RADIO WEB JUAZEIRO
quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

PREFEITO DE UAUÁ TEM CONTAS APROVADAS PELO TCM

Resultado de imagem para Lindomar Dantas

As contas do prefeito de Uauá, Lindomar Dantas, foram aprovadas nesta terça-feira (11) pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA). A aprovação é referente ao exercício de 2017.

De acordo com o prefeito, a aprovação das contas municipais representa a confirmação do trabalho sério, da responsabilidade e do compromisso que o atual governo tem com o erário público. “O Governo da Mudança se apoia no tripé da responsabilidade, da transparência e da participação. Aqui, superando as dificuldades da crise que pesa sobre os municípios, agradeço a todos os profissionais que servem aos interesses desta terra e trabalharam pela aprovação das nossas contas; e com o reconhecimento dos órgãos de controle e do TCM seguiremos firmes”, destacou o chefe do executivo.

Vale recordar que a Prefeitura de Uauá supera um histórico triste de três anos (2014, 2015 e 2016) de rejeição das contas municipais pelo TCM. Com o desempenho da equipe do prefeito Lindomar Dantas, o município se fortalece a cada dia e resgata a sua dignidade institucional.

Ascom-PMU

BRASIL ENTRA NA LISTA DE INIMIGOS IMAGINÁRIOS DE MADURO

Maduro cita Brasil, EUA e Colômbia em complô; Rússia enviou ajuda militar


Do UOL, em São Paulo

Palco de uma das maiores crises humanitárias e migratórias do continente, a Venezuela caminha para se tornar epicentro também de uma escalada militar na região: nesta segunda-feira (12), o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, falou em um suposto plano dos Estados Unidos para derrubá-lo e, inclusive, assassiná-lo, e que os governos de Brasil e Colômbia também participariam deste complô.

"Chegou a nós uma boa informação (...) John Bolton (assessor de segurança nacional americano), desesperado, designando missões para provocações militares na fronteira", disse Maduro.

O líder venezuelano disse que instruções neste sentido foram transmitidas ao presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro.

Veja os últimos episódios das tensões em torno da Venezuela:
Quarta-feira (12): Maduro fala em complô para assiná-lo e cita Brasil, Colômbia e EUA
Segunda-feira (10): Rússia envia quatro aeronaves para exercícios militares na Venezuela
Quarta-feira (5): Maduro encontra Vladimir Putin, presidente russo, em Moscou e pede ajuda financeira

Combinou com os russos

Maduro esteve na Rússia na semana passada
Imagem: Maxim Shemetov/Pool Photo via AP


No início da semana, dois aviões bombardeiros russos capazes de transportar armas nucleares pousaram na aliada Venezuela, em uma demonstração de apoio ao governo socialista da Venezuela que enfureceu Washington.

Os bombardeiros supersônicos TU-160, conhecidos como "Cisnes Brancos" por pilotos russos, aterrissaram no aeroporto de Maiquetia, perto da capital Caracas, após percorrerem mais de 10 mil quilômetros, disseram os governos da Rússia e da Venezuela.

Na última semana, Nicolás Maduro, cujo governo de esquerda é o mais significativo inimigo dos EUA na América Latina, se reunir com o presidente russo, Vladimir Putin, em Moscou.

À medida que a economia socialista da Venezuela, um membro da Opep, implode, a Rússia se torna uma financiadora de último recurso fundamental, investindo em sua indústria de petróleo e dando suporte ao seu Exército.

Com capacidade para transportar mísseis nucleares de curto alcance, os aviões podem voar por mais de 12 mil quilômetros sem parada para abastecimento e já estiveram na Venezuela duas vezes antes na última década.

"O governo russo enviou bombardeiros para o outro lado do mundo, até a Venezuela", disse enfurecido o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, no Twitter.

"Os povos russo e venezuelano devem ver isso como o que é: dois governos corruptos desperdiçando fundos públicos e esmagando a liberdade enquanto seus povos sofrem."
Tensão no continente

A tensão na América Latina não é recente. Desde o agravamento da crise econômica e humanitária na Venezuela, soluções mais enérgicas contra o governo de Maduro já foram propostas por outros estados e até mesmo organizações. 

Em agosto de 2017, Donald Trump declarou abertamente considerar ia solução militar para Venezuela. 'As pessoas estão sofrendo e morrendo. Temos muitas opções em relação a Venezuela incluindo uma possível operação militar, caso necessário"

Em 2018, cerca de um ano depois dessas primeiras declarações, na Assembleia Geral das Nações Unidas, em setembro, voltou a tocar no assunto. 

"Todas as opções estão na mesa, todas. As mais e menos fortes. E já sabem o que quero dizer com forte", declarou o presidente dos EUA.

O governo da Venezuela culpa os Estados Unidos por insurreições militares dentro do país. 

Além de Donald Trump, o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luiz Almagro, também disse avaliar intervir militarmente na Venezuela para resolver a crise que assola o país. "O sofrimento do povo, no êxodo induzido que está sendo conduzido [pelo governo venezuelano], coloca as ações diplomáticas em primeiro lugar, mas não devemos descartar nenhuma ação. Quanto à intervenção militar para derrubar o regime de Nicolas Maduro, eu acho que não devemos descartar nenhuma opção."

Posteriormente, Almagro se disse mal interpretado.

A Colômbia, o país que mais recebeu refugiados venezuelanos, também deu declarações duras em relação a Maduro. Iván Duque, o presidente colombiano, chamou a Venezuela de "ditadura desprezível" e pediu apoio ao resto do continente em relação a crise migratória.

O Brasil, com a eleição de Jair Bolsonaro e sua aproximação política e ideológica com os Estados Unidos, de Trump, poderia vir a dar coro aos anseios militaristas no continente.

Jair Bolsonaro já se manifestou contrário ao governo de Maduro e é favorável a um endurecimento das relações entre os dois países. As declarações mais duras vieram de seu filho, Eduardo Bolsonaro, em ato na Avenida Paulista no dia 21 de outubro. "O general Mourão já falou: a próxima operação de paz do Brasil vai ser na Venezuela. Vamos libertar nossos irmãos venezuelanos da fome e do socialismo", anunciou o deputado eleito.

Cerca de um mês depois, em reunião com autoridades dos Estados Unidos, Eduardo Bolsonaro abordou a questão da Venezuela. Segundo ele, a ação do governo brasileiro em relação a Maduro passará por uma cooperação entre Sérgio Moro e o Itamaraty.

"Existem diversos instrumentos que o Brasil por anos, de maneira proposital, não levou a sério. São instrumentos que estão à mão. O juiz Sérgio Moro sabe melhor do que ninguém com relação à lavagem de capitais, combate ao crime organizado, Convenção de Palermo. E junto com a equipe do embaixador Ernesto Araújo, tem muita coisa nessa área. Se você for congelar tudo aquilo que remete e passa pelas ditaduras cubana e venezuelana, você pode dar um calote muito grande nesses ditadores"

A convenção de Palermo é um acordo internacional relativo a crimes transnacionais.

Outros países da América Latina se mostram mais cautelosos na maneira de abordar a questão Venezuelana. Sebastían Piñera, presidente do Chile, não concorda com a opção militar para resolver a crise na Venezuela.

"Nós acreditamos que a opção militar é uma opção ruim porque sabe-se como elas começam, mas nunca se sabe como elas terminam e que custos elas terão em termos de vidas humanas e de sofrimento", declarou a jornalistas, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York.

Evo Morales, presidente da Bolívia, denunciou na Assembleia Geral o movimento norte-americano contra Maduro. "os problemas da Venezuela devem ser resolvidos pelos venezuelanos", afirmou.


VÍDEO - LUCINHA MOTA ( MÃE DE BEATRIZ MOTA) PEDE JUSTIÇA


AÉCIO NEVES COM UM PÉ NA CADEIA


(Antonio Lucena/VEJA)
Por Ricardo Noblat

Fora do Palácio do Planalto desde que Fernando Henrique Cardoso saiu de lá em janeiro de 2003 depois de ter governado o país durante oito anos, o PSDB imaginou que poderia voltar quando disputou com Aécio Neves a eleição presidencial de 2014.

Por pouco isso não aconteceu. Se Aécio tivesse vencido Dilma Rousseff (PT), e a ser verdade tudo o que se descobriu a respeito dele até aqui, o país ainda estaria sendo governado pelo “líder de uma organização criminosa” às voltas com a Justiça.

É dessa forma que a Polícia Federal trata Aécio, que por medo de não se reeleger senador disputou e ganhou em outubro último uma cadeira de deputado federal. Ele foi o principal alvo, ontem, de mais uma investida policial contra a corrupção.

Aécio é acusado de comprar com R$ 110 milhões do grupo empresarial J&F o apoio político de outros partidos quando tentou se eleger presidente há quatro anos. Se restar provado que o fez, seu destino, mais dia, menos dia, será o mesmo de Lula.


Os dois eram amigos de longa data. Foram deputados juntos, jogaram futebol juntos no Clube do Congresso, em Brasília, e embora em partidos diferentes, juntos atuaram em mais de uma ocasião até que o destino os separou.

Mal assumiu a Presidência da República em 2002, Lula ficou sabendo que a manutenção do esquema de corrupção na Usina de Itaipu era do interesse de Aécio, então governador de Minas. Lula preferiu fingir que não sabia e deixou para lá.

Em meados de 2005, ameaçado de perder o cargo com o escândalo do mensalão do PT, Lula tomou um porre e admitiu renunciar. Foi a vez de Aécio sair em seu socorro. Empenhou-se em calar as vozes do PSDB que murmuravam a palavra “impeachment”. Deu certo.

A disposição de pagar qualquer preço pelo poder explica a situação que ambos vivem hoje – um, preso, à espera de novas condenações; o outro, com um pé na cadeia.

CASO BEATRIZ MOTA: JUSTIÇA DECRETA A 1ª PRISÃO TRÊS ANOS DEPOIS DO CRIME

TJPE decreta prisão preventiva de prestador acusado de apagar imagens do assassino da criança

(foto: reprodução/Facebook)
Fonte: Preto no Branco

Por 3 votos a 1, o Tribunal de Justiça do Pernambuco (TJPE) decretou, agora a pouco, a prisão preventiva a Alisson Henrique, ex-prestador de serviço da instituição, acusado de apagar as imagens das câmeras de segurança onde o suspeito de assassinar a menina aparecia. Esta é a primeira prisão realizada no caso, que completou três anos na última segunda-feira (10).

Votaram a favor da prisão: Laisa Tarcila de Queiroz, Procuradora do Ministério Público do Pernambuco (MP-PE), e os desembargadores Claúdio Nogueira Virgínio, também presidente da Sessão e Deise Andrade. O desembargador Eudes França deu voto contra à prisão.

Lucinha Mota, mãe de Beatriz, passou mal após o resultado e foi levada para uma unidade de saúde de Recife.

Na audiência de segunda instância, Carlos André, administrador do Colégio, e a funcionária, Lorailde, também foram citados no envolvimento da exclusão das imagens.

Na última segunda-feira, 10 de dezembro, completaram-se três anos do assassinato de Beatriz Mota, na época com 7 anos, assassinada com 42 facadas durante uma festa de formatura que reunia cerca de três mil pessoas no Colégio Maria Auxiliadora, em Petrolina.

Manifestação

Mais cedo, familiares, amigos e integrantes dos movimentos “Somos Todos Beatriz” e “Beatriz Clama Por Justiça”, iniciaram um protesto em frente ao Tribunal e Justiça (TJPE), em Recife. A manifestação aconteceu antes da audiência pública.

A prisão preventiva do ex-funcionário foi pedida em julho pela Delegada Poliana Nery, porém, apesar do Ministério Público (MP) ter acatado o pedido, Elane Brandão, Juíza de Direito do Tribunal do Júri da Comarca de Petrolina, indeferiu a decisão no dia 23 de julho. Na época, a juíza argumentou que a medida pleiteada “carece de contemporaneidade, considerando que, das informações trazidas no bojo da representação, a autoridade policial, à época representada por outra Delegada, tomou conhecimento da recuperação das imagens desde dezembro de 2016, sem apontar comportamento do indiciado que pudesse indicar seu intuito de embaraçar eventual instrução processual”.

PRESIDENTE DA ALBA CONVOCA A PM PARA PROTEGER A INSTITUIÇÃO

Jornalistas são impedidos de entrar na Alba para acompanhar votação polêmica
Resultado de imagem para pms na alba
Presidente Angelo Coronel (PSD) solicitou a presença de policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar da Bahia

Redação VN


Os profissionais da imprensa foram impedidos na manhã desta quarta-feira (12) de entrar na Assembleia Legislativa da Bahia, que irá apreciar projetos polêmicos do Executivo nesta manhã.

Jornalistas e outros profissionais não puderam entrar no prédio onde irá ocorrer a votação para acompanhar a sessão, que acontecerá no auditório da Casa, uma vez que o plenário segue ocupado por servidores que são contra o projeto de Rui.

O presidente Angelo Coronel (PSD) solicitou a presença de policiais do Batalhão de Choque da Polícia Militar da Bahia.

Atualização:

Jornalistas foram autorizados a entrar no prédio da Alba após reivindicação. A sessão ordinária também está sendo transmitida pela TV Alba – diferente do que ocorreu no início da sessão.

VÍDEO - POLÍCIA PRENDE HOMEM BRABO

Suspeito agride mulher e policiais militares antes de ser preso; veja vídeo

Ele ainda ofereceu dinheiro aos PMs
Foto: PM-GO
 VN

Um homem foi preso em flagrante pela Polícia Militar de Goiás após espancar uma mulher dentro do apartamento do casal. Os vizinhos que chamaram a polícia após ouvirem gritos de “socorro”.

Já na frente dos PMs, o homem resistiu à voz de prisão e agrediu os policiais, ferindo a mão de um deles e o braço de outro. Depois, ofereceu R$ 1 mil para cada um “aliviar” a situação dele. Diante da negativa e do aviso do crime de corrupção, Robison começou a bater a própria cabeça contra a parede.

Na delegacia, o agressor atacou a testemunha com um mata-leão e precisou ser algemada. Agora, ele responderá por lesão corporal, ameaça, corrupção ativa, desacato e dano qualificado, por ter quebrado o cubículo da viatura com chutes e cabeçadas. As informações são do site Metrópoles.

Veja o vídeo do site:

CANTORA DIZ QUE PASSOU POR EXPERIÊNCIA SOBRENATURAL


Após retiro espiritual, Simone retorna às redes sociais e conta que passou por experiência sobrenatural 


Atriz ficou seis dias fora das redes sociais 

Foto: reprodução/Instagram 
VN 

Depois de anunciar que ficaria um tempo afastada das redes sociais, a cantora Simone avisou aos fãs que está de volta à rotina. 

O motivo do afastamento também foi finalmente revelado: a cantora passou seis dias em um retiro espiritual, no interior de Minas Gerais. 

“Foi excelente porque a gente sempre acaba descobrindo que na vida da gente, dentro do nosso coração, tem sempre uma sujeirinha, que fica guardada. A gente acha que está tudo certo e fica uma coisinha no decorrer da história. Eu pude contemplar de perto o quão foi especial e sobrenatural ver o que aconteceu na vida das pessoas que estavam lá comigo. É incrível os sinais que você vê da glória de Deus”, comentou, através do Instagram stories. 

“Se todo o país pudesse passar por um retiro desses o mundo ia ser bem melhor”, concluiu. 

SERVIDORES DO ESTADO SÃO CASTIGADOS PELO GOVERNO BAIANO

Varela comenta sobre protesto de servidores na Alba: “O erro de um dia de eleição, você paga quatro anos”

Servidores são contra aumento da contribuição previdenciária
Foto: Varela Notícias
VN

No programa Balanço Geral desta quarta-feira (12) o apresentador Raimundo Varela comentou sobre o protesto de servidores, realizado nesta terça-feira (11), na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), para impedir a sessão que votaria a proposta de aumento da contribuição previdenciária.

“Estão culpando o governador de 15 anos atrás. Agora Paulo Souto é o culpado?”, questionou Varela. “É muita mentira que povo tem que engolir”, criticou.

“Sabe como eu vejo a Assembleia? Um depósito de tratores que vão passar por cima do servidor, porque é a casa do ‘amém’ do governador. O presidente é o senador eleito pelo governador. Vocês querem o que? Quem botou essa gente lá foi o próprio povo. Agora aguente”, reclamou.

“Eles dizem que ali é a casa do povo, mas quando o povo chega, eles chamam a polícia. Quatro anos sem aumento? Tem que aumentar, amigo. Tem que cortar essas mordomias e secretarias que não servem para nada. Mas o povo, nas urnas, aprovou esse governo. A gente precisa aprender a votar, minha gente. Rui não está nem aí. Ele teve 75% dos votos. O erro de um dia de eleição, você paga quatro anos”, ressaltou.

CHOCOLATE ESCORRE PELA RUA

Chocolate vaza e vira enorme barra em rua da Alemanha

Por: Fernando Moreira 

Chocolate vaza em rua da Alemanha Foto: Reuters

Os bombeiros de Westoennen (Alemanha) tiveram que responder a uma ocorrência inusitada: um derramento doe chocolate em uma rua da cidade, na noite de terça-feira (11/12).

Um tanque de chocolate da fábrica DreiMeister sofreu um "pequeno problema técnico" e provocou um grande vazamento, derramando boa parte do produto cremoso, de acordo com a agência Reuters.

Vazamento de chocolate na Alemanha Foto: Reprodução

Vazamento de chocolate em fábrica alemã Foto: Reprodução

Após vazamento, chocolate chega a rua em Westoennen Foto: Reprodução

Cerca de uma tonelada de chocolate vazou pela rua. Com a baixa temperatura, o chocolate logo se solidificou, tornando-se uma enorme barra de chocolate.

Vinte e cinco bombeiros trabalharam para remover o chocolate e liberar a via. Eles usaram pás, água quente, maçaricos e até uma retroescavadeira.

A produção de chocolate foi interrompida, mas deverá ser retomada nesta quarta-feira, segundo informou Markus Luckey, presidente da empresa. O empresário disse que, se fosse mais perto do Natal, o vazamento teria sido "catastrófico".

Bombeiros removem chocolate que vazou em rua da Alemanha Foto: Reuters

Remoção do chocolate em Westoennen Foto: Reprodução

'
Barra' de chocolate retirada de rua alemã Foto: Reprodução

Chocolate é removido de rua Foto: Reprodução

Lavagem de rua coberta de chocolate na Alemanha Foto: Reprodução

RATOS SÃO USADOS EM PROTESTO CONTRA A CORRUPÇÃO

Ratos lançados 'de paraquedas' paralisam sessão de Congresso na Colômbia

Congressistas da Colômbia sobem escadas após ratos serem lanços em plenário Foto: El Tiempo
AFP

O Congresso da Colômbia precisou cancelar a plenária depois que ratos vivos foram lançados de paraquedas das galerias no recinto, denunciaram parlamentares e assessores.

Na Colômbia, ratos e camundongos são símbolo de roubo e corrupção. A ação desta terça-feira foi realizada com roedores brancos de laboratório.

Das galerias, onde fica o público para assistir às sessões, "atiraram quatro ratos brancos em uma bolsa que continha confete, ressaltou Sebastián Díaz, chefe de imprensa do senador Armando Benedetti. "A bolsa tinha paraquedas".

Com o protesto inusitado, ouviram-se risadas e gritos no plenário. O ex-presidente colombiano Álvaro Uribe, que estava no local, subiu as escadas do recinto para fugir dos animais e perguntar o que havia acontecido.


O incidente ocorreu ao término de um ato de reconciliação em que congressistas das Forças Revolucionárias da Colômbia - do partido surgido dos acordos de paz no país - entregaram plantas a congressistas.

A senadora Sandra Ramírez, companheira do falecido fundador e máximo comandante das Farc Manuel Marulanda (Tirofijo) qualificou o ato como "sabotagem" e pediu investigação.

Nenhum grupo reivindicou o protesto. O Congresso sofre com imagem negativa no país por casos de corrupção. Por sua parte, o congressista de centro Juan Luis Castro assegurou à imprensa que os animais foram jogados contra representantes do Centro Democrático, o partido de direita no poder.

"Esta não é a maneira de expressar descontentamento", reclamou o parlamentar da Aliança Verde.

Em agosto, fracassou nas urnas uma consulta popular que buscava endurecer a punição a políticos e empresários envolvidos em corrupção.

CELULAR EXPLODE NO BOLSO DA CALÇA E DEIXA HOMEM FERIDO

Celular pega fogo no bolso da calça e deixa homem com queimaduras na perna e mãos
Calça de Crespo ficou queimada
 Foto: Reprodução

Carolina Heringer


O roteirista Carlos Henrique Lopes Crespo, de 49 anos, sofreu queimaduras de segundo e terceiro graus na perna esquerda e nos dedos das mãos após seu telefone celular ter explodido e pegado fogo no início da tarde do sábado. Crespo estava com o aparelho, um Samsung modelo Galaxy A5 comprado em 2016, no bolso de sua calça jeans. O acidente ocorreu quando o roteirista estava no banco carona de seu carro, passando pelo Elevado do Joá, na Zona Oeste do Rio. A sua mulher dirigia o veículo.

— Escutei um barulho que chamou minha atenção e, quando olhei para a minha perna, vi que estava saindo uma fumaça preta. O celular estava no bolso, eu não estava usando nem carregando o aparelho. De repente, senti minha perna queimar e, no desespero, peguei o celular e acabei queimando as mãos. Joguei o telefone pela janela e, quando tirei a calça, ela estava com brasas, ou seja, estava claramente pegando fogo — relembra Crespo.

O roteirista foi levado por sua mulher para um hospital, onde recebeu atendimento. Ele teve alta médica na madrugada de domingo, mas precisou voltar à emergência no mesmo dia, com febre alta. No dia seguinte, foi ao hospital novamente para retirar as bolhas formadas pelas queimaduras. Agora, o roteirista faz curativos em casa duas vezes por dia.

— Eu e minha mulher estávamos no meio de um elevado, no carro. Poderíamos ter batido e até ferido outras pessoas. Minha mulher ficou sem saber o que fazer. A sensação era como se tivesse uma frigideira na perna. Foi desesperador — relembra.

O banco do carro do roteirista Foto: Reprodução

O aparelho que estava sendo usado pelo roteirista tinha sido emprestado a ele por sua mãe, já que o seu vinha apresentando defeito. Ele estava com o celular há poucos dias e não havia notado nenhum problema em seu funcionamento.

As feridas podem atrapalhar a vida profissional de Crespo. Freelancer, ele está com uma proposta para iniciar um trabalho este mês, mas não sabe se conseguirá fazer o serviço, uma vez que, além das queimaduras, tem sofrido com enjoos e mal-estar.

— Me senti personagem de fake news. A gente ouve essas histórias e acha que é historinha de WhatsApp. Não sei como vou lidar com celular a partir de agora. Estou assustado — afirma.

O roteirista teve queimaduras de segundo e terceiro graus Foto: Reprodução

Após o acidente, o roteirista fez uma postagem em seu Facebook relatando o que havia acontecido com ele. “Não é uma figura de linguagem. Ontem, meu celular explodiu. Ainda sem acreditar no que aconteceu”, escreveu ele no início do texto. O relato acabou chegando à fabricante Samsung, que entrou em contato com o roteirista. Nessa terça-feira, representantes da empresa estiveram na casa de Carlos Henrique.

Procurada pelo EXTRA, a empresa de tecnologia informou que realizará uma análise completa para determinar a causa exata do ocorrido. “Gostaríamos de assegurar aos nossos consumidores que seguimos os mais rigorosos padrões de segurança e controle de qualidade para garantir a melhor experiência com nossos produtos e serviços”, informou a Samsung em nota.

PULANDO A CERCA

Thammy Miranda assume que flagrou namorada na cama com outra mulher

"Ela fingiu que eram só duas amigas. Eu sabia que não era", contou o filho de Gretchen

Redação iBahia

Thammy Miranda revela que já foi traído em canal no YouTube, o 'Desenrolados'. Ele e a esposa, Andressa Ferreira, fizeram uma programa falando sobre traição, que foi divulgado no dia seis de dezembro. No vídeo, o filho de Gretchen conta que encontrou a ex-namorada com outra mulher em sua cama.
Foto: reprodução

"Cheguei de um show, ia chegar tipo 2 da tarde, cheguei era tipo 11 da manhã e a pessoa estava na minha cama. A pessoa já tinha levantado, se trocado, só estava conversando com a minha namorada da época. Ela fingiu que eram só duas amigas. Eu sabia que não era. A gente sabe. Fiquei normal, falei pra outra menina ir pra praia com a gente, ela dizendo que não desesperada. Eu fui, passei o dia na praia, chegamos e falei [pra então namorada]: 'Vou tomar banho, enquanto tomo banho você arruma suas coisas e vai embora'. 

Andressa contou que já viveu o outro lado da história. Ela assumiu que traiu e foi perdoada. "Eu não tinha a relação como séria, era muito no começo", justificou. 

Thammy e Andressa (Foto: reprodução)

No vídeo, os dois garantiram que na relação deles não houve traição. "Tesão passa. Amor é difícil de encontrar. A gente constrói sentimentos ao longo de uma vida. Melhor coisa da vida é saber que você tem alguém que está com você para qualquer coisa. Eu passo por situação difícil e sei que tenho ele para me apoiar", opinou Andressa. 

O casal ainda assumiu que cogitam sexo a três. "A gente combinou que quando a gente quiser dar uma puladinha de cerca, a gente vai fazer junto", contou Thammy. 
Veja vídeo

TSE REJEITA AÇÃO DO PT PARA CASSAR BOLSONARO E MOURÃO

 Por: Valter Campanato/Agência Brasil Por: Agência Brasil

Por unanimidade, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu nesta terça-feira (11) rejeitar e arquivar pedido protocolado em outubro pelo PT para cassar a candidatura do presidente eleito Jair Bolsonaro e do vice, general Hamilton Mourão, por abuso de poder econômico.

Na ação, a Coligação O Povo Feliz de Novo, que foi composta pelo PT, PCdoB e PROS, pediu a cassação da chapa vencedora por entender que um empresário de Santa Catarina teria coagido seus funcionários a votarem em Bolsonaro, fato que teria desequilibrado a disputa eleitoral.

O caso envolveu o empresário Denisson Moura de Freitas, dono de uma empresa de aparelhos de ar condicionado. Segundo o PT, Freitas teria enviado um áudio aos funcionários para que passassem a usar adesivos e camisetas em apoio a Bolsonaro.

Ao julgar o caso, o TSE seguiu voto proferido pelo relator, ministro Jorge Mussi, e entendeu que não há provas suficientes para condenar o empresário pela suposta coação dos trabalhadores. Para os ministros, promover o engajamento dos trabalhadores na eleição não pode ser considerado como ato ilegal sem a apresentação de demais provas.

Defesas

Durante o julgamento, o advogado Marcelo Schmidt, representante da coligação do PT, defendeu a ação e sustentou que houve várias denúncias durante o processo eleitoral sobre coações de empresários para influenciar trabalhadores para favorecer Bolsonaro.

"Quando um empresário coage seus funcionários para que votem, apresentem tempo de seu dia, dinheiro para compra de camisetas, compra de adesivos e outras formas, são uma forma de mascarar um abuso de poder econômico”, disse.

A advogada Karina Kufa, representante de Bolsonaro, disse que a chapa não teve conhecimento prévio do suposto pedido de voto. Segundo a advogada, durante as eleições, Bolsonaro pediu aos empresários não fizessem campanha dentro de empresas a favor dele.

"Além de não haver prova, não há qualquer indício de que haja participação, anuência e conhecimento prévio do candidato", disse.

A defesa de Denisson Freitas disse que o empresário manifestou sua opinião pessoal de apoio a Bolsonaro. A advogada representante do empresário disse ainda que ele se arrependeu das declarações e não chegou a distribuir as camisetas.

Outra ação

Na semana passada, o TSE formou maioria para negar outro pedido do PT para cassar a chapa de Bolsonaro. No entanto, um pedido de vista feito pelo ministro Edson Fachin suspendeu a análise do caso.

Na ação, o partido alegou que Bolsonaro e Mourão se beneficiaram do suposto constrangimento provocado pelo empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan. Segundo as alegações da chapa petista, em vídeo divulgado na internet, Hang teria constrangido seus funcionários a votarem em Bolsonaro "sob ameaças de fechamento de lojas e dispensa".

ACUSADO DE ESTUPRO DE VÁRIAS MULHERES VOLTA AO TRABALHO

João de Deus aparece na Casa Dom Inácio Loyola pela 1ª vez após denúncias de abuso sexual

Por: Redação BNews


O médium João de Deus, de 72 anos, suspeito de abusar sexualmente de mulheres durante tratamentos espirituais realizados por ele, voltou a atender, nesta quarta-feira (12), na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, no Entorno do Distrito Federal. Esta é a primeira vez que ele aparece em público depois que denúncias contra ele vieram a público e uma força-tarefa passou a investigar os supostos crimes. O advogado Alberto Toron, que defende o médium, afirmou que o cliente nega as acusações e que ele está à disposição da Justiça para esclarecimentos. A informação é do G1.

Segundo a publicação, João de Deus chegou à Casa Dom Inácio de Loyola por volta das 9h30 e não quis falar com a imprensa. Os portões do local se abriram as 5h15. No entanto, a movimentação de visitantes só se intensificou por volta de 7h, quando vans e ônibus começaram a chegar com excursões. Turistas de vários estados brasileiros e até do exterior chegaram em Abadiânia em busca de atendimento do médium João de Deus. 

A instituição foi fundada pelo médium em 1976. Ele realiza atendimentos espirituais às quartas, quintas e sextas-feiras, recebendo pessoas de todo o país do mundo em busca de amparo para problemas de saúde de diversos tipos.

A força-tarefa que investiga as denúncias contra João de Deus começou o trabalho de investigação na segunda-feira (10), depois que o programa Conversa com Bial divulgou o relato de 10 mulheres que disseram ter sido abusadas sexualmente pelo médium. O Ministério Público Estadual de Goiás (MP-GO), que, assim como a Polícia Civil, investiga a suspeita de crimes sexuais durante tratamentos feitos pelo religioso, havia contabilizado, até o fim da terça-feira (11), mais de 200 denúncias contra o médium. 

O advogado Alberto Toron, que defende o médium, afirmou que o cliente nega as acusações e que ele está à disposição da Justiça para esclarecimentos. “Muito enfaticamente ele nega. Ele recebe com indignação a existência dessas declarações, mas o que eu quero esclarecer, que me parece importante, é que ele tem um trabalho de mais de 40 anos naquela comunidade, atendendo a todos os brasileiros, gente de fora do país, sem nunca receber esse tipo de acusação”, disse.

Além disso, o advogado esclareceu que o padrão de João de Deus era atender a todos em grupo. “Eventualmente atendeu alguma pessoa, alguma autoridade sozinho, isso é um episódio localizado. Mas pessoas, mulheres, crianças em geral, eram atendidas coletivamente diante de um grande número de pessoas”, continuou. Por fim, disse que o cliente vai colaborar com as investigações.

FIM DO FORO PRIVILEGIADO

Comissão da Câmara aprova fim do foro privilegiado
Foto: Alex Ferreira/Câmara dos Deputados




A comissão especial da Câmara aprovou nesta terça-feira (11), em votação relâmpago, a proposta que extingue o foro especial por prerrogativa de função em caso de crimes comuns.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) segue para análise do plenário da Câmara. Com intervenção federal em vigor no Rio de Janeiro e em Roraima, o Congresso não pode votar alterações na Constituição. Com isso, a votação do texto em plenário vai ficar para 2019.

A proposta extingue o foro especial para todas as autoridades em crimes comuns, com exceção dos presidentes da República, da Câmara, do Senado e do Supremo Tribunal Federal, além do vice-presidente da República. Estes continuariam a ser julgados pelo Supremo.

BN

PROMOTOR DE JUSTIÇA SERÁ JULGADO POR ASSÉDIO SEXUAL

TJ-BA retoma julgamento de ação penal contra Almiro Sena por assédio sexual
Foto: Divulgação


O Pleno do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) julga na manhã desta quarta-feira (21) a ação penal contra o promotor de Justiça Almiro Sena, acusado de assédio sexual contra servidoras da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos do Estado. A ação é relatada pelo desembargador Mário Alberto Hirs, que tem sido pressionado para colocar o processo em votação, conforme informou o presidente do TJ, desembargador Gesivaldo Britto. O presidente da Corte pediu que os demais desembargadores não se ausentassem da sessão para não perder o quórum qualificado para julgar a ação. As denúncias se tornaram públicas em maio de 2014. A sessão é secreta diante do pedido de sigilo feito pela advogada das vítimas.

A denúncia contra Almiro Sena foi recebida pelo TJ-BA em maio de 2015. Em maio daquele ano, as vítimas falaram sobre o caso no Fantástico. O promotor já foi preso em regime domiciliar, mas conseguiu um habeas corpus e responde ao processo em liberdade. Em agosto deste ano, o revisor, desembargador Eserval Rocha, pediu data de julgamento. O caso havia sido pautado para julgamento no dia 12 de setembro deste ano e posteriormente para o dia 10 de outubro. O processo é o 22º da pauta do E-Saj. A advogada assistente de acusação, contratada pelas vítimas, quer que o promotor seja condenado por estupro.

PREFEITO REASSUME PREFEITURA DE JAGUARARI

Reconduzido ao cargo, prefeito se diz vítima de perseguição liderada por vice
Foto: Priscila Melo / Bahia Notícias


O prefeito de Jaguarari, no Piemonte Norte do Itapicuru, Everton Rocha (PSDB), que voltou ao posto após ter sido afastado por quatro vezes, promete trazer “normalidade” à gestão. Rocha alega ter sido vítima de adversários cujo líder seria o vice-prefeito, Fabrício D’Agostino, interessado no comando político local. “O vice começou com toda armação, coptou os vereadores e a partir de então montou esse plano de me destituir do poder. Ele é tão algoz que mesmo não tendo legitimidade de faze pedidos no judiciário, continua batendo em todas as portas da Justiça mesmo sabendo que não terá êxito”, disse o prefeito ao Bahia Notícias.

O gestor acredita que a paz institucional está selada pelo fato de a Câmara ter desistido de levar adiantes processos contra ele. “O presidente da Câmara já colocou o pedido de desistência dos agravos, seis vereadores já entenderam que a situação estava levando o município a um caos", acrescentou. O prefeito teve três cassações neste ano feitas pela Câmara de Vereadores e conseguiu depois revertê-las na Justiça.

Em relação a denúncias do Ministério Público do Estado (MP-BA), como a de fraudes que teriam sido cometidas no São João de 2017, Everton Rocha declarou que será inocentado. “Eu estou a todo momento afirmando que o MP foi usado pelos meus adversários por fins politiqueiros. A prova é tanta que agora nesta semana o Ministério Público analisando vários procedimento administrativos contra mim numa sentada só arquivou dez processos, e todos, não tenho dúivida, serão arquivados”, completou.

PRF RECUPERA CAMINHÃO PIPA QUE FOI ROUBADO EM SÃO PAULO

Caminhão roubado em SP no ano de 2014 é encontrado na Bahia

Da Redação | Foto: Divulgação | PRF-BA

Veículo destinado ao transporte de água potável foi recuperado por policiais rodoviários


Um caminhão-tanque que havia sido roubado na cidade de São Paulo, em maio de 2014, foi encontrado na manhã desta terça-feira, 11, na cidade de Senhor do Bonfim (distante a 382 km de Salvador). O veículo, destinado ao transporte de água potável, foi recuperado por policiais rodoviários durante uma fiscalização.

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal da Bahia (PRF), o flagrante ocorreu após os agentes iniciarem o processo de averiguação no caminhão-tanque, que estava estacionado. Na ação, foram constatadas diversas irregularidades nos elementos identificadores do veículo.

O condutor, cujo nome não foi divulgado, e o veículo foram encaminhados para a Delegacia do Senhor do Bonfim.

INCÊNDIO NA 25 DE MARÇO

Incêndio de grandes proporções atinge comércio na região da 25 de Março

Estadão Conteudo e Nana Matos | A TARDE SP

O fogo atingiu o prédio da loja A Gaivota, na esquina das ruas Jorge Azem e Cavalheiro Basílio Jafet


Um incêndio de grandes proporções atinge um prédio comercial na manhã desta quarta-feira, 12, na Rua 25 de Março, no centro de São Paulo. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o fogo consume o prédio da loja de tecidos A Gaivota, que fica na esquina das ruas Jorge Azem e Cavalheiro Basílio Jafet.

Equipes com mais de 80 bombeiros e 20 viaturas estão no local para conter o incêndio. Eles tentam evitar que o fogo atinja outros prédios. Não há informação sobre vítimas. 

De acordo com relatos de comerciantes que trabalham na região, as chamas começaram por volta das 8h10. Funcionário de uma loja em frente ao prédio, o gerente Rafael dos Santos, 27 anos, falou sobre o incêndio: "Quando chegamos, às 9 horas, já estava pegando fogo. Só estamos com três funcionários na loja para, qualquer coisa, baixar as portas e ir embora".

A Compania de Engenharia de Tráfego (CET) interditou as ruas Jorge Azem e Cavalheiro Basílio Jafet, que é uma região de grande movimentação neste período em razão das festas de final de ano. Pelo menos duas quadras ao redor da ocorrência foram interditadas por bombeiros e policiais.

POLÍCIA PRENDE MULHERES TRAFICANTES

Mulheres são presas no aeroporto de Salvador com 25 kg de cocaína

A droga estava acondicionado em frascos e no forro de três malas usadas pelas detidas


Três mulheres foram presas na noite desta terça-feira, 11, no Aeroporto Internacional de Salvador, tentando embarcar com quase 25 kg de cocaína. As brasileiras iriam viajar para Lisboa, em Portugal.

O entorpecente estava acondicionado em frascos de cremes, xampus e enxaguantes bucais e também no forro de três malas. A droga foi localizada pela Polícia Federal (PF) durante inspeção de rotina realizada antes do embarque.

As três mulheres, que não tiveram os nomes divulgados, foram autuadas pelo crime de tráfico de entorpecentes, como previsto no artigo 33 da Lei 11.343/2006. As suspeitas permanecem à disposição da Justiça Federal.

Ainda conforme a PF, um casal já tinha sido preso com 11,5 kg da droga escondida da mesma forma, na semana passada. Eles também tentavam embarcar para Portugal. Assim como as detidas nesta terça, os dois estão à disposição da Justiça. A identidade deles também não foi divulgada.

Entorpecente foi encontrado durante fiscalização de rotina na noite desta terça

SERVIDORES CONTRA AS REFORMAS PROPOSTAS PELO GOVERNADOR

Servidores continuam na Alba em protesto contra reforma administrativa

Da Redação, com informações e fotos de Luciano da Matta

Manifestantes permanecem na Alba e pedem que reforma não seja votada

Servidores estaduais permanecem na área de fora da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) na manhã desta quarta-feira, 12, em protesto contra a reforma administrativa enviada pelo governo Rui Costa para votação.

Os funcionários públicos são contrários a alguns pontos da medida. Dentre elas, o reajuste da alíquota previdenciária de 12% para 14% e reajuste no Planserv, que é o plano de saúde do servidor baiano. Eles pedem que a proposta seja discutida com a categoria antes de ser analisada pelos deputados.

Nesta terça, 11, os servidores também fizeram uma manifestação, invadindo o plenário da casa legislativa, durante a sessão que votaria a reforma. O protesto acabou resultando na suspensão da atividade, que está prevista para ser retomada hoje. 

Rui Oliveira, coordenador-geral do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), é um dos que estão presentes na Alba desde terça. Ele afirmou que diversos servidores passaram a noite acampados no local e que eles vão ficar na Assembleia para evitar que a reforma seja votada.

“Nós já acampamos aqui por 115 dias (durante a greve da categoria, em 2012), o que é um dia a mais?”, questionou ele, depois da suspensão da sessão nesta terça. Apoiando os demais servidores, mais de 200 delegados que ocupam postos de chefia resolveram entregar os cargos. Eles alegam que a reforma vai provocar perdas na remuneração deles de até 40%.

"Assim que for aprovado, o projeto vai impactar nos vencimentos, inclusive, com efeitos retroativos a novembro", afirmou Fábio Lordello, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia da Bahia (ADPEB), acrescentando que a medida proposta pelo governo " faz com que grandes conquistas dos delegados não sejam mais cumpridas". Os policiais civis e delegados também participaram da manifestação.

Policiais militares cercam nesta manhã a Alba, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), e impedem que os manifestantes entreguem no prédio. Eles tentam evitar que confusões como as desta terça voltem a ocorrer, como a quebra de uma das portas de vidro que dava acesso ao plenário. 

Manifestantes fizeram uma mobilização do lado de fora da Alba nesta manhã

Grupo é contra pontos da reforma administrativa do governo Rui Costa

TECNOLOGIA PERMITE AVALIAR A QUALIDADE DA MANGA DO VALE SANFRANCISCANO

Infravermelho identifica com precisão e rapidez a qualidade da manga do Vale do São Francisco 




A tecnologia conhecida como Espectroscopia no Infravermelho Próximo (NIRS, na sigla em inglês) está sendo empregada para identificar o estádio ideal para colher mangas em áreas irrigadas do Submédio do Vale do Rio São Francisco. Adaptado pela Embrapa Semiárido (PE), o equipamento é capaz de estabelecer com precisão o ponto em que o fruto deve ser retirado do manguezal a fim de atingir a qualidade de consumo após 20 dias, tempo necessário para que o produto chegue a mercados distantes no Brasil e no exterior, como Estados Unidos, Europa e Ásia. 

O emprego da tecnologia responde a uma demanda imediata dos sistemas de produção: a rápida e confiável determinação de qualidade da manga sem necessitar destruir os frutos. É um procedimento bem mais vantajoso que os métodos convencionais empregados atualmente na região, que, de maneira geral, envolvem a perda de grande quantidade de frutas para serem avaliadas, além de demandar tempo e mão de obra especializada. 

O pesquisador da Embrapa Sérgio Tonetto de Freitas explica que, nos métodos tradicionais, uma amostra de frutos é coletada para a análise destrutiva de firmeza e coloração da polpa e para obtenção do suco, utilizado na avaliação dos teores de sólidos solúveis e acidez titulável. O trabalho é intensivo e caro, devido à amostragem e aos procedimentos de avaliação, e ainda corre-se o risco de não ser representativo do lote comercial. “Daí a necessidade de métodos não destrutivos, como o NIRS, que é ao mesmo tempo confiável, preciso, rápido, robusto e sem geração de resíduos”, afirma. 
Como funciona 

Há quatro anos, a Embrapa Semiárido vem investigando o uso do Infravermelho Próximo, operado por meio de um equipamento denominado espectrofotômetro, que utiliza a radiação eletromagnética do infravermelho como meio para determinar em frações de segundo as características físicas e químicas de frutas, exibindo na tela, em tempo real, os valores obtidos. A sensibilidade do equipamento permite medições que conseguem precisar a constituição física e química das frutas, que são diferentes conforme o genótipo, manejo do pomar, estádio de desenvolvimento e localidade onde são produzidas. 

A tecnologia vem sendo aplicada às principais variedades de manga cultivadas nas condições ambientais do Submédio do Vale do Rio São Francisco (Tommy Atkins, Palmer e Keitt). Para tanto, foram medidos e analisados milhares de dados necessários para uma efetiva calibração e validação do uso dos equipamentos. Entre os parâmetros de qualidade avaliados nos frutos estão os teores de matéria seca, sólidos solúveis (Brix), amido, acidez titulável, firmeza de polpa, cor de casca e de polpa. 

Após passar por tratamento estatístico, esse grande volume de dados deu origem aos modelos de calibração, que já estão disponíveis para os agricultores e empreendedores da região. Eles são carregados nos espectrofotômetros, permitindo o seu uso na determinação da qualidade dos frutos. Atualmente, esses aparelhos são encontrados no mercado em versões pequenas e portáteis, funcionando acoplados a um computador, celular ou tablet, e possuem preços acessíveis. “Esse é mais um fator atrativo para a aquisição do equipamento, que tem grande potencial para apoiar tomadas de decisões rápidas durante as atividades do dia a dia de agroindústrias ou propriedades rurais”, afirma o pesquisador da Embrapa. 

Segundo Tonetto, é essencial que os equipamentos sejam calibrados com as informações específicas do genótipo e do local de cultivo. Caso contrário, como mostraram as avaliações feitas no Laboratório de Fisiologia Pós Colheita da Embrapa Semiárido, podem ocorrer erros de medições em torno de 4% a 10%, faixa bem acima das medidas apontadas pelo equipamento quando devidamente calibrado, que é de apenas 0,5%, para determinados parâmetros de qualidade. 
Medição da doçura dos frutos 

Tonetto aponta, ainda, como vantagem do uso do NIRS a possibilidade de considerar outros aspectos importantes e que geralmente deixam de ser avaliados em razão das dificuldades dos métodos convencionais. É o caso do teor de matéria seca e de amido que, quando medidos no momento da colheita, permitem ao produtor saber antecipadamente a quantidade de açúcar e, portanto, o sabor que os frutos terão ao chegar ao consumidor. Assim, ele pode optar pela colheita ou classificação dos frutos com mais garantia de qualidade, ou mesmo adotar práticas agrícolas que aumentem a quantidade desses teores nos frutos no pomar. 

A determinação dos teores ideais de matéria seca e amido no momento da colheita está sendo investigada pela Embrapa em parceria com a Universidade do Estado da Bahia (Uneb). Para tanto, os frutos são colhidos com diferentes teores dos compostos, e, após amadurecerem, são submetidos a análise sensorial pelos consumidores, buscando identificar os frutos com melhor aceitação no mercado. 

“Esses parâmetros já vêm sendo estudados e determinados em outros países produtores de manga que competem com o Vale do São Francisco. Por isso, torna-se importante a busca por alternativas que possam melhorar a manga nacional no mercado internacional, aumentando a competitividade da fruta brasileira”, destaca o pesquisador. 
Estratégias comerciais competitivas 

“Uma região que possui mais de 25 mil hectares cutivados com mangueiras, e é a principal exportadora dessa fruta do País, precisa sinalizar com clareza a sustentabilidade dos seus sistemas de produção e a qualidade dos frutos colhidos e levados ao mercado. Só assim, poderá manter estratégias comercais competitivas para os mercados interno e externo”, afirma Tonetto. Para ele, essa pesquisa está abrindo novas ideias sobre qualidade e satisfação dos consumidores. “Consumidor satisfeito garante a compra do fruto mais vezes e estimula o consumo”, enfatiza. 

As novas etapas da pesquisa em andamento incluem o uso dessa alternativa pelos consumidores, com a entrada no mercado de aparelhos celulares e tablets com a tecnologia do Infravermelho Próximo. Um banco de dados, com informações inseridas na memória do aplicativo instalado no celular, permitirá que o consumidor, qual um especialista, seja assertivo na escolha de frutos de bom sabor e sem desordens internas, explica o pesquisador Sergio Tonetto de Freitas. 




Futuro no celular 

Em um futuro não muito distante, aparelhos móveis, como os celulares, passarão a dispor de aplicativos capazes de fazer leituras quase que instantâneas de qualidade das frutas. Ou seja: o consumidor terá em mãos um recurso apropriado para dissipar as inevitáveis dúvidas diante das gôndolas de supermercados ou feiras, facilitando a escolha sobre qual produto adquirir 


Marcelino Ribeiro (MTb 1127/BA) 
Embrapa Semiárido 

Fernanda Birolo (MTb 81/AC) 
Embrapa Semiárido 

Contatos para a imprensa 
semiarido.imprensa@embrapa.br 
Telefone: (87) 3866-3734 



terça-feira, 11 de dezembro de 2018

VÍDEO COM IMAGENS FORTES MOSTRA O MOMENTO EM QUE HOMEM ENTRA NA IGREJA E MATA PESSOAS

Após atirar contra vítimas, suspeito tirou a própria vida
(Foto: Denny Cesare/Codigo19/Folhapress)
VN

Uma câmera do circuito interno de segurança da Catedral Metropolitana de Campinas, no interior de São Paulo, mostrou toda a ação que terminou com cinco pessoas mortas, no início da tarde desta terça-feira (11).

No vídeo, divulgado pelo jornal Folha de S. Paulo, é possível ver o momento em que o atirador aparece dentro da catedral logo após o término da missa. Em seguida, ele se levanta e dispara contra algumas pessoas que estavam sentadas atrás dele.

Após a ação, que deixou ao menos quatro vítimas mortas e outras quatro feridas, policiais entram na igreja, atiram contra o suspeito, que se matou logo em seguida. Os feridos foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros e pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e depois encaminhados para os hospitais Mário Gatti, HC de Campinas e o Beneficência Portuguesa.

Assista: