que Gilmar Mendes vende sentenças, e ministro pede providências ao STF

 Por: Marcelo Camargo/Agência Brasil 
Por: Folhapress - Mônica Bergamo04comentários


O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), fez uma representação contra o senador Jorge Kajuru (PSB-GO) ao presidente do tribunal, ministro Dias Toffoli.

No documento, que foi protocolado nesta terça (19), Mendes cita trechos de uma entrevista do senador à Rádio Bandeirantes no domingo (17).

Kajuru afirma querer saber como o ministro "tem R$ 20 milhões de patrimônio". "De onde você tirou esse patrimônio? De Mega Sena? De herança de quem você tirou, Gilmar Mendes? Foram das sentenças que você vendeu, seu canalha!"

O senador diz ainda Mendes é sócio dos ex-governadores tucanos Beto Richa (PR), Aécio Neves (MG) e Marconi Perillo (GO). "Nós vamos pegar, apurar, investigar todas as empresas que eles são sócios, que eles têm negociação, por que ele protegeu Aécio Neves, por que que ele protege o Marconi Perillo. Por que que ele protege tantos outros políticos."

Segundo Kajuru, Mendes será o primeiro alvo da CPI da Toga. "Depois vamos nos Lewandowskis da vida".

Mendes encaminhou as declarações ao ministro Toffoli para a "adoção das providências que entender cabíveis".

Maia muda o tom político na defesa da reforma da Previdência

 Por: Gilberto Júnior/Arquivo/BNews 
Por: Folhapress - Thiago Resende e Angela Boldrini


Principal fiador da reforma da Previdência, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mudou o tom na defesa da proposta. Alegando decepção com a articulação do governo e com a relação com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), Maia questiona o protagonismo que tem tido na batalha para a aprovar as impopulares mudanças nas regras de aposentadorias e pensões.

A aliados, ele reclama da ausência de lideranças do governo capazes de atender os deputados, além da desorganização no Palácio do Planalto, por causa da disputa entre a Casa Civil e a Secretaria de Governo para assumir as funções de articulação política.

O grupo mais próximo de Maia, que se reuniu em almoço nesta terça-feira (19) na residência oficial da presidência da Câmara, tem uma avaliação unânime: hoje, a base de Bolsonaro é formada apenas pelo PSL, seu próprio partido.

Contudo, mesmo o PSL defende mudanças na PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da reforma da Previdência. A deputados mais próximos, o presidente da Câmara cita a frustração com o presidente.

Irritou Maia que Bolsonaro tenha falado que sofre “pressão da velha política” logo após recebê-lo para reunião no Alvorada para articular as medidas de liberação de cargos para a votação da reforma.

O presidente se reuniu com o parlamentar no sábado (9) para tratar da deliberação sobre o texto na Câmara, e foi alertado de que precisava afagar o Congresso, que vem se sentindo desprestigiado e já enviou recados para o Executivo.

Depois, na segunda-feira (11), em videoconferência com ministros que visitavam a estação brasileira na Antártida, Bolsonaro bateu na “velha política”.

“Vocês sabem que as pressões são enormes porque a velha política parece que quer nos puxar para fazer o que eles faziam antes. Nós não pretendemos fazer isso”, disse Bolsonaro à época. No mesmo dia, o governo anunciou a liberação de R$ 1 bilhão de emendas para parlamentares, com o objetivo de angariar apoios.

Mesmo se o Palácio do Planalto organizar a articulação política, o governo precisa de Maia para que as mudanças nas regras de aposentadorias e pensões sejam aprovadas na Câmara.

Nesta terça, ele reuniu líderes de partidos que foram responsáveis pela sua reeleição —menos o PSL.

Nenhum interlocutor de Bolsonaro esteve no encontro. Apenas líderes e deputados de legendas, como PP, PSD, MDB, DEM e PR. As críticas à falta de articulação do governo foram o principal tema.

Quanto mais o Planalto demora para começar a formar sua base de apoio no Congresso, mais difícil será contornar o descontentamento dos deputados com a gestão Bolsonaro, avalia o grupo de Maia.

A mudança de postura do presidente da Câmara é perceptível, por exemplo, nas declarações sobre o calendário da PEC da reforma da Previdência.

Antes mesmo da instalação da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), Maia apresentou uma perspectiva para votação do texto no colegiado —até fim de março.

Nesta terça, ele se recusou a comentar a previsão do presidente da comissão, Felipe Francischini (PSL-PR), que adiou a estimativa para 3 de abril.

“CCJ não é comigo. Não trato da CCJ. CCJ é do PSL. O PSL é que trata da CCJ”, afirmou Maia, sem ao menos deixar que a pergunta fosse concluída.

