RADIO WEB JUAZEIRO
terça-feira, 20 de abril de 2021

Prefeitura de Juazeiro realiza mais uma operação ‘Paz no Interior’ com ações de fiscalização preventiva no combate à Covid-19




Dando continuidade à operação ‘Paz no Interior’, com ações de fiscalização preventiva, a Prefeitura de Juazeiro, através da Guarda Civil Municipal (GCM), esteve neste final de semana em várias comunidades, como no distrito de Pinhões, na zona rural do município. A operação também passou pelos bairros da zona urbana.

Em Pinhões, as equipes da GCM receberam a informação de que estaria ocorrendo uma festa com cerca de 50 convidados. No local, a guarnição constatou o descumprimento aos decretos estadual e municipal de combate à Covid-19, inclusive com a maioria das pessoas sem a utilização de máscaras e consumindo bebida alcoólica. O organizador do evento foi localizado e orientado a encerrar a festividade. Não houve resistência.

Já na zona urbana, as equipes da GCM foram informadas de duas ocorrências de perturbação do sossego, uma no bairro Jardim Primavera e outra no Tabuleiro. Em ambas, os sons automotivos foram retidos e encaminhados ao pátio da Guarda Civil Municipal, para que sejam tomadas as medidas legais cabíveis.

“As ações de fiscalização continuarão em todos os bairros e nos finais de semana nos distritos de Juazeiro, de forma preventiva, para continuar assegurando o cumprimento dos decretos no combate ao coronavírus e a segurança da população”, disse o inspetor-chefe da Guarda Civil Municipal, Gilson dos Santos.

Denúncias

A população também pode ajudar no trabalho da GCM fazendo denúncias junto à prefeitura. Para isso, basta ligar para o número 153 da Guarda Civil Municipal ou 190 da Polícia Militar.----

Texto: Thamires Santos - assessoria de imprensa da CSTT/Ascom PMJ.
segunda-feira, 19 de abril de 2021

Semana começa com toque de recolher ampliado em Juazeiro

  

A semana em Juazeiro começou com a mudança no horário do toque de recolher estabelecido pelo Governo da Bahia. O decreto deste domingo (18), acatado pela Prefeitura Municipal, estabelece que a medida passa a vigorar das 21h às 5h até o dia 26 de abril, mas os estabelecimentos devem continuar cumprindo as medidas e protocolo de biossegurança. As equipes da prefeitura seguem reforçando as fiscalizações, com o apoio da Polícia Militar.

De acordo com a publicação, em todo o estado seguem proibidas festas, qualquer tipo de aglomeração e atividades esportivas que não sejam individuais até o dia 26 de abril. Apenas eventos científicos, corporativos e reuniões continuam liberados, com público máximo de 50 pessoas.

Bares e restaurantes

Os estabelecimentos comerciais que funcionem como restaurantes, bares e similares deverão encerrar o atendimento presencial às 20h30, permitidos os serviços de entrega em domicílio (delivery) de alimentação até as 24h.

Também segue proibida a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, das 18h de 23 de abril até as 5h de 26 de abril, em toda a Bahia.

Academias e templos religiosos

Continua autorizado o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, desde que limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade do local, observados os protocolos sanitários estabelecidos. Continuam permitidos os atos religiosos litúrgicos, com limitação da ocupação ao máximo de 25% da capacidade do local.


Texto: Duda Oliveira - Ascom/PMJ

POLICIAIS MILITARES DA REGIÃO NORTE PARTICIPAM DA CAMPANHA DE SANGUE DA PMBA: DOE UMA GOTA DE CARINHO

  

 

A Polícia Militar da Bahia (PMBA), através do Departamento de Polícia Comunitária e Direitos Humanos (DPCDH), deu início a campanha de doação de sangue, “Doe uma Gota de Carinho”, que ocorrerá em todo Estado da Bahia, no período de 13 de abril a 13 de maio do corrente ano.

Os Policiais Militares pertencentes as Unidades Policiais Militares desta região, estarão contribuindo com a supracitada campanha nesta segunda-feira (19) e terça-feira (20). Os trabalhos estarão sendo coordenados pelo Comando de Policiamento da Região Norte (CPRN), comandado pelo Coronel PM Valter Araújo, através da Seção de Valorização profissional (SVP), chefiada pela Capitã PM Bruna Gracielle.

A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (HEMOBA), estará atuando nos pontos de coletas das cidades de Juazeiro, Senhor do Bonfim, Paulo Afonso e Jacobina, a fim de atender os Policiais Militares voluntários.

O Coronel PM Valter Araújo esteve, neste primeiro dia de coleta, no HEMOBA de Juazeiro, a fim de participar da Campanha, juntamente com o Comandante da 25ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) / Casa Nova, Major PM Cirne e a Comandante da 73ª CIPM / Juazeiro, Major PM Raquel Reis. Vários Policiais Militares compareceram nos pontos de coletas para fazer a doação de sangue.

Junte-se aos Policiais, ajude a salvar vidas. Participe!

PMBA, uma Força a serviço do cidadão!

Fonte: CPRN / ASCOM

Suênia - Cap PM
Assessoria de Comunicação do CPRN (ASCOM)

MP-BA apura suspeita de atraso em repasse de valor devido a banco por ex-prefeito


por Cláudia Cardozo / Francis Juliano
Foto: Divulgação / Prefeitura de Juazeiro

O Ministério Público do Estado (MP-BA) resolveu instaurar uma investigação sobre suspeita de atraso em repasse ao Bradesco de valores devidos pela prefeitura de Juazeiro, no Sertão do São Francisco, no mandato do ex-gestor Isaac Carvalho. Segundo o parquet, em publicação desta segunda-feira (19), o atraso corresponde à data-base de 31 de março de 2016.

Pelo contrato, o MP-BA diz que o então gestor deveria repassar ao banco valores correspondentes a “empréstimos consignados” – aqueles em que o pagamento é debitado na conta – feitos por servidores municipais. O contrato tinha sido feito com o Bradesco para que o banco desse desconto nos empréstimos. Em contrapartida, a prefeitura teria de repassar um valor específico, não informado, à instituição financeira.

ROBERTO CARLOS -''PARABÉNS PRA VOCÊ"

 

Gols do Fantástico: veja o resultado dos jogos deste domingo (18) nos campeonatos estaduais


Governo da Bahia amplia horário do toque de recolher em quase 210 municípios; veja

Foto: Alberto Maraux/ SSP-BA

O toque de recolher imposto na Bahia voltou a funcionar das 20h às 5h em 208 municípios do estado, a exemplo de Luís Eduardo Magalhães e Vitória da Conquista (ver lista de cidades atingidas abaixo). Nessas cidades, os cidadãos ficam proibidos de circular à noite, exceto para atividades consideradas essenciais, e também ocupar equipamentos, locais e praças públicas.

A medida foi divulgada pela assessoria de comunicação do governo na noite deste domingo (18), dia em que entrou em vigor, e publicada na versão online do Diário Oficial do Estado (DOE). O decreto ressalta que nos demais municípios baianos, permanece a regra anteriormente vigente, com o toque de recolher iniciando uma hora mais tarde, às 21h.

Quanto às mais de 200 cidades em situação mais restritiva, seus estabelecimentos comerciais, como restaurantes, bares e congêneres deverão encerrar o atendimento presencial às 19h, permitidos os serviços de entrega em domicílio (delivery) de alimentação até as 24h.

Por outro lado, em quase todo o estado, fica vedada a venda de bebida alcoólica em quaisquer estabelecimentos, inclusive por delivery, no período das 18h da próxima sexta-feira (23) até as 5h da segunda-feira seguinte (26). Essa medida só não será aplicada nos municípios (ver lista abaixo) em que a taxa de ocupação de leitos atingiu patamar igual ou inferior a 75% por cinco dias consecutivos.

TRANSPORTE

A circulação dos meios de transporte metropolitanos deverá ser suspensa sempre das 21h30 às 05h até a próxima segunda (26). Da mesma forma, a circulação dos ferry boats deverá ser suspensa das 21h30 às 05h até sexta-feira (23), ficando vedado o seu funcionamento no sábado (24) e no domingo (25).

Já a circulação das lanchinhas também deverá ser suspensa das 21h30 às 05h, de hoje a sexta, mas limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade da embarcação no fim de semana.

EVENTOS

Além disso, até a próxima sexta-feira, o governo mantém a proibição para eventos e atividades, "independentemente do número de participantes, ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas, como eventos desportivos coletivos e amadores, cerimônias de casamento, eventos recreativos em logradouros públicos ou privados, circos, eventos científicos, solenidades de formatura, passeatas e afins, bem como aulas em academias de dança e ginástica". A exceção são eventos científicos, corporativos e reuniões, que foram liberados com público máximo de 50 pessoas. Mas nos municípios com toque de recolher mais restritivo nem essas atividades poderão ocorrer.

Segue proibida ainda, em todo o território baiano, a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras até o dia 26 de abril, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações. Quanto às flexibilizações, segue autorizado o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, desde que limitada a ocupação ao máximo de 50% da capacidade do local, e observados os demais protocolos sanitários estabelecidos. Também continuam permitidos os atos religiosos litúrgicos, com limitação da ocupação ao máximo de 25% da capacidade do local.

MUNICÍPIOS COM TOQUE DE RECOLHER A PARTIR DAS 20H

Abaíra, Acajutiba, Adustina, Alagoinhas, Alcobaça, América Dourada, Anagé,Andaraí, Angical, Antas, Aporá, Araçás, Aracatu, Aramari, Baianópolis, Banzaê, Barra, Barra do Mendes, Barreiras, Barro Alto, Belmonte, Belo Campo, Boa Vista do Tupim, Bom Jesus da Lapa, Bom Jesus da Serra, Boninal, Bonito, Boquira, Botuporã, Brejolândia, Brotas de Macaúbas, Brumado, Buritirama, Caatiba, Caculé, Caetanos, Caetité, Cafarnaum, Canápolis, Canarana, Candiba, Cândido Sales, Caraíbas, Caravelas, Cardeal da Silva, Carinhanha, Catolândia, Catu, Caturama, Central, Cícero Dantas, Cipó, Cocos, Condeúba, Contendas do Sincorá, Cordeiros, Coribe, Coronel João Sá, Correntina, Cotegipe, Crisópolis, Cristópolis, Dom Basílio, Encruzilhada, Entre Rios, Érico Cardoso, Esplanada, Eunápolis, Fátima, Feira da Mata, Firmino Alves, Formosa do Rio Preto, Gentio do Ouro, Guajeru, Guanambi, Guaratinga , Heliópolis, Iaçu, Ibiassucê, Ibicoara, Ibicuí, Ibipeba, Ibipitanga, Ibiquera, Ibirapuã, Ibitiara, Ibititá, Ibotirama, Igaporã, Iguaí, Inhambupe, Ipupiara, Iraquara, Irecê, Itabela, Itaberaba, Itaetê, Itagimirim, Itaguaçu da Bahia, Itamaraju, Itambé, Itanagra, Itanhém, Itapebi, Itapetinga, Itapicuru, Itarantim, Itororó, Ituaçu, Iuiu, Jaborandi, Jacaraci, Jandaíra, João Dourado, Jucuruçu, Jussara, Jussiape, Lagoa Real, Lajedão, Lajedinho, Lapão, Lençóis, Licínio de Almeida, Livramento de Nossa Senhora, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Macarani, Macaúbas, Maetinga, Maiquinique, Malhada, Malhada de Pedras, Mansidão, Marcionílio Souza, Matina, Medeiros Neto, Mirante, Morpará, Mortugaba, Mucugê, Mucuri, Mulungu do Morro, Muquém do São Francisco, Nova Canaã, Nova Redenção, Nova Soure, Nova Viçosa, Novo Horizonte Novo Triunfo, Olindina, Oliveira dos Brejinhos, Ouriçangas, Palmas de Monte Alto, Palmeiras, Paramirim, Paratinga, Paripiranga, Pedrão, Piatã, Pindaí, Piripá, Planalto, Poções, Porto Seguro, Potiraguá, Prado, Presidente Dutra, Presidente Jânio Quadros, Riachão das Neves, Riacho de Santana, Ribeira do Amparo, Ribeira do Pombal, Ribeirão do Largo, Rio de Contas, Rio do Antônio, Rio do Pires, Rio Real, Ruy Barbosa, Santa Cruz Cabrália, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, São Gabriel, Sátiro Dias, Seabra, Sebastião Laranjeiras, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Sítio do Quinto, Souto Soares, Tabocas do Brejo Velho, Tanhaçu, Tanque Novo, Teixeira de Freitas, Tremedal, Uibaí, Urandi, Utinga, Vereda, Vitória da Conquista, Wagner, Wanderley e Xique-Xique.

MUNICÍPIOS COM VENDA DE BEBIDAS LIBERADA NOS FINS DE SEMANA

Caém, Caldeirão Grande, Capim Grosso, Jacobina, Mairi, Miguel Calmon, Mirangaba, Morro do Chapéu, Ourolândia, Piritiba, Quixabeira, São José do Jacuípe, Saúde, Serrolândia, Tapiramutá, Umburanas, Várzea da Roça, Várzea do Poço e Várzea Nova. (

Voo com insumo para fabricar 5 milhões de doses da Coronavac chega a São Paulo

Foto: Reprodução/ CNN Brasil

Um voo com 3 mil litros de Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) da China para o Brasil chegou na manhã desta segunda-feira (19) ao aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. A matéria-prima será usada na fabricação de mais de 5 milhões de doses da Coronavac pelo Instituto Butantan.

O avião com a carga pousou no terminal às 6h31. Segundo a CNN Brasil, em abril, o instituto entregou ao Ministério da Saúde 4,5 milhões doses da vacina. No mês de março foram disponibilizadas 22,7 milhões de doses. Em fevereiro, 4,85 milhões e, em janeiro, 8,7 milhões de unidades.

Até setembro, está prevista a entrega de mais 54 milhões de doses do imunizante, segundo o governo do estado de São Paulo.

Fátima Bernardes revela real motivo de ter deixado o "Jornal Nacional"

Em entrevista ao "Conversa com Bial", apresentadora citou crises de ansiedade como argumento I Foto: Instagram

Fátima Bernardes concedeu uma entrevista ao "Conversa com Bial" na sexta-feira, 16. Durante o papo, a apresentadora revelou o real motivo de ter deixado o "Jornal Nacional".

"Eu sofro de uma coisa chamada ansiedade. Eu sou muito preocupada com acomodação. Eu pensei: estou numa posição muito desejada, a que mais sonhei. Será que daqui a 10 anos vou continuar com meu olho brilhando? Eu fiz de tudo que eu podia no 'JN'. Será que eu vou fazer mais o quê? O que me tirou da bancada foi uma inquietação com o que viria daqui a alguns anos. Eu não queria não dar um sorriso verdadeiro", desabafou Fátima Bernardes .

"Eu comecei a criar uma crise de ansiedade. Nesse dia, tinha um horário eleitoral, um bloco a mais, eu falei que não ia dar conta. Eu comecei a passar mal. Eu arriei na bancada. Depois disso, tive outras vezes. Eu não dava mais o meu melhor. Era mais fácil dizer isso do que dizer que não queria mais fazer. Eu meio que desenvolvi essa crise, tratei como labirintite. O William identificou como crise de ansiedade dois anos depois", acrescentou ela.

Apesar de ter deixado a bancada do "JN", por muito tempo o cargo foi um sonho para Fátima Bernardes. "Virou um sonho a partir do momento em que vi a Lilian Witte Fibe sentar ali pela primeira vez. É engraçado como a representatividade é importante. Eu só via homens fazendo aquilo. No dia que vi a Lílian sentando, falei "então pode, né?", ai passou a ser um desejo", .

Pazuello deve ganhar comando de Secretaria de Modernização

Pazuello deixou o Ministério em 23 de março e retornou às funções no Exército | Foto: Sergio Lima | AFP

O ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, deve ganhar nos próximos dias o comando da Secretaria Especial de Modernização do Estado (Seme), atualmente comandada pelo procurador da Fazenda Nacional Sérgio Augusto de Queiroz. As informações são do jornal O Globo.

A pasta é subordinada à Secretaria-Geral da Presidência, chefiada pelo ministro Onyx Lorenzoni. Caso seja confirmada a nomeação de Pazuello no cargo, ele passará a despachar do Palácio do Planalto.

Pazuello deixou o Ministério em 23 de março, data da publicação no Diário Oficial da União (DOU). E sem encontrar um novo cargo no governo, retornou às funções no Exército, mas como a promessa do presidente de que voltaria ao governo.

Inicialmente, chegou a ser cogitado entregar um ministério para que Pazuello mantivesse o foro privilegiado, o que gerou disputa no governo. Outros cargos também foram considerados para dar uma “saída honrosa” para o ex-ministro, o que não ocorreu, também devido à resistência interna. A secretaria especial não possui direito a foro privilegiado.

Covid-19: imunização reduz o risco de desenvolver doença grave, mas não elimina essa possibilidade

Jane Fernandes

A morte do cantor Agnaldo Timóteo, internado com Covid-19 após receber a segunda dose da vacina, gerou uma nova onda de interrogações


A morte do cantor Agnaldo Timóteo, internado com Covid-19 dois dias após receber a segunda dose da vacina, gerou uma nova onda de interrogações sobre a proteção oferecida pelas vacinas e a necessidade de manter os cuidados preventivos preconizados desde o início da pandemia. Especialistas apontam que a imunização sempre reduz os riscos, especialmente de agravamento da doença, mas não elimina totalmente essa possibilidade.

Aparentemente, Agnaldo Timóteo contraiu o vírus entre a primeira e a segunda dose a vacina, quando ainda não havia completado o esquema de imunização, passo indispensável para alcançar a proteção integral. A doutora em imunologia e pesquisadora da Fiocruz (Fundação Osvaldo Cruz) Fernanda Grassi ressalta que uma única dose não é suficiente para estimular o sistema imune a produzir anticorpos e a resposta celular necessária para prevenir a infecção.

“Mesmo quando a gente toma a segunda dose, a resposta individual vai ser variável, por isso que é importante fazer essa vacinação maciça. Vacinar o maior número de pessoas possível e o mais rápido possível, para ter o benefício dessa imunidade coletiva”, esclarece Fernanda.

A pesquisadora enfatiza que vacinação é estratégia comunitária, pois, embora tenha sua eficácia individual, pode acontecer de a pessoa vacinada não ficar protegida. “No caso da vacina da hepatite B tem 1% que não responde”, exemplifica. “O que a gente busca com a vacina é diminuir a circulação de um patógeno. Dessa maneira a gente consegue, inclusive, proteger esses indivíduos que não responderão individualmente”, acrescenta.

“Em qualquer vacina, não só da Covid, se você não toma o número de doses que tem no esquema vacinal você não está imunizado”, reforça a consultora técnica em imunização Nilda Ivo, representante da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) na Bahia. Ela esclarece que vacinar e imunizar são coisas diferentes, pois a imunidade protetora, no caso da Covid, só ocorrerá 14 dias após a pessoa tomar a segunda dose, tempo necessário para que a resposta imune ocorra.

Nilda alerta que mesmo 14 dias após completar o esquema vacinal contra a Covid-19, as pessoas vacinadas precisam continuar usando máscara, adotando distanciamento social e mantendo todos os cuidados de higienização. Como não é possível garantir que a pessoa vacinada não possa contrair o vírus, enquanto não houver imunidade coletiva e ele se mantiver em circulação, as medidas de prevenção serão indispensáveis para todos.

Testagem

Diante da incerteza individual quanto ao desenvolvimento de uma resposta imune à vacina, há quem pense em realizar testes para verificar a presença de anticorpos no sangue, mas Nilda conta que não existem parâmetros definidos ainda para realizar esses exames. “Isso está sendo discutido, tem estudos sendo realizados e acredito que até o final deste semestre teremos um estudo mais apurado sobre essa questão”, conta a representante da SBIm.

A pesquisadora Fernanda Grassi explica que a resposta imune estimulada por vacina é complexa. “A ausência de anticorpos não quer dizer que você não desenvolveu uma resposta protetora contra o vírus”, ressalta. Ela lembra do papel dos linfócitos T, especialmente para evitar quadros graves em infecções virais, e esclarece que esses componentes exigem testes especiais para sua medição.

Para Fernanda, mais importante do que se fixar em eficácia geral das vacinas, dado pouco observado pela população antes da pandemia, é saber que todas elas se mostraram capazes de prevenir o desenvolvimento de quadros graves. Dessa forma, ela vê como fundamental que todos tomem a vacina disponível quando chegar o seu momento e busquem a segunda dose dentro do prazo estabelecido.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (SMS), até a última sexta-feira, cerca de 6,9 mil pessoas estavam atrasadas para completar o seu esquema vacinal. Por meio de nota, a SMS afirmou que “intensificou a convocação desse público por meio da divulgação na impressa e canais oficiais de comunicação da pasta, além de enviar mensagens de texto para o celular dos faltantes, reiterando a importância de completar o esquema vacinal”.

“É importante que mesmo estando um pouso atrasadas, as pessoas busquem tomar a segunda dose”, defende a pesquisadora. Ela lembra que esses prazos são avaliados em estudos, então devem ser seguidos, mas que o efeito não será perdido se por algum motivo ocorrer atraso. Fernanda aproveita para esclarecer que quem contraiu Covid-19 após a primeira dose deve completar a vacinação 30 dias após se recuperar da doença.

COORDENADA

A fisioterapeuta e professora Suely Póvoas Machado, 65 anos, teve Covid-19 cerca de 40 dias após tomar a primeira dose da vacina Oxford/Astrazeneca. Paciente oncológica em tratamento de hormonioterapia, ela sempre buscou o mínimo de exposição ao risco de contágio com o coronavírus, mas precisou viajar para resolver uma urgência familiar.

Suely viajou de carro, mas teve de retornar de avião, onde ela acredita ter se contaminado, pois os primeiros sintomas surgiram três dias após o desembarque. O diagnóstico foi dado dia 22 de março e ela atravessou o curso da doença sem complicações, isolada em casa e monitorando a temperatura, a pressão arterial, os batimentos cardíacos e a saturação, que oscilava entre 99% e 95%.

Embora recuperada da Covid-19, a fisioterapeuta ainda alterna o grau de disposição para as atividades físicas e cursos que faz em casa. O contágio após a dose inicial não afetou a confiança dela na vacina, que é ministrada em duas doses com cerca de três meses de intervalo. No dia 6 de maio, data marcada quando tomou a primeira dose, ela estará completando o esquema vacinal.

O empresário Lenir Silveira, 77, suspeitou que pudesse ter contraído o coronavírus após uma pessoa próxima ser diagnosticada com a doença, mas fez um teste e confirmou que não foi contaminado. Na época, final de 2020, a vacinação nem tinha sido iniciada no Brasil, mas no último dia 7 ele tomou a segunda dose da Coronavac.

Lenir diz não ter recebido nenhuma instrução no posto sobre o tempo para a vacina fazer efeito, mas como busca se manter informado, está ciente de que a resposta imune ainda está acontecendo. Ele também sabe que todos os cuidados precisam ser mantidos mesmo após esse período e afirma que fará exatamente assim.

O empresário nunca teve dúvidas sobre a importância de se vacinar, mas conta que tem vizinhos negacionistas, com os quais procura conversar sobre o tema. “Mas não sei se vão aceitar meu conselho”, pondera.

Tira-dúvidas da Opas

- A vacina me protege contra a Covid-19?

Sim. As vacinas contra a Covid-19 protegem você da doença grave ao ensinar seu corpo como lutar contra o vírus.

- Qual vacina devo tomar? Qual delas é melhor?

A Opas incentiva as pessoas a tomarem qualquer vacina contra a Covid-19 que lhes seja oferecida pela autoridade nacional de saúde, assim que chegar sua vez na fila.

- É melhor pegar a Covid-19 naturalmente do que tomar uma vacina?

Não. As vacinas conferem imunidade sem os efeitos nocivos que a Covid-19 pode ter no organismo (inclusive efeitos a longo prazo e risco de morte). Permitir que a doença se espalhe até que a imunidade coletiva (ou de rebanho) seja alcançada causaria milhões de mortes e forçaria ainda mais pessoas a viverem com os efeitos do vírus a longo prazo.

- A vacinação contra a Covid-19 será necessária todos os anos?

Até o momento, as pesquisas para determinar a duração da imunidade (proteção) conferida pelas vacinas contra a Covid-19 atualmente disponíveis seguem em andamento. Além disso, a proteção das vacinas contra as novas variantes do Sars-CoV-2 continua a ser objeto de estudo.

Fonte: Site da Organização Pan-Americana da Saúde

Corte do Governo, avanço da internet e redes sociais: Globo acaba com salários milionários para sobreviver

Faustão é dono do maior salário da TV e Luciano Huck deve ficar com o posto com a saída dele da Globo (Foto: Reprodução/Globo/Montagem)

Não é novidade para ninguém que o Brasil, e parte do mundo, enfrentam uma crise financeira por conta da pandemia do Coronavírus. A situação é tão crítica que isso acabou resvalando nos salários de apresentadores e atrizes das emissoras brasileiras. Globo e SBT, por exemplo, estão se desfazendo dos grandes salários.

Além da crise financeira, outro ponto a se destacar, segundo uma análise feita por Leo Dias, do Metrópoles, é a ascensão da internet, que vem tomando o espaço da televisão, acrescido a isso existem ainda as plataformas de streaming. Para se adaptar a essa nova realidade, as emissoras estão se vendo na obrigação de reduzir os gastos.

Para se ter uma dimensão, o salário mais alto da televisão brasileira hoje em dia é o de Faustão. Estima-se que o apresentador receba mensalmente da Globo cerca de R$ 5 milhões. Porém, ele sai este ano do canal. Outro que também ganha bem é Galvão Bueno. Rumores apontam que essa mordomia toda dele também pode acabar.

A Globo estaria querendo reduzir o salário do narrador. Além disso, a emissora parou de apostar em contratos vitalícios com seus atores e atrizes. Para se ter uma pequena dimensão, muitos destes profissionais ganhavam uma alta quantia mensal mesmo sem estarem trabalhando e isso custava uma fortuna aos cofres da emissora.

Por conta disso, vários nomes foram dispensados da Globo e atualmente o canal mantém contratos vitalícios com apenas pouquíssimos veteranos. Os demais são apenas por obra. Em função disso, os artistas passaram a se aproveitar de outros meios para continuarem ganhando dinheiro, mesmo fora da televisão.

Galvão Bueno também recebe fortuna na Globo (Foto: Reprodução)
Salários no SBT

Para se ter uma pequena dimensão, o SBT passou a apostar em novas ofertas salariais. Apresentadores como Ratinho e Celso Portiolli ganham um salário fixo da emissora e receberiam um extra que seriam fruto dos merchandisings que eles fazem ao longo de seus programas.
Governo Federal reduz verba

Além disso, o Governo Federal passou a diminuir a verba que repassa para as emissoras de televisão. Há alguns anos, a Globo ficava com a maior parte da parcela desse montante, cerca de 39%, e estima-se que atualmente o canal dos Marinhos receba apenas 17% do valor do investimento.

Rachel Sheherazade joga Silvio Santos na justiça e exige R$ 30 milhões de indenização

Rachel Sheherazade está processando SBT por direitos trabalhistas e pede R$ 30 milhões de indenização (Foto: Reprodução)

Rachel Sheherazade ficou 11 anos no SBT e se tornou referência para o jornalismo no canal. Após sua relação com a emissora de Silvio Santos chegar ao extremo, ela foi demitida por meio de um email.


Agora, a jornalista jogou Silvio Santos na justiça e está exigindo R$ 30 milhões de indenização e direitos trabalhistas. De acordo com informações do jornal Extra, Rachel Sheherazade entrou com uma ação trabalhista na 3ª Vara do Trabalho de Osasco, localizada na Grande São Paulo, há cerca de um mês.

No processo que está correndo na justiça contra o SBT, Rachel está alegando que mesmo sendo contratada como uma pessoa jurídica, ela desenvolvia obrigações comuns a qualquer outro funcionário de carteira assinada. Entre essas funções estão plantões, horas extras e jornadas maiores nos 11 anos. Vale lembrar que as queixas são referentes ao período que ficou responsável como apresentadora do ‘SBT Brasil’.

Na emissora de Silvio Santos, Rachel Sheherazade recebia um salário de R$ 200 mil, mais um auxílio moradia de R$ 30 mil, por mês. Agora, a jornalista quer certificar o vínculo que teve com a empresa e pede o pagamento de direitos trabalhistas.

Vale ressaltar, que quando saiu do SBT em 2020, após não ter seu contrato renovado por conta do seu posicionamento sempre contrário ao Governo Bolsonaro, ela deixou o ‘SBT Brasil’ em setembro sem sequer dá o último adeus aos seus telespectadores.

Antes de ser demitida oficialmente do SBT, o relacionamento conturbado entre Rachel Sheherazade e o canal já estava estremecido. Antes musa da direita, ela passou a ser tripudiada por conta das suas opiniões contrárias ao do Governo, que tem o SBT como um aliado.
Rachel Sheherazade está processando SBT por direitos trabalhistas e pede R$ 30 milhões de indenização (Foto: Reprodução)

Denílson, após assumir relação com homem, tem flagrante na cama escancarado por irmã de Zezé

Denílson e a esposa, Luciele Di Camargo (Foto: Reprodução)
Denílson levou um susto ao ser filmado pela esposa

Denílson mantém uma relação diferenciada com a esposa, Luciele Di Camargo. Quem acompanha os dois nas redes sociais já deve ter visto que vira e mexe eles aparecem fazendo algumas trollagens e brincadeiras um com o outro. Na maioria delas, a intenção é exatamente assustar.

Neste domingo, 18 de abril, foi a vez da irmã de Zezé flagrar Denílson em um sono profundo na cama. Enquanto o ex-jogador dormia, ela foi aproximando a câmera do rosto dele e logo em seguida soltou um grito daqueles. O comestarista do Jogo Aberto se assustou.


Logo na sequência, Luciele Di Camargo soltou uma gargalhada da situação, enquanto Denílson fez cara de poucos amigos e tentou voltar a dormir. Recentemente, a irmã de Zezé pensou que o maridão estava dormindo assistindo live, mas foi ele quem enganou ela e deu um susto na esposa.
Luciele Di Camargo conseguiu assustar Denílson (Foto: Reprodução)

DECLARAÇÃO PARA HOMEM

Ao longo dos anos de carreira, Denílson conseguiu colecionar grandes amizades e uma delas foi com Roberto Carlos, lateral esquerdo que fez história na seleção brasileira. Os dois atuaram juntos em várias oportunidades, tanto defenda a camisa do Brasil, quanto em clubes.

Neste sábado, 10 de abril, Roberto Carlos completou mais um ano de vida e Denílson não perdeu a oportunidade de se declarar ao amigo. “Esse cara me acolheu ao lado da família na minha ida pra Europa , foram vários anos passando natal e réveillon com ele…”, começou ele.

“Na minha geração ESSE FOI O MELHOR DA POSIÇÃO. Tenho o privilégio de ser amigo e em todos os anos de seleção @cbf_futebol ele e @juninhoofficial foram meus melhores amigos e companheiros. Então @oficialrc3 só posso te desejar o melhor desse mundão louco mano”, disse Denílson.

“Saúde e conte sempre comigo meu Irmão
   PARABÉNS 68 anos ”, ironizou ele, ao brincar sobre a idade. Nos comentários, os internautas escreveram mensagens de carinho ao aniversariante e elogiaram o companheirismo e amizade dos dois ex-jogadores.

Fonte: TV Foco

Após troca de corpos, família enterra morto errado em Arthur Nogueira-SP

Polícia Civil investiga a troca de corpos no Hospital Bom Samaritano e fez com que família enterrasse outra pessoa no lugar de parente

Reprodução


O Hospital Bom Samaritano está sendo investigado pela Polícia Civil de Arthur Nogueira-SP após realizar uma troca de corpos que fez com que uma família enterrasse um morto acreditando ser seu parente .

Braz Inácio Coelho, de 61 anos, faleceu na última terça-feira (13) e seu corpo foi para o velório em um caixão fechado , o que causou estranheza na família já que sua morte não havia sido por covid-19 .

O morto dentro do caixão que a família de Braz Coelho recebeu era de Adão dos Santos, de 55 anos, que morava em Santo Antônio de Posse-SP e também estava internado no Hospital Bom Samaritano. Este, sim, havia morrido de covid-19.

Os familiares de Braz prestaram depoimentos à Polícia Civil e contaram que, quando descobriram , o enterro do seu parente já havia acontecido em Santo Antônio de Posse-SP, cidade a 30 km de distância.

Após a constatação de que os corpos foram trocados, houve um desenterro das caixas funerárias e as famílias receberam os familiares corretos.

Mulher tira arma de policial e atira para o alto em delegacia

Detida foi presa pela Polícia Militar do Distrito Federal por agredir a mãe e a irmã e se negou a assinar o termo circunstanciado

Por iG Último Segundo

Reprodução/redes sociais

Uma mulher foi presa neste sábado (17) em Brasília pela Polícia Militar do Distrito Federal após agredir a mãe e a irmã em Planaltina. Após a prisão, a agressora sacou a arma de um policial civil, dentro da delegacia onde foi conduzida, e realizou disparos para o alto. As informações são do jornal Correio Braziliense .

De acordo com oficiais, o motivo da revolta foi a assinatura do Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). A mulher discutiu com policiais ao se negar a assinar o documento. Após a negativa, os agentes a cercaram para conduzi-la a prisão.

Neste momento, a mulher tomou a arma de um policial e realizou o disparo para o alto. Segundo informações da polícia, a trava do coldre apresentou uma falha que permitiu o saque da arma pela detida.


Após o ocorrido, a situação foi controlada por um grupo de policiais. A acusada se rendeu , entregou a arma e deitou-se no chão. Ninguém ficou ferido.

Influenciadora é ameaçada e agredida por vizinhos por fazer conteúdo erótico

Em áudio divulgado no Instagram, a vizinha ameaça jogar uma bomba na influenciadora

Por O Dia

Reprodução Instagram

Ayarla Souza posando sensual

A influenciadora digital Ayarla Souza relatou, em seu canal do YouTube, que as vizinhas de seu condomínio ameaçaram expulsar ela e suas amigas de sua casa após descobrirem que ela produz conteúdo erótico nas redes sociais. “A vizinha estava em cima do muro gritando: ‘Cadê esses vagabundos?'”, contou a influenciadora nas redes sociais.

Chorando, Ayarla reclamou que a vizinhança se incomodou com o uso de shorts curtos e tops. Em áudio divulgado no Instagram , a vizinha ameaça jogar uma bomba na influenciadora. Ayarla também apareceu com o rosto machucado e disse que fez denúncia na Polícia Civil.

Indignada, a influenciadora explicou o caso em um vídeo. “O pessoal ficou no grupo falando que eu fico fazendo programa aqui e me chamaram de put*. E qual o problema se eu fosse garota de programa? Eu tô aqui fazendo meu trabalho todo dia para o Instagram e o Facebook e vem essas pessoas ficarem aqui me humilhando”, disse.

Silvio Santos baixa ordem após fracasso, exige retirada imediata de programa da filha e atração toma lugar: “Fora”

Silvio Santos e a sua filha, Patricia Abravanel – Foto: Reprodução

Silvio Santos confiou em sua filha o comando do Vem Pra Cá, mas a grande primeira mudança em relação ao programa já vai acontecer

O Vem Pra Cá estreou recentemente no SBT na tentativa de ocupar o espaço das manhãs com entretenimento e jornalismo, diminuindo assim a programação infantil, que cada vez menos dá retornos na TV aberta, especialmente na parte comercial. Silvio Santos, no entanto, não vem gostando dos resultados da atração.

É que o programa apresentado por Patrícia Abravanel e Gabriel Cartolano não conquistou o público da emissora paulista, ficando constantemente em terceiro lugar, com bem menos audiência que registrava o Primeiro Impacto e o Bom Dia & Cia no horário de exibição escolhido para o programa atualmente.

Silvio Santos dá ordem

Além disso, diversas gafes na atração se tornaram públicas, como o episódio em que um convidado reclamou da falta de ar condicionado nos estúdios do programa. Ao que tudo indica, esse problema em específico deve ser resolvido em breve, já que Silvio Santos ordenou a retirada do Vem Pra Cá dos seus estúdios atuais.
Patrícia Abravanel e Gabriel Cartolano no comando do Vem Pra Cá
 (Foto: Divulgação/SBT)

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, do portal UOL, o atual estúdio da atração dará lugar a um outro programa do SBT, já bastante conhecido do público por sinal. Trata-se da nova temporada do Bake Off, um dos realitys gastronômicos que foram adquiridos pelo canal após o efeito MasterChef.
Mudança radical

Caso se confirme mesmo a saída do Vem Pra Cá dos atuais estúdios, todo o cenário e equipes de produção do Vem Pra Cá devem migrar imediatamente para uma área próxima dali. Será que finalmente os apresentadores e convidados do programa contarão com ar condicionado? É esperar para ver.

Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial, tem falência confirmada, mas império é absurdo: “Jatos e mansões”

Valdemiro Santiago é dono de uma verdadeiro patrimônio (Foto: Reprodução)
Valdemiro Santiago é dono de jatinhos, helicópteros, mansões e carrões de luxo

Valdemiro Santiago, sem a menor sombra de dúvidas, é um dos religiosos mais conhecidos do Brasil. Ele está no mesmo patamar que Edir Macedo e R.R Soares. Além disso, eles têm em um comum outro ponto: a fortuna. O apóstolo, por sinal, é líder de uma das maiores igrejas do Brasil, a Mundial do Poder de Deus.

Ao longo dos anos chefiado a igreja, Valdemiro Santiago conseguiu acumular riquezas. Atualmente, ele vive uma má fase em função de uma série de problemas relacionados a má administração de seu dinheiro e chegou a perder milhões por conta de sua filha, Raquel Santiago, que cuidava de seus bens.

A pastora da igreja foi acusada de ter perder 800 milhões de reais do próprio pai, tudo graças a sua má administração das empresas da família, aliado a um desvio de seu ex-marido, Filipe Iannie. A informação bomba foi divulgada através de uma matéria escrita por Leo Dias, colunista do Metrópoles.

Na ocasião, o jornalista contou que o ex-marido de Raquel Santiago deu um golpe em Valdemiro e embolsou 800 milhões da igreja antes da separação. Ela, por sua vez, foi acusada de ter traído o marido com o assessor do seu pai, ex da sua irmã. Filipe Iannie acabou se defendendo das acusações.

Ele afirmou que a família do líder da Igreja Mundial do Poder de Deus é quem deve uma verdadeira bolada em dinheiro e ainda acusou a ex-mulher e o ex-sogro de serem responsáveis pela ruína. Por conta disso, Valdemiro Santiago desenvolveu um ódio mortal do ex-genro, a quem parecia ter grande apreço.

A ruína de Valdemiro Santiago chegou a ser decretada e na ocasião ele chegou a se desfazer de um imóvel em Alphaville, São Paulo, avaliada em R$ 35 milhões. O apóstolo vendeu a propriedade por apenas R$ 22 milhões. Porém, engana-se quem pensa que o religioso perdeu tudo o que tinha.

O apóstolo é dono de alguns carrões de luxo, fazendas e outros imóveis. Além disso, ele ainda tem algumas aeronaves, como jatinhos e helicópteros. Em 2020, a revista Veja, divulgou que Valdemiro Santiago estaria comprando um jato Falcon, avaliado em US$ 59,3 milhões, cerca de R$ 300 milhões.

Valdemiro Santiago perdeu milhões após má administração da filha (Foto: Reprodução)

Por que o Nordeste registra a menor taxa de mortalidade pela covid em 2021

Morador de São Luís-MA apresenta permissão para circular de automóvel durante lockdown por causa da covid-19   -    Imagem: Biné Morais/Agência São Luís


Carlos Madeiro

Em 2020, quando a pandemia começou a se alastrar no país, o Nordeste lançou um comitê científico para ajudar os governos a tomarem medidas de prevenção contra a covid-19. Lançaram campanhas em massa alertando sobre a necessidade de distanciamento, uso de máscara e álcool em gel. A região também foi a primeira a ter uma metrópole a realizar um lockdown —no caso, São Luís.

Com medidas mais rígidas e uma comunicação mais forte do que em outras regiões, o Nordeste registra hoje a menor taxa de mortalidade pela covid-19. Em 2021, por exemplo, essa taxa está em 49 por 100 mil habitantes, 37% menor do que a média nacional no mesmo período, que chega a 78 por 100 mil habitantes. No Sul, líder no índice, o número chega a 109 por 100 mil.

"O Nordeste hoje é quem puxa hoje a mortalidade do Brasil para baixo", diz André Longo, secretário de Saúde de Pernambuco e vice-presidente do Nordeste do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde).

A taxa de mortalidade do Nordeste na pandemia era de 134 por 100 mil na última quinta-feira (15). Os três estados com menores taxas de mortalidade na data eram do Nordeste: Maranhão (95 para cada 100 mil), Bahia (114) e Alagoas (117). A média nacional na data ficava em 174 para cada 100 mil pessoas.

Desde o início da pandemia, segundo os números oficiais do Ministério da Saúde, a região registrou até a quinta-feira 76 mil dos 365 mil óbitos —o equivalente a 21%.

Longo afirma que o resultado se deve, em partes, porque a região se articulou desde o início e ouviu mais a ciência. Mas ele reconhece que, mesmo com uma situação melhor que outras regiões, o cenário é crítico no Nordeste.

A gente não comemora esses números. Mas precisamos reconhecer o esforço dos profissionais de saúde e dos governadores, que tiveram coragem de adotar medidas restritivas --que nem sempre têm uma repercussão positiva na população, mas precisavam ser adotadas. Além disso, ampliamos muito a capacidade hospitalar. Só aqui foram 540 leitos de UTI em 40 dias.
André Longo, secretário de Saúde de Pernambuco e vice-presidente do Nordeste do Conass

Quatro dos nove estados têm mais de 90% de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Para a infectologista Ana Brito, da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) de Pernambuco, ainda é cedo para ter certeza de que os números se manterão tão abaixo da média nacional por conta do incerto pico da segunda onda da pandemia.

"Olhando para Manaus, a gente vê que teve um período de 45 dias até a explosão da epidemia. Mas pode ser que a gente já esteja entrando nesse tempo, mas é uma especulação. É preciso aguardar mais."



1º dia de lockdown em São Luís (MA) em abril de 2020Imagem: Divulgação/Prefeitura de São Luís"Indiscutivelmente as medidas de restrição de circulação da população causam uma diminuição dos casos. O problema do Brasil é que a gente não fez medida restritiva de forma rigorosa. A gente aqui fez medidas parciais, mas, mesmo parciais, há uma resposta, embora mais tímida", completa.

Referência no país

Salvador e Fortaleza, duas das cidades mais populosas da região, foram citadas como referência em medidas de restrição à circulação bem-sucedidas no último boletim da Fiocruz.

"Tendo como referência os decretos nacionais que estabelecem as atividades e serviços essenciais, bem como decretos municipais mais recentes de Fortaleza, Salvador e Araraquara (SP), cidades que se submeteram a restrições mais rígidas e que apresentaram decréscimo sustentado dos indicadores de criticidade da pandemia, apresentamos no alguns exemplos de atividades e serviços essenciais e não essenciais", diz documento da entidade.

Fortaleza decretou o fechamento dos serviços não essenciais em 5 de março, flexibilizando apenas questões pontuais até aqui. Já na Bahia, primeiramente houve fechamento de serviços não essenciais no último fim de semana de fevereiro, mas depois a medida foi esticada para todos os dias da semana em março.

Nos demais estados, todos adotaram algumas medidas restritivas, como toque de recolher, suspensão de eventos, fechamento de bares e restaurantes e restrição de horários de atividades não essenciais.

A revista científica The Lancet afirmou ainda que o Nordeste é o melhor exemplo de medidas restritivas com sucesso no país, mesmo sendo uma área com grande vulnerabilidade social.

A médica e pesquisadora Fernanda Grassi, da Fiocruz da Bahia, ressalta que o resultado do Nordeste chama ainda mais a atenção porque a região tem uma disponibilidade de leitos de UTI menor que Sul e Sudeste.

"Essa menor mortalidade deve estar relacionada à postura adotada pelos governos, que desde muito cedo criaram um comitê científico com pessoas de grande experiência no controle de epidemias. Houve, sem dúvida, uma maior busca de seguir a OMS (Organização Mundial da Saúde) para mitigar essa epidemia, com campanhas educativas", destaca.

O epidemiologista Antônio Lima Neto, da Unifor (Universidade de Fortaleza), afirma que, como a epidemia ainda está em curso, não há como cravar que a região não verá um crescimento de casos e óbitos. Entretanto, com as medidas já adotadas, a região deve ter uma redução na transmissibilidade do novo coronavírus.

"O impacto das medidas restritivas para uma epidemia é um pouco mais tardia, demora mais a acontecer", afirma.
Nordeste errou menos

O neurocientista Miguel Nicolelis chegou a coordenar o comitê científico do Nordeste em 2020 e início de 2021. Ele deixou o cargo em fevereiro , após o aumento de casos. À época, os governos estaduais não seguiram orientações dos especialistas para fechamento de serviços não essenciais.

"Diria que os governos cometeram erros, mas o Nordeste errou bem menos", diz. "É como uma turma em que ninguém passou de ano, mas os governos nordestinos tiveram a melhor nota da sala", compara.

Para Nicolelis, a região colhe ainda bons frutos das medidas adotadas na primeira onda.

A mensagem passada da gravidade da pandemia foi bem maior, os governos alertaram mais, o que não ocorreu de forma tão explícita em nível nacional. Sem dúvida foi a região menos negacionista do país.
Miguel Nicolelis, neurocientista e pesquisador

O pesquisador ainda lembra que, na primeira onda, os governos seguiram mais as recomendações científicas e colheram frutos disso. "Tivemos lockdowns bem sucedidos, começando por São Luís, depois Fortaleza, a Grande Recife e João Pessoa. Os resultados foram bons. Em São Luís, por exemplo, os efeitos positivos foram sentidos por quatro meses e levaram o Maranhão a ter menor taxa de óbito do país", cita, lembrando medidas como modelo para o país.

"Ações como a criação de brigadas de saúde no Piauí e a suspensão do transporte intermunicipal na Bahia foram boas, tiveram grande impacto e reduziram o poder letal da pandemia", diz.

Mortalidade por 100 mil habitantes por região em toda a pandemia

Nordeste - 134
Sul - 184
Sudeste - 186
Norte - 191
Centro-Oeste - 210
Mortalidade por 100 mil habitantes por região em 2021:
Nordeste - 49
Sudeste - 81
Norte - 91
Centro-Oeste - 96
Sul - 107

Fonte: Ministério da Saúde até dia o 15/04/2021
COMUNICAR ERRO

COMPARTILHE