Os partidos alinhados a Maia não devem ir para o confronto na CCJ com a oposição, que quer postergar —para depois de 3 de abril— a votação da PEC no colegiado.

A comissão é a primeira etapa da PEC na Câmara. Depois ela seguirá para uma comissão a ser criada especialmente para o tema.

Cabe a Maia escolher o relator nesta fase da tramitação, que terá a função de negociar mudanças no texto. Há dificuldades em encontrar um deputado para a vaga diante da desarrumação do governo.

Por isso, alguns líderes aliados ao presidente da Casa defendem que a posição seja ocupada por alguém do PSL. Assim, o centrão retira de seus ombros a responsabilidade de um eventual fracasso do texto.

Desde o começo do ano, Maia tem assumido o papel de avalista da reforma, mas avisou o governo que precisava de instrumentos para viabilizar o apoio na Casa.

Quase que diariamente, ele defende a PEC e fala sobre a necessidade da reforma para ajustar as contas públicas. Integrantes do governo não adotam a mesma postura —Bolsonaro inclusive.

Ao perceber a deterioração do cenário favorável à reforma entre os deputados, Maia tenta avisar o Palácio do Planalto e o presidente sobre a necessidade de ações para formar a base.

Sem a reação do governo, Maia tem dado declarações mais realistas.

Na segunda (18), ele afirmou, em evento no Rio, que o Congresso não tem “320 liberais” e que é preciso conversa para aprovar a reforma.

Maia também defende que não se tratem de temas polêmicos antes da reforma, para não contaminar o clima de sua aprovação.

Apesar disso, Bolsonaro tem se envolvido em polêmicas com pano de fundo de costumes: no Carnaval, por exemplo, postou vídeo obsceno nas redes sociais criticando a festividade.

No almoço com Maia, líderes de partidos decidiram dar outro recado para o governo: vão pressionar por alterações no decreto que estabelece exigências para a ocupação de cargos de confiança na administração pública federal.

Para eles, o Planalto tem que alterar o texto e as novas regras têm que valer para as indicações feitas desde 1º de janeiro; ou então, vão articular a aprovação de um projeto para mudar a data de vigência do decreto.

Bolsonaro viaja ao Chile para se reunir com líderes da América do Sul

 Por: Marcelo Camargo/Agência Brasil Por: Agência Brasil

De volta ao Brasil após visita aos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro se prepara para a segunda viagem internacional neste mês. Ele desembarca em Santiago, no Chile, nesta quinta-feira (21), para participar, ao lado de chefes de Estado de países da América do Sul, da cúpula que pretende marcar a retomada de negociações em torno da integração da região.

A reunião na capital chilena marcará o anúncio oficial do Prosul, projeto idealizado para substituir a União de Nações Sul-Americanas (Unasul), paralisada há mais de dois anos.

Integram o Prosul Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai, Costa Rica, Nicarágua, Panamá e República Dominicana.

A proposta idealizada pelo presidente chileno, Sebastián Piñera, tem formato mais enxuto e é menos onerosa a todos. Os presidentes devem anunciar o aval à nova composição ainda na sexta-feira, após a reunião.

Estrutura - O Prosul não deve manter a atual estrutura da Unasul, ao buscar soluções mais leves para o aparato que hoje inclui uma sede física em Quito, no Equador, além de secretariados e quadro de funcionários.

As nações que compõem o Prosul entenderam que a Unasul, da forma como funcionou desde seu lançamento em 2008, perdeu efeitos práticos, mantendo custos, e passou a disputar decisões sobre temas que já são tratados em outras instâncias, como o Mercosul.

Sem avanços na Unasul na prática, acordos negociados atualmente por meio do Mercosul (bloco que reúne Argentina, Brasil, Paraguai, Uruguai e Venezuela, que está suspensa temporariamente) garantiram, por exemplo, a implantação de área de livre comércio entre países do Mercosul e os sul-americanos que integram a Aliança do Pacífico, com exceção do México que ainda mantém restrições sobre algumas áreas.

Diferenciação - O Prosul não deve ter um tratado e não será um organismo, como a Unasul. A ideia é seguir os moldes de um agrupamento de países no formato de um fórum. Para o Brasil, o projeto da integração é fundamental para ampliar as trocas comerciais e atrair investimentos.

Não há expectativa de que o novo formato já seja apresentado neste encontro. A declaração de alto nível deve se limitar à formalização da intenção dos países em torno dessa nova proposta e tende a marcar a oficialização de saídas da antiga estrutura. À medida que os países anunciam que não participam mais da Unasul, pelas regras internacionais, precisam se manter por seis meses no organismo.

Barco com repórteres de afiliada da Globo afunda em transmissão ao vivo; veja vídeo

Foto: Reprodução / TV Tem


Os repórteres Nilessa Tait e Felipe Modesto da TV Tem, afiliada da Rede Globo na cidade paulista de São José do Rio Preto, passaram por uma situação complicada e engraçada na manhã desta terça-feira (19). O barco onde estavam os dois profissionais, além da produtora, cinegrafista e obviamente o condutor, sofreu um afundamento parcial enquanto passava pela Represa Municipal. A iniciativa da reportagem externa era em comemoração aos 167 anos de fundação da cidade.

Em um dado momento, logo após os dois apresentadores do jornal local aparecerem na câmera, a proa do pequeno barco começou a afundar. No registro feito ao vivo, pode-se perceber que Nilessa notou que algo de errado estava acontecendo e aos risos pediu para que o repórter André Modesto, que estava na margem, desse continuidade a transmissão. “Calma está tudo certo, a gente pegou só uma… Toca aí, toca aí”, disse Tait. 

Em terra firme, André brincou com a situação passada pela equipe. “Opa! Tem que vir a nado. [...] Está vendo que eles tinham que vir a nado, eu acho que eles acabaram levando essa brincadeira a sério [...] Eles estão vindo para cá, onde deixei guardado o bolo para eles”, disse. 

Por fim, durante a programação do canal e reunidos na margem da represa, Modesto e o restante da equipe tranquilizaram os telespectadores. “Pode ficar tranquilo, todos resgatados, todos muito bem. Foi uma homenagem, mas ao vivo acontece essas coisas”, disse André. Nilessa, ainda aos risos minimizou a situação: “Está tudo ótimo, importante foi que eu consegui meu bolo no final”. Já Felipe, comentou que a represa não era muito profunda. “Tudo ótimo, só molhado. A represa é rasinha, tava batendo na minha canela aqui e a gente estava de colete também”, esclareceu. 

Confira:

Político defensor do movimento antivacinas é internado com catapora

Foto: Reprodução / Globalist


Um dos maiores defensores do movimento antivacina na Itália, o político Massimiliano Fedriga foi internado, na última semana, após contrair catapora. A notícia foi divulgada pelo próprio político, por meio do Twitter.

Fedriga é membro do partido de direita Liga Norte e, em 2017, foi contra um decreto no país que estabelecia a vacinação compulsória de todas as crianças matriculadas em escolas. A lei determina imunização contra 12 doenças, além de punir com multa os pais que não cumpram com a norma e proibir crianças não imunizadas de frequentarem escolas e jardins de infância.

O político defende que os pais não devem ser coagidos a vacinar seus filhos e chegou a chamar seus opositores de "Stalinistas" devido à política de imunização. No entanto, após contrair catapora, ele declarou não ser a favor do movimento antivacina.

"Eu sempre disse que sou a favor das vacinas, mas para alcançar os resultados é preciso trabalhar em aliança com as famílias, não por imposição (…) Até disseram que eu teria pego catapora dos meus filhos, sem saber que eles são vacinados, como já declarei em entrevistas", afirmou.

PF deflagra operação para desarticular quadrilha na Secretaria de Saúde de Salvador

Foto: Divulgação

A Polícia Federal deflagra na manhã desta quarta-feira (20), em conjunto com a Controladoria Geral da União–CGU, a Operação Kepler, com o objetivo de desarticular esquema criminoso de fraude à licitação, superfaturamento, desvio de recursos públicos, peculato e lavagem de ativos na contratação de Instituto de Saúde para gestão complementar de unidades de saúde UPA e Multicentros, todas vinculadas à Secretaria Municipal da Saúde de Salvador (SMS).

Cerca de 50 policiais federais, com apoio de 16 auditores da CGU, cumprem 10 mandados de busca e apreensão em endereços vinculados aos entes envolvidos no esquema investigado, dentre eles órgãos públicos, empresas e residências. Conforme apurado durante as investigações, as licitações eram direcionadas a beneficiar um instituto contratado, o qual terceirizava, através de contratos superpostos e genéricos, parcelas do serviço a empresas recém constituídas e vinculadas ao próprio Instituto, tudo como mecanismo de retornar os valores das subcontratações em benefício de seus representantes e para suposto pagamento de propina a servidores vinculados à SMS/PMS.

Até o momento, foram identificados pagamentos, em razões dessas contratações fictícias, que ultrapassam R$ 2 milhões.

As investigações apontam para a existência de superfaturamento de cerca de R$ 8 milhões, com potencial de desvio ainda maior, vez que que os contratos continuam em vigência e plena execução.

Os mandados foram expedidos pelo Juízo da 17ª Vara Criminal Especializada da Seção Judiciária do Estado da Bahia, tendo por objetivo a localização e apreensão de elementos de provas complementares dos desvios na contratação pública investigada, participação de servidores públicos, pagamento de propinas e lavagem de dinheiro. Além de elementos de cunho probatório, a Justiça Federal determinou a apreensão de bens de valor e veículos, como forma de acautelar a reparação do prejuízo aos cofres públicos.

O nome da operação faz referência ao astrônomo e astrólogo alemão, Johannes Kepler, tido como sucessor de Nicolau Copérnico, uma vez que é um desdobramento da Operação “Copérnico”, deflagrada pela Polícia Federal no ano de 2016, quando foi desarticulada uma organização criminosa enraizada no poder público, envolvendo servidores públicos e prefeitos de diversos municípios da Bahia, com casuística semelhante ao esquema agora investigado.
terça-feira, 19 de março de 2019

O RETRATO DA ADMINISTRAÇÃO DE JUAZEIRO


Esta é apenas mais uma praça de Juazeiro que igualmente a tantas outras sofre o abandono dos poder público e passa longe da vista dos vereadores, que aliás foram eleitos para zelar pelo povo. 

Praça Monsenhor Nestor, pertinho do Fórum de Juazeiro. local onde os comerciantes vivem à mercê da própria sorte.  

Sujeira, mal cheiro, sinais claros de abandono que se espalham por várias praças, ruas e avenidas da cidade.  

Animais soltos fazem a festa, rasgando sacos de lixo que se acumulam nas portas e praças da cidade.

Brasil se candidata para sediar Copa do Mundo Feminina da Fifa de 2023

Países interessados têm até 16 de abril para apresentar seus projetos; a escolha da sede ainda não tem data definida
Foto: Getty Images
VN


A Fifa comunicou na manhã desta terça-feira (19) que o Brasil é um dos nove países interessados em sediar a Copa do Mundo Feminina de 2023. Os outros candidatos a receber a competição são: Argentina, Bolívia, Colômbia, Japão, Coreias do Sul e do Norte (juntas), Austrália, Nova Zelândia e a África do Sul. Nenhum dos concorrentes recebeu o torneio até hoje. É a maior lista de interessados desde o começo da competição, em 1991.

Os países interessados em sediar a competição têm até 16 de abril para apresentar seus projetos, que serão divulgados no site da Fifa em outubro. A escolha da sede ainda não tem data definida.

A próxima edição da Copa do Mundo Feminina será realizada na França, entre os dias 7 de junho e 7 de julho. O Brasil está no Grupo C. A estreia acontece no dia 9, contra a Jamaica. Quatro dias depois, encara a Austrália e encerra a participação na primeira fase diante da Itália, em 18 de junho.

Vitória anuncia contratação do técnico Cláudio Tencati

Treinador chega pro lugar de Marcelo Chamusca, demitido ontem (18)

Foto: Wellington Ferrugem/Londrina EC
 VN 


O Vitória agiu rápido após a demissão de Marcelo Chamusca. Na manhã desta terça-feira (19), o clube anunciou a contratação de seu mais novo comandante, o treinador Cláudio Tencati.

Tencati, que estava atualmente sem clube, comandou o Londrina por 7 temporadas seguidas e levou a equipe da Série D à Série B do Campeonato Brasileiro. Além disso, conquistou a Primeira Liga, em 2017 e o Campeonato Paranaense, em 2014.

Seu último trabalho foi no Atlético/GO, no ano passado.

Segundo o Vitória, Tencati chega em Salvador na noite desta terça e comandará o treino rubro-negro já na quarta (20).

Homem mata companheira e esconde corpo em geladeira

O caso aconteceu em Santo André, São Paulo
Reprodução: TV Globo
VN

Uma mulher foi assassinada pelo namorado e escondida na geladeira, em Santo André (SP), na última segunda-feira (19). Após o crime, ele fugiu e só foi encontrado após denuncia anônima.

Segundo a polícia, o casal, que estava em processo de separação, iniciou uma discussão quando o homem partiu pra cima da vítima e aplicou um golpe de mata-leão. Ao perceber que ela estava morta, o rapaz retirou as prateleiras da geladeira e escondeu o corpo dentro.

Ainda de acordo com as autoridades, o suspeito ficou andando pela cidade o dia inteiro e só voltou para casa à noite, para pegar roupas. Ao sair, foi preso pela Polícia Militar, após denuncia anônima. O rapaz confessou o crime.

‘CONVOCAÇÃO DE ATAQUE A ESCOLAS EM JUAZEIRO E PETROLINA É MAIS SÉRIO DO QUE SE IMAGINA’, DIZ DELEGADA DO CASO

Lígia Nunes, titular da 17ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) Juazeiro-Ba

A delegada Lígia Nunes, titular da 17ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), responsável pelas investigações do caso envolvendo jovens que convocaram ataque a duas escolas, sendo uma em Juazeiro e outra em Petrolina (PE), concedeu entrevista a este Blog, hoje (19), e falou sobre a ação da Polícia Civil (PC) realizada na segunda-feira (18).

Como já foi mostrado, o principal suspeito de iniciar os diálogos num grupo de WhatsApp intitulado ‘El Diablo’ foi ouvido ontem na delegacia. Ele tem 19 anos, é ex-aluno do Colégio Modelo e filho de um guarda municipal da cidade. O jovem e seu pai também são suspeitos de agredir fisicamente um adolescente de 15 anos, na noite de domingo (17), após o vazamento dos diálogos nas redes sociais.

Lígia Nunes explicou os motivos da agressão ao menor e falou das ameaças no grupo. “Foi constatado que houve ameaças. Ele ameaçou os colegas, houve incitação aos demais componentes do grupo para que o acompanhassem nessa empreitada e houve agressão física real ao adolescente colega dele, que foi tentar impedi-lo de fazer esse mal, assim como houve ameaça de morte dele e do pai contra esse menino”, afirmou.

A delegada disse que foi ao Colégio Modelo para falar com os professores, funcionários e alunos, quando se deparou com o adolescente que havia sido agredido. “Quando eu estava na escola e vi o adolescente lesionado, eu me preocupei mais ainda, porque ele [o suspeito de incitar o ataque] demonstrou agressividade real, quando ele agrediu o colega, e logo numa região vital, que é o pescoço”, reforçou.

Segundo Lígia Nunes, o jovem que incitou a ação criminosa pode ser responsabilizado criminalmente. Agora, a PC vai identificar os demais participantes do grupo, que reúne jovens de Juazeiro e Petrolina. Para a delegada, o caso é mais sério do que se imagina. “Vamos tentar identificar os demais componentes do grupo, para que sejam ouvidos. Estamos dando atenção com seriedade ao caso, pois causou grande preocupação para as famílias, escolas e alunos. Causou pânico. Existe um grupo chamado ‘El Diablo’, que concentra jovens de Juazeiro e Petrolina. Inclusive, as vestes que ele tirou fotos e postou nesse grupo são bem parecidas com os rapazes que provocaram o atentado em Suzano (SP).”

Arrependimento

Questionada sobre o depoimento do rapaz, a delegada disse que ele demonstra arrependimento, mas acredita que ele é, de fato, violento. “Ele demonstra arrependimento, disse que não tinha essa intenção. Mas a agressividade dele para com o colega e as palavras dele de violência e apoiando o que aconteceu em Suzano, para mim deixa claro que ele é violento”.

A delegada ainda faz uma ressalva aos pais. “Esse problema existe em todos os locais. Nós, enquanto pais e pessoas públicas, precisamos ser vigilantes. Os pais precisam ficar mais atentos aos seus filhos. Muitas vezes no silêncio que eles ficam no quarto, até pode confortar os pais, mas não está tudo bem. Se preocupem, olhem o que seus filhos estão fazendo, analisem o silêncio deles”, recomenda Lígia Nunes.

Apreensões

Na casa do jovem a PC apreendeu computadores, jogos, aparelhos celulares e uma máscara preta. Foram instaurados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) de lesão corporal e ameaça; de apologia ao crime e ameaça; além de intimações de outros jovens que participaram da conversa na rede social. Os aparelhos eletrônicos apreendidos vão ser periciados.

Carlos Britto

Mulher morre atropelada por caminhão de lixo após cair na rua

 Por: Polícia Civil Por: Redação BNews

Uma mulher de 58 anos morreu atropelada por um caminhão de lixo em Porto Seguro, no último sábado (16). Anelita Brito Silva teria se desequilibrado e caído atrás do veículo, que acabou passando por cima das pernas dela.

A dona de casa foi socorrida para o Hospital Luiz Eduardo Magalhães, mas acabou não resistindo aos ferimentos. O corpo dela foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). 

Quando percebeu que a mulher tinha sido atropelada, o motorista do caminhão do lixo passou mal e foi levado para a Unidade de Pronto Antedimento do Baianão. O estado de saúde dele não foi divulgado. A polícia abrirá uma investigação sobre a morte de Anelita